ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2 de janeiro de 2019

A maioria dos homens usa a coisa para o lado esquerdo, porquê?


Por: Armindo Guimarães

Este ano, a prenda surpreendente que tive no dia do meu aniversário, foi, imaginem, umas ceroulas, uma peça de roupa interior usada antigamente e que a partir dos anos 60 poucos jovens a usavam, estivesse o frio que estivesse. 

Ceroulas com o orifício do lado direito (vulgar)
Acontece que eu nunca quis usar tal peça de vestuário e por isso a minha surpresa pela prenda, ainda que, a verdade seja dita, os especialistas na arte têxtil a tenham feito ressurgir com um desenho mais contemporâneo e estilizado.  Mesmo assim, continuam a não me convencer no uso das ceroulas. Além disso, mesmo que quisesse usá-las, aproveitando a prenda que me deram, não podia, pois saltou-me logo à vista um pormenor importante: o orifício destinado à retirada da coisa encontrava-se do lado esquerdo.

Como felizmente as ceroulas vinham acompanhadas de um talão de troca caso eu não as quisesse por qualquer motivo, logo no mesmo dia fui à loja, dirigindo-me à menina da caixa solicitando a troca das ceroulas por outra peça de vestuário. Nestas circunstâncias o normal é a menina da caixa nada perguntar e o cliente escolher outra peça de igual valor ou de valor superior, pagando, neste caso, a diferença. Porém, como um azar nunca vem só, a menina pergunta-me se as ceroulas tinham algum defeito e eu respondi que tinha duas boas razões para a troca: a primeira, era que não gostava de usar ceroulas e a segunda é que, mesmo que as quisesse usar, não podia, pois, o orifício por onde a coisa devia sair, estava do lado esquerdo e que como eu uso a minha coisa para esse mesmo lado esquerdo, como aliás, usa a esmagadora maioria dos homens, ia ser incomodativo e nada prático sempre que eu quisesse fazer as necessidades primeiras. 

Um cliente que estava a seguir a mim na fila, meteu-se na conversa dizendo à menina que eu tinha razão, ou seja, que normalmente o orifício devia estar para o lado direito pois a maioria da malta usa a coisa para o lado esquerdo e dava mais jeito para a tirar do sítio. E mais disse o cliente, que devia ser entendido nestas coisas da coisa, que provavelmente a empresa que confecionou as ceroulas utilizou como modelo um homem que usa a coisa para o lado direito e daí ter fabricado em série as ceroulas com o orifício para o lado esquerdo e que era de admirar tal lapso não ter sido detetado pelo controlo de qualidade que entre outras coisas inclui os defeitos de fabrico como era o caso.

A menina da caixa, face a tão relevantes argumentos, ficou convencida da deficiência de fabrico e eu vi o meu problema resolvido.

Porém, ao sair da loja, ainda vim a matutar até a casa acerca de tão importante assunto, ou seja, por que motivo é que a maioria dos homens usava a coisa para a esquerda e só alguns (as excepções que as há sempre seja no que for) é que a usavam para o lado direito. Lembrei-me até que num dos meus bate-papos telefónicos com o Rei Roberto Carlos, no caso, o 50.º sob o título “Quem cala consente, mora!”, estando eu a referir-me ao facto de ele usar a coisa, no caso o relógio de pulso, na mão direita em vez de na esquerda como a maioria usa, e ele, pensando eu estar a referir-me a outra coisa que não o relógio de pulso, deu na bronca pois se ninguém sabia ficou a saber que ele é um dos que ao invés da maioria usa a coisa para o lado direito.

Toda a gente sabe, em especial as meninas, que os meninos são muito distraídos e que muitos deles se lhes perguntarem, nem sabem dizer para que lado usam a coisa, daí que muitos, ao lerem este texto é certo e sabido que já foram conferir mais do que uma vez se tinham a coisa no sítio, quero dizer, para o lado esquerdo, da mesma forma que as meninas, ao lerem agora mesmo que o Roberto usa a sua coisa para o lado direito ao contrário da maioria, na certa pararam de ler o texto e foram ao Google, pesquisar: ROBERTO CARLOS – IMAGENS, para se certificarem. Não é de admirar que as meninas façam isso, pois eu próprio, face à revelação do Roberto naquele bate-papo, fiz o mesmo e pude constatar em várias fotos que ele falou verdade. Há coisas do carago!

Mas não se pense que o facto de um homem usar a coisa para o lado direito quando a maioria a usa para o lado esquerdo, é algo anormal.  De tanto estudar o assunto, não me tornei um especialista sobre a coisa, mas fiquei a saber que é tão normal usá-la no lado esquerdo como no lado direito, de acordo com o Dr. Ricardo de La Roca que sob o título “Qual a melhor posição para colocar o pênis na cueca? Para cima, pra esquerda, direita ou pra baixo? A posição pode levar o pênis a ficar torto?”, diz o seguinte: 

“Não existem regras quanto ao posicionamento do pênis dentro da cueca, sendo mais frequente a colocação para o lado esquerdo, pois a maior parte dos pênis exibem leve curvatura nesta direção. 
A tentativa de redirecionar para outro lado não surte efeito, já que a natureza impôs esta situação, e o mais importante é orientar que esta leve curvatura não atrapalha, e nem progride com o tempo. Por outro lado, não existe cueca que seja tão anatomicamente projetada que consiga reter o pênis em uma determinada direção, sendo que com os movimentos naturais ao longo do dia o órgão pode mudar de posição por si só, e não infrequentemente, assistimos aos homens colocando a mão por dentro da cueca e reposicionando para uma posição mais confortável o pênis.”

Há coisas do carago!
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

7 comentários via Blogger
comentários via Facebook | Pode optar por Comentar via Facebook clicando aqui.

7 comentários:

  1. É de morte. Já usei ceroulas quando jovem. Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Esse é o Gajo que é o CARA, sempre com ideias geniais e uma criatividade incrível.
    Adoro ler seus textos e esse sobre "a coisa' me fez dar boas risadas. 😂 😂 😂
    Parabéns meu querido Armindo, és um Gajo do carago, és uma brasa, mora, pá!
    Beijinhos! 😍 ❤️

    ResponderEliminar
  3. O menino Armindo está de parabéns,sempre com textos incrível..... gostei

    ResponderEliminar
  4. E os gajos que nem para a direita nem para a esquerda...de k lado ficava o dito buraco para tirar o COISO...
    Abraço amigo Armindo

    ResponderEliminar
  5. Olá, amigo Jerónimo! Tens razão, também devem existir aqueles que usam a coisa no meio, pelo menos os modelos que aparecem nas revistas de roupa interior para homem, coitados, que mesmo que normalmente usem a coisa para a direita ou para a esquerda, devem ser obrigados a usá-la no meio e para cima. Coisas da profissão, é claro, que eles têm de cumprir segundo o sentido de estética estabelecido, que diga-se em abono da coisa, digo, em abono da verdade, não faz muito sentido pois foge aos usos mais comuns. Mas quem devia estar a dissertar sobre esta coisa da coisa, não era eu mas um especialista, coisa que eu não sou. Grande abraço e obrigado pelo comentário. ��

    ResponderEliminar

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique para ver o perfil