ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

7 de março de 2018

Google Arts & Culture reúne obras da Arte Contemporânea

Cadeira criada pelos Irmãos Campana, "Cadeira Café", 

O Google Arts Culture apresenta um projeto para explicar, junto com seus parceiros, "O que é Arte Contemporânea?". Hoje, esse projeto extrapola suas fronteiras com obras dos quatro cantos do mundo para contar essa história -- e a arte brasileira com um grande papel.

Das 51 instituições que trazem suas coleções hoje para o projeto, 15 são brasileiras. Por meio de uma jornada imersiva digital, é possível fazer tours no Street View pela última Bienal de São Paulo, ver a exposição “Quem tem medo de Teresinha Soares?”, do Masp, ou conhecer as instalações ao ar livre do Inhotim. Ao todo, são mais de 3.200 obras que revelam detalhes da arte contemporânea brasileira.

São mais de 500 obras capturadas pela Art Camera do Google para visualizar cada detalhe em ultra-resolução. Além disso, é a primeira vez que as obras do Instituto Tomie Ohtake estarão disponíveis on-line. Também é possível conferir as obras do Centro Cultural Banco do Brasil nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Belo Horizonte.

Quem quiser fazer uma viagem pelo mundo poderá conhecer, por exemplo:

- As obras de León Ferrari, que pertencem à coleção do Museo de Arte Moderno de Buenos Aires (MAMBA), na Argentina;
- Uma instalação feita por Ai Weiwei, na Dinamarca, em homenagem ao Dia Mundial do Refugiado da ONU;
- As produções de artistas emergentes e estabelecidos que marcaram a volta do movimento de miniatura do Paquistão;
- As produções de artistas sul-africanos contemporâneos, nas exposições organizadas por Johannesburg Art Gallery;
- E os destaques de museus importantes, como Serralves, em Portugal, Mathaf: Arab Museum of Modern Art, no Quatar, e Barjeel Art Foundation, nos Emirados Árabes.

Trabalho por Eudes Mota, "Sem Título", da série "Cruzadas", pertencente à 

O projeto “O que é Arte Contemporânea?” teve início em outubro do ano passado, com museus como o Modern Art Oxford, MoMA e Brooklyn Museum. Com um repositório de exposições on-line e conteúdos editoriais, também há a resposta para perguntas comuns sobre arte contemporânea, além de mostrar ícones e artistas e o que molda a arte hoje.

Todas as coleções são gratuitas e estão no endereço g.co/contemporaryart e no aplicativo do Google Arts & Culture para Android e iOS.
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis