CCB | BATE FADO a nova criação de Jonas&Lander > conferência + exposição + espetáculo | 15 a 18/7 - Portal Splish Splash

Recentes

quarta-feira, julho 07, 2021

CCB | BATE FADO a nova criação de Jonas&Lander > conferência + exposição + espetáculo | 15 a 18/7

A nova criação de Jonas&Lander intitula-se BATE FADO, um espetáculo híbrido entre a dança e o concerto de música projetado para 9 performers: 4 bailarinos, 4 músicos e um fadista (bailarino).


ATUALIZAÇÃO ÀS 21H20 DE 13-07-2021


Acabamos de receber do CCB, i seguinte Comunicado:


Informamos que este espetáculo foi adiado para os dias 2 e 3 de setembro, às 19h00, no Grande Auditório.


Pedimos desculpa pelo incómodo. Para mais informações por favor contacte as bilheteiras do CCB através do e-mail bilheteiraccb@ccb.pt ou do número de telefone 213 612 400.


--------------------------------------------


BATE FADO

Jonas&Lander


Conferência Bate Fado

15 julho às 18h00 no Foyer do Grande Auditório


Exposição Gabinete de Curiosidades

15 a 18 julho no Foyer do Grande Auditório


Espetáculo Bate Fado (dança e fado)

17 e 18 julho, às 19h00, no Grande Auditório

Este espetáculo integra o ciclo Há Fado no Cais, uma coprodução com a EGEAC/Museu do Fado.


A dupla de coreógrafos propõe-se a reinterpretar e a recuperar o ato de se bater (sapatear) o Fado, onde a dança emana a qualidade de instrumento de percussão em diálogo com a voz e as guitarras. BATE FADO revela-se como o primeiro passo para o resgate da dança que o Fado perdeu.


A nova criação de Jonas&Lander intitula-se BATE FADO, um espetáculo híbrido entre a dança e o concerto de música projetado para 9 performers: 4 bailarinos, 4 músicos e um fadista (bailarino). À semelhança da maioria das correntes musicais urbanas, tais como o Samba ou o Flamenco, também o Fado teve danças próprias. Em Lisboa, a dança que teve maior expressão foi o Fado Batido, uma dança baseada num sapateado energético e virtuoso. Em BATE FADO, Jonas&Lander propõem-se a reinterpretar e a recuperar do ato de se bater (sapatear) o Fado, onde a dança emana a qualidade de instrumento de percussão em diálogo com a voz e as guitarras. BATE FADO revela-se como o primeiro passo para o resgate da dança que o Fado perdeu.


A propósito deste espetáculo, o coreógrafo, bailarino, performer e fadista Jonas irá apresentar ao vivo o seu álbum de estreia, SÃO JORGE (ed. Valentim de Carvalho), já esta quinta-feira, dia 8 de julho, às 21h00, na Praça CCB.


No dia 15 de julho terá lugar no Foyer do Grande Auditório uma CONVERSA SOBRE FADO BATIDO, uma dança que, no século XIX, aliava o virtuosismo e energia do sapateado ao canto do fado e que deu o mote ao trabalho de investigação e criação do espetáculo BATE FADO, de Jonas & Lander. Os oradores serão Fernando Matos Oliveira (Diretor do Teatro Académico Gil Vicente e Investigador nas áreas de Arte e Performance - CEIS20), Sara Pereira (Diretora do Museu do Fado), Teresa Gentil (Compositora e Investigadora na área da Etnomusicologia) e os criadores Jonas&Lander .


Esta investigação dará ainda origem a uma exposição, GABINETE DE CURIOSIDADES, que poderá ser visitada no Foyer do Grande Auditório de 15 a 18 de julho.


Neste Gabinete de Curiosidades é exposta parte da investigação que deu substância, imaginário e matéria coreográfica ao processo de criação do espetáculo Bate Fado, de Jonas&Lander. Tendo como principal veículo a caricatura, que se assume desde as suas origens como um diário da sociedade do seu tempo, são mostradas pela primeira vez ao público imagens inéditas do fim do século XIX, início do XX, onde o Fado Batido é representado em abundância, bem como todo o seu contexto social. Entre outras obras em torno da temática das danças do fado, são exibidos ainda três documentários sobre o Fado dançado de Quissamã no Rio de Janeiro, onde a prática de se dançar o fado com sapateado e palmas se mantém até aos dias de hoje.


Bate Fado

Nenhum comentário:

Postar um comentário