Gabriel Aragão lança composição com Roberta Campos em single “Se você quiser”

A captação de recursos é fundamental para a continuidade do Terceiro Setor, e para esse tipo de ação filantrópica é essencial o networking e troca de experiências entre especialistas do segmento.

“Durante a pandemia, me abri para testar algumas coisas que nunca tinha feito antes"


Cantor conhecido pela banda Selvagens à Procura de Lei revela primeiras canções solo

Nome de referência no indie rock nacional junto à banda Selvagens à Procura de Lei, o cantor, compositor e escritor cearense Gabriel Aragão segue mostrando outros sons que compõem seu repertório em uma sequência de lançamentos. Depois de uma trilha sonora instrumental - para o premiado filme “Malhada Vermelha” - e do single “Dia Cheio”, Gabriel lança a inédita “Se você quiser”, onde sela sua maior proximidade da MPB em uma composição escrita a quatro mãos com a cantora Roberta Campos

Ouça “Se você quiser”: https://ingroov.es/sevcquiser

A nova canção soma à estética inspirada pelo folk e pela MPB que vem marcando os últimos lançamentos de Gabriel Aragão. Sempre inspirado pela poesia do cotidiano, ele vai aos poucos mostrando seu primeiro EP solo, “ABRECAMINHOS”, a ser lançado em breve. 

“Durante a pandemia, me abri para testar algumas coisas que nunca tinha feito antes como compor com outras pessoas para além do meu círculo íntimo dos Selvagens à Procura de Lei. A banda foi uma escola por 10 anos, onde aprendi bastante sobre o poder de se criar algo junto de um parceiro especial. Então, quando bateu aquela fome de compor novidades, pessoas queridas e desconhecidas pipocaram na minha cabeça. Uma figura em especial me fez dar o primeiro passo: a Roberta Campos”, recorda Gabriel, que conheceu a cantora em 2018 durante a gravação do single “Jamoga - Acústico”, uma colaboração entre os Selvagens e Roberta. Nos anos seguintes, encontros em shows da banda para reprisar a parceria nos palcos e também nos bastidores de programas de TV ajudaram a selar essa amizade.

Durante o auge da pandemia em 2020, Gabriel retomou o contato com Roberta Campos para convidar a escreverem algo juntos. Pouco tempo depois, ela já enviou uma primeira melodia, dando o pontapé inicial em uma sequência de canções escritas em parceria. 

“Sempre valorizei esse tipo de parceria onde um autor deixa algo pela metade e o outro pode finalizar com liberdade. Então, quando convidei o Paul Raphes para produzir o EP junto comigo, já tínhamos uma ou outra coisa rabiscada e uma delas era ‘Se Você Quiser’. No começo, uma música delicada de amor. Da minha parte, refleti bastante sobre os relacionamentos durante a pandemia, os muitos casais que se separaram, aparentemente pela descoberta do que de fato é estar 24 horas junto, e, também, sobre os muitos casais que decidiram seguir em frente. Em comum, sinto que todos passaram por um ‘Se Você Quiser’, um momento na vida a dois em que é preciso parar a rotina e decidir por qual caminho trilhar”, analisa Aragão. 

Esteticamente, a intenção foi a de aproximar a música de uma roupagem com violão de nylon. Liricamente ela também tem um papel importante em toda a narrativa do EP. “ABRECAMINHOS” se utiliza do mar, seja subjetivamente ou explicitamente - como é o caso do clipe “Dia Cheio”. Não aconteceu diferente em versos como “meu barco espera à beira do cais”, ou “o vento sopra teus segredos / na frente do espelho / que se formou no mar”. O verso “velhos caminhos, novas portas” por pouco não se tornou o nome de todo o EP. 

Assista ao clipe “Dia Cheio”:

         
“Essa canção é marcante para mim, abrindo os caminhos para novas possibilidades, primeira composição em parceria com a Roberta que tenho o prazer de lançar”, finaliza Gabriel. 

A nova fase soma à trajetória de Gabriel Aragão ao longo da última década, passando pelos palcos com uma das principais novas bandas de rock do país, até o lançamento recente de “O Livro das Impermências” (Editora Letramento), com prefácio de Gregório Duvivier e orelha assinada pela Monja Cohen.

Agora, a nova faixa do artista chega às principais plataformas de música através do selo Rockambole.

Ficha técnica
música GABRIEL ARAGÃO e ROBERTA CAMPOS
direção artística GABRIEL ARAGÃO e PAUL RALPHES
produção musical PAUL RALPHES 
arte gráfica JOÃO LAURO FONTE 
mixagem VITOR FARIAS 
masterizado por CARLOS FREITAS no CLASSIC MASTER USA
baixo e teclados RODRIGO TAVARES 
guitarras FELIPE BADE
bateria e programações PAUL RALPHES 
vozes e violão nylon GABRIEL ARAGÃO
um lançamento do SELO ROCKAMBOLE
produção fonográfica e edição musical por QUARTO DO VENTO

© 2022 Quarto do Vento
℗ 2022 Quarto do Vento

Letra
Te vi correndo, o sol bateu
na sombra em meu farol.
Me fiz discreto feito um guarda-sol.

- Eu sei, meu bem, as coisas são assim.
- Porque? 
- Vai ver...
Anoiteceu e eu preciso só saber:

Onde está o seu sorriso 
no meio dessa dança?
Te levo com o meu corpo,
permita que eu te faça feliz.

Também amo o silêncio,
me mostre do seu rosto.
Te abraço para sempre
se você quiser.

Velhos caminhos, novas portas:
o que dizem os sinais?
Meu barco espera à beira do cais.

O vento sopra teus segredos 
na frente do espelho
que se formou no mar
e ao amanhecer o dia
já estou onde quero estar.

Vem trazer o seu sorriso 
pro meio dessa dança. 
Te levo com o meu corpo,
permita que eu te faça feliz.

Também amo o silêncio, 
me mostre o seu rosto.
Te abraço para sempre
se você quiser.

Eu e você, tão bons amigos:
te quero sempre mais.
Eu e você, tão bons amigos:
te quero sempre mais.
Te quero sempre mais

Vem trazer o seu sorriso 
pro meio dessa dança. 
Te levo com o meu corpo,
permita que eu te faça feliz.

Também amo o silêncio, 
me mostre o seu rosto.
Te abraço para sempre
se você quiser.

Se você quiser...
Se você quiser...
Se você quiser...

Gabriel Aragão na web
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !