ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/18/2019

Diversas expressões do Cinema de Terror na programação da 13ª CineBH

Nightmare Cinema-foto Michael Moriatis

Entre os dias 17 e 22 de setembro, a capital mineira será sede da 13ª CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte e do 10º Brasil CineMundi – International Coproduction Meeting. Durante os seis dias de programação gratuita, a mostra cuja temática é “A internacionalização do cinema brasileiro e os desafios para o futuro”, exibirá 85 filmes nacionais e internacionais, entre pré-estreias e retrospectivas (24 longas, 3 médias e 58 curtas-metragens), em cinco espaços culturais de Belo Horizonte - Cine Theatro Brasil Vallourec, Fundação Clóvis Salgado/Palácio das Artes, Sesc Palladium, Centro Cultural Sesiminas e MIS Cine Santa Tereza.

Os críticos Francis Vogner dos Reis e Marcelo Miranda, responsáveis pela curadoria de filmes da 13ª CineBH, selecionaram alguns representantes da produção contemporânea de filmes de terror para o deleite dos fãs do gênero.

Conforme explica Marcelo Miranda, “a 13ª CineBH tem uma quantidade considerável de filmes de horror, em comparação em relação à quantidade total de filmes, porque esses filmes apareceram e fazem sentido com a proposta da curadoria desse ano. Percebemos que muitos dos filmes internacionais e brasileiros que estávamos buscando, lidavam com o imaginário do terror para falar sobre o presente, sobre alguns traumas e constrangimentos do momento contemporâneo, na política, na economia e na sociedade no mundo todo”.

Para o crítico de cinema, “o que todos essas produções têm em comum é uma atmosfera de um momento presente muito difícil, muito sombrio, em que os filmes de algumas medidas estão refletindo. Os vários terrores representados nas telas da 13ª CineBH refletem esse momento e são filmes que, nas suas particularidades, transmitem o desconforto e o mal-estar muito característicos de uma certa falta de perspectiva do que virá daqui para frente”.

Miranda dá como exemplo, o “Nightmare cinema”. “É um filme mais imediatamente identificado com terror e muito poderoso, com várias histórias sombrias e violência, mas tem um pouco de um pouco de crítica social. Por mais que ele não tenha sido feito assumidamente com cunho político, ele é um reflexo muito direto do mal-estar e do desconforto da Era Trump. É uma obra que parece ilustrar muito bem esse momento difícil que o país atravessa”.

Horror no cinema nacional

No caso do Brasil, Marcelo Miranda destaca o filme “Noite Amarela”, que é uma produção independente da Paraíba. “Nele, jovens vão comemorar o final do período letivo e acabam acontecendo alguns estranhos desaparecimentos. É uma produção em que o horror dele vem de um vazio, de uma dificuldade de uma certa juventude em ver uma perspectiva de futuro. É também é um filme que responde, em alguma medida, aos últimos quatro, cinco anos de política brasileira”.

E também o longa-metragem “Os Jovens Baumann”. “É uma obra que fica no limite entre o experimentalismo de linguagem e uma história de horror. É um formato que se notabilizou nos anos 1990 e 2000, com o filme ‘A Bruxa de Blair’”, aponta o curador.

Longas-metragens

QUINTA | 19 DE SETEMBRO – CINE HUMBERTO MAURO – PALÁCIO DAS ARTES
19h00 - Mostra Contemporânea | Pré-Estreia Nacional

OS JOVENS BAUMANN (Ficção, Colorido, DCP, 71 min, 2018) - Direção: Bruna Carvalho Almeida

Os Jovens Baumann - Mostra Contemporânea - Longa-Metragem-Foto- Divulgação

Sinopse: 1992. Os Jovens Baumann, últimos herdeiros de uma prestigiosa família de Santa Rita d’Oeste, sul de Minas Gerais, desapareceram sem deixar vestígios. 2017. Uma caixa com fitas VHS é encontrada, contendo registros caseiros de seus últimos momentos, durante suas férias na fazenda da família. Através da compilação desses arquivos familiares, o filme reorganiza os fragmentos de um mistério até hoje sem solução.
Classificação: 14 anos

SEXTA | 20 DE SETEMBRO – CINE HUMBERTO MAURO – PALÁCIO DAS ARTES
19h00 - Mostra Contemporânea | Pré-Estreia Nacional

A NOITE AMARELA (Ficção, Colorido, DCP, 100 min, 2019) - Direção: Ramon Porto Mota

A Noite Amarela - Mostra Contemporânea - Longa-Metragem-Foto Divulgação

Sinopse: Desejando comemorar o fim do ensino médio, Karina viaja com seus amigos até uma casa de praia situada numa pequena ilha na costa do nordeste brasileiro. Em meio a festas, conversas e recordações, a garota percebe que há algo fora do lugar: uma sensação profunda de estranheza toma conta de si. Algo espreita a todos enquanto uma morte silenciosa os aguarda.
Classificação: 14 anos

DOMINGO | 22 DE SETEMBRO – CINE HUMBERTO MAURO – PALÁCIO DAS ARTES
19h30 - Mostra Contemporânea | Pré-Estreia Nacional

NIGHTMARE CINEMA (Ficção, Colorido, 119 min, 2019) - Direção: Mick Garris, Joe Dante, David Slade, Ryuhei Kitamura, Alejandro Brugués

Sinopse: Cinco estranhos enfrentam seus medos mais profundos e sombrios em um cinema em ruínas. Um filme de horror coletivo com contos aterrorizantes dirigidos por lendas do gênero
Classificação: 14 anos

Curtas

SEXTA | 20 DE SETEMBRO – CINE HUMBERTO MAURO – PALÁCIO DAS ARTES
13h15 - CURTAS NO ALMOÇO - MOSTRA CONTEMPORÂNEA

CARNE (Ficção, Colorido, Digital, 12 min, 2018) - Direção: Mariana Jaspe

Carne - Mostra Contemporânea - Curta-Metragem-Foto- Divulgação

Sinopse: Um jovem casal tem uma intensa e acalorada discussão na piscina. Quando um deles entra na casa, o outro é surpreendido por Àmân.

CARANGUEJO REI (Ficção, Colorido, DCP, 23 min, 2019) - Direção: Enock Carvalho & Matheus Farias

Sinopse: Eduardo (Tavinho Teixeira) tem uma doença misteriosa em seu corpo. A aparição de caranguejos por toda a cidade do Recife pode ter algo a ver com isso.
Classificação: 14 anos

LOCAIS DE REALIZAÇÃO DO EVENTO 
Fundação Clóvis Salgado/Palácio das Artes| Instalação da CENTRAL DO CINEMA - *Cine Humberto Mauro *Sala Juvenal Dias *Teatro João Ceschiatti *Jardim Interno *Área de Convivência Cine-Café
Sesc Palladium| *GrandeTeatro * Cine Sesc Palladium (Sala Prof. José Tavares de Barros) * Foyer Rua Augusto de Lima
Cine Theatro Brasil Vallourec| *Grande-Teatro 
Centro Cultural Sesiminas |*Teatro Sesiminas
MIS Cine Santa Tereza | *Sala de Cinema

SOBRE A MOSTRA CINEBH -  BH INTERNATIONAL FILM FESTIVAL
O CINEMA BRASILEIRO EM CONEXÃO COM O MERCADO INTERNACIONAL
A Mostra CineBH é o evento internacional de cinema da capital mineira que chega a sua 13a edição de 17 a 22 de setembro de 2019, em cinco espaços da capital mineira. Promove a conexão entre o cinema brasileiro e o mercado internacional. Apresenta-se como instrumento de formação, reflexão, exibição e difusão do audiovisual em diálogo com outros países.

Em seis dias, a programação oferece gratuitamente exibições de mais de 80 filmes nacionais e internacionais, pré-estreias e mostras retrospectivas, realiza programa de capacitação com a oferta deoficinas, workshops e seminárioque promove o fomento ao empreendedorismo, dissemina a informação, produz e difunde conhecimento, cria oportunidades de rede contatos e negócios, reúne a cadeia produtiva do audiovisual numa programação abrangente e gratuita e, ainda realizahomenagens, debates, oficinas, Mostrinha de Cinema, programa Cine-Expressão e apresentações artísticas.

SOBRE O BRASIL CINEMUNDI – O EVENTO DE MERCADO DO CINEMA BRASILEIRO
O ano de 2019 é de celebração. A capital mineira será a sede do Brasil CineMundi – International Coproduction Meeting, que comemora uma década de realizações.

Consolidado e caracterizado como evento de mercado do cinema brasileiro, o empreendimento promove um encontro internacional de coprodução com atividades diversas de formação, capacitação, difusão e negócios que visam a inserção do cinema brasileiro no mercado global, a profissionalização do setor, a conexão de profissionais, ações de intercâmbio e cooperação internacional. Um espaço e plataforma de rede de contatos e negócios para o cinema brasileiro em intercâmbio com o mundo.

Serão apresentados 22 projetos de longa-metragem na categoria de "desenvolvimento/pré-roteiro" para 24 profissionais representativos da indústria audiovisual de 16 países.  

Sem comentários:

Enviar um comentário