Roberto Carlos e a última parceria musical com Erasmo Carlos

Do Texto: É difícil acreditar que uma canção com essa qualidade tenha sido ignorada. Ela não teve a mesma divulgação do que as canções “Chegaste” e “Sereia” e
Erasmo Carlos e Roberto Carlos



A escolha do título “Vou Chegar Mais Cedo em Casa” não ficou à altura de outras canções com essa mesma temática...


user-image

No ano de 2017, Roberto Carlos lançou um EP com quatro canções: “Sereia” (Roberto Carlos), que fez parte da trilha sonora da novela “A Força do Querer”, “Chegaste” (Kany Garcia/Versão RC), com a participação de Jennifer Lopez, “Sua Estupidez” (Roberto e Erasmo Carlos) uma regravação extraída da gravação do Especial de Fim de Ano 2016 do Roberto Carlos e  “Vou Chegar Mais Cedo Em Casa”, a última canção inédita que o rei gravou da parceria Roberto e Erasmo

A letra é recheada de um romantismo sensual e descreve em uma linguagem delicada os artifícios de um casal para alcançar a plenitude do amor. O pensamento prepara o percurso imaginário, idealizando as sensações e os prazeres que o reencontro pode proporcionar no retorno mais cedo pra casa.

A escolha do título “Vou Chegar Mais Cedo em Casa” não ficou à altura de outras canções com essa mesma temática como: “Proposta”, “Seu Corpo”, “Os Seus Botões”. “Cavalgada”, “O Gosto de Tudo”, “Cama e Mesa”, “O Côncavo e o Convexo”... Na própria letra tem uma frase que cairia muito bem como título que seria “Vou Me Embriagar de Beijos”.

É difícil acreditar que uma canção com essa qualidade tenha sido ignorada. Ela não teve a mesma divulgação do que as canções “Chegaste” e “Sereia” e até mesmo da regravação “Sua Estupidez”. Os fãs e admiradores não deram e não tem dado a devida atenção para esta linda canção. Nem mesmo o próprio Roberto fez questão de apresentá-la ao grande público nos seus shows e especiais. 

Diante de tantas canções de qualidade duvidosa que são lançadas no mercado fonográfico é uma injustiça uma canção como “Vou Chegar Mais Cedo Em Casa” ficar esquecida. Ela merece ser conhecida e fazer parte de qualquer playlist de canções romântica/sensual. 

Enquanto isso não acontece se inspire no que diz um dos trechos da canção: “Vou me embriagar de beijos/ E tudo o que você quiser/ Dar ao corpo o que ele pede/ E o que o coração disser”.

Relembre no vídeo abaixo a canção “Vou Chegar Mais Cedo em Casa” que encerrou o ciclo da parceria Roberto Carlos e Erasmo Carlos – ninguém sabe se ficou alguma por gravar. Ao Erasmo Carlos a nosso gratidão e admiração.



Pode apagar a luz para ver o vídeo💡

*Carlos Marley, nasceu na cidade de Fortaleza, capital do estado do Ceará – Brasil, onde reside. Formado em Ciências Contábeis, pela Universidade Federal do Ceará, com especialização em Auditoria. Auditor Fiscal aposentado da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará. Leia Mais sobre o autor...
Também pode ler:

Enviar um comentário

2 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.
  1. Mais um excelente artigo do nosso Robertólogo Carlos Marley! Eu ia escrever aqui que eu próprio não conhecia essa canção do Roberto e Erasmo, mas acho melhor não referir tal coisa, senão ainda me retiram o diploma de Robertólogo. Mas uma coisa posso dizer: assino por baixo tudo o que o Marley diz sobre a canção, inclusivamente, quando refere/lamenta que "A escolha do título “Vou Chegar Mais Cedo em Casa” não ficou à altura de outras canções com essa mesma temática(...)". Parabéns e um grande abraço.

    ResponderEliminar

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !