Hábitos saudáveis contribuem para prevenir câncer de intestino, alertam especialistas

Do Texto: Responsável por cerca de 95% das ocorrências relacionadas à doença, o adenocarcinoma, mesmo tipo de câncer anunciado pela cantora Preta Gil, é o mais

Homem com as mãos na barriga.


Hábitos saudáveis contribuem para prevenir câncer de intestino, alertam especialistas

Na maioria dos casos, principalmente ao ser diagnosticado precocemente, o câncer de intestino é tratável e apresenta boas chances de cura. Também conhecido como câncer colorretal, refere-se a tumores malignos do intestino grosso (cólon), reto - parte final do intestino - e ânus.

Responsável por cerca de 95% das ocorrências relacionadas à doença, o adenocarcinoma, mesmo tipo de câncer anunciado pela cantora Preta Gil, é o mais frequente nesta região do corpo. Entre os fatores de risco, destacam-se: idade avançada, hereditariedade e sedentarismo.

O médico Vinícius Miranda Borges, cirurgião oncológico e coordenador do serviço de cirurgia oncológica do Hospital Estadual de Franco da Rocha, gerenciado pelo CEJAM - Centro de Estudos e Pesquisas “Dr. João Amorim”, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, explica que a doença pode ser evitada. “Hábitos saudáveis, como a prática de atividades físicas regulares e uma dieta equilibrada, ajudam na prevenção”.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), 30% de todos os casos de câncer podem ser prevenidos com mudanças no estilo de vida. “O consumo excessivo de álcool e carnes vermelhas processadas, assim como o cigarro, devem ser evitados”, complementa.

Em estágio inicial, a doença pode ser silenciosa. “O câncer de intestino deve ser diagnosticado, via de regra, em exames de rotina, antes de gerar qualquer sintoma ao paciente. Mas quando apresenta sintomas, os mais comuns são alteração do hábito intestinal, sangue nas fezes e desconforto abdominal, como gases ou cólicas”, destaca Dr. Pedro Henrique Zavarize de Moraes, coordenador da oncologia clínica do Hospital Estadual de Franco da Rocha.

O especialista também reforça que é importante ficar atento a outros sinais. “A presença de qualquer tipo de câncer pode levar a sintomas inespecíficos, mas que devem ser investigados como, por exemplo, anemia, fadiga e perda de peso”, conclui.

O diagnóstico do câncer de intestino é confirmado pela biópsia feita na colonoscopia. O exame é recomendado a partir dos 50 anos e, em casos de histórico familiar, 10 anos antes da idade em que o familiar apresentou a doença.

                                                               ✳✳✳

Sobre o CEJAM   
O CEJAM - Centro de Estudos e Pesquisas “Dr. João Amorim” é uma entidade filantrópica e sem fins lucrativos. Fundada em 1991, a Instituição atua em parceria com prefeituras locais, nas regiões onde atua, ou com o Governo do Estado, no gerenciamento de serviços e programas de saúde nos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro, Mogi das Cruzes, Itu, Osasco, Campinas, Carapicuíba, Franco da Rocha, Guarulhos, Santos, São Roque, Francisco Morato, Ferraz de Vasconcelos, Peruíbe e Itapevi.
Com a missão de ser instrumento transformador da vida das pessoas por meio de ações de promoção, prevenção e assistência à saúde, o CEJAM é considerado uma Instituição de excelência no apoio ao Sistema Único de Saúde (SUS). O seu nome é uma homenagem ao Dr. João Amorim, médico obstetra e um dos fundadores da Instituição.

 

Também pode ler:
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !