ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/19/2020

Brincando com Fogo: Maria Sabina & A Pêia lança álbum de estreia

Maria Sabina & A Pêia lança álbum de estreia  	Brincando com Fogo" 

Com sete faixas, obra se inspira em Ramones e Mundo Livre S/A


“Toda tensão foi feita para se quebrar”. É com essa reflexão que a banda Maria Sabina & A Pêia acaba de lançar o álbum de estreia: Brincando com Fogo. O disco tem oito músicas e conta com um caldeirão de referências, tais como Mundo Livre S/A e  Ramones.  


Escute o álbum Brincando com Fogo via Spotify ou Deezer


A obra tem produção artística de Adalberto Rabelo Filho, popularmente conhecido como compositor de nomes como Jards Macalé, Vespas Mandarinas e Maria Alcina. A tracklist inclui o single Todo mundo é corno e as faixas A desertora, Abalo sísmico, Santa Tecnologia, Guerreiros Reluzentes, Cara de Inocente, Manual de Resistência Cerebral e Acima do Bem E do Mal.


As sessões de gravação ocorreram entre junho e agosto de 2019 na Sala Fumarte, em Brasília (DF). A mixagem foi feita por  Guilherme Negrão enquanto a masterização ficou a cargo de Alexandre Fontanelli.


Arte da capa por Willen Teófilo e João Gabriel


Maria Sabina, que é vocalista e líder do grupo, frisa que o título do álbum sugere a alegria perante situações turbulentas. “Álcool em gel e palavras ativas limpam um ambiente que corrói. Por isso, os festejos e as danças são nossas armas pra lutar. Desta forma, usamos do bom humor para falar de  psicoativos, chifres, revoluções, viagens astrais e paixões avassaladoras”.


O produtor, Adalberto Rabelo Filho, por sua vez, destaca as experimentações realizadas em estúdio. “Tentei extrair o lado mais ousado da banda. Por isso, pensamos no groove da música africana. Também tivemos referências ligadas à gêneros como rock, funk, sertanejo e música eletrônica”


Assista o videoclipe de Acima Do Bem E Do Mal


A banda Maria Sabina & A Pêia está em atividade desde 2015. O quarteto é natural de Brasília (DF) e ainda conta com os músicos Bruno Sodré (guitarra), Bil Detrito Federal (baixo) e Éveri Sirac (backing vocal, sintetizador e violão). Anteriormente, a banda lançou o single Potente Amor (2018) e o EP Tempo Arruaceiro (2017).


Maria Sabina & A Pêia é:

Maria Sabina – vozes e cavaco

Bruno Sodré – guitarra

Bil Detrito Federal – baixo

Éveri Sirac – backing vocal, sintetizador e violão.


Ficha Técnica

Produção: Adalberto Rabelo Filho

Mixagem: Guilherme Negrão

Masterização: Alexandre Fontanelli


Músicos de apoio: Thiago Cunha (bateria), Mariano Toniatti (percussão), Dinho Lacerda (percussão) e Juliana Cardoso (backing vocal)


Tracklist

1.A desertora

2.Abalo sísmico

3.Acima do bem e do mal 

4.Cara de inocente

5.Guerreiros Reluzentes

6.Santa Tecnologia

7.Todo mundo é corno

8.Manual de Resistência Cerebral


Faixa a faixa

A desertora trata da visão feminina a respeito do falido modelo de família e de trabalho impostos pela sociedade patriarcal. A partir da visão de um soldado desertor do Exército e uma instituição também extremamente rígida, uma mulher decide desertar de sua vida oprimida também.

Abalo sísmico é uma declaração de rendição a um amor surpreendente e inesperado, mas que é celebrado e comemorado.

Acima do bem e do mal é uma música inspirada no livro “Além Do Bem E Do Mal” - de Nietszche - que fala da capacidade que algumas pessoas têm de realizar seus objetivos por comportarem-se de forma original, sem se importar com questões morais, pois estão acima de dogmas socialmente construídos.

Cara de inocente é um deboche sobre os supostos “cidadãos de bem” e sobre pessoas que vendem suas imagens de formas que não condizem com as suas realidades.

Guerreiros Reluzentes fala de um povo existente no mundo metafísico, sendo estes tratados como seres superiores que cantam e dançam animando o mundo astral.

Santa Tecnologia é uma música romântica, atual, sobre os problemas do distanciamento, que a tecnologia consegue resolver apenas em partes.  

Todo mundo é corno é um deboche em relação as atuais canções sertanejas que exploram a infidelidade numa sociedade hipócrita. A música desconstrói a importância da traição nos relacionamentos - uma vez que todo mundo é corno.

Manual de Resistência Cerebral é uma homenagem ao “Mini-manual Do Guerrilheiro Urbano” -  de Carlos Lamarca - questionando a situação real da existência humana na Terra.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo