Vencedora do Prêmio Aplauso Brasil integra elenco da peça A Falecida

Daniel Gonzales, Miriam Jardim e Eloisa Vitz

A atriz MIRIAM JARDIM, que integra o elenco da peça
“A FALECIDA” foi VENCEDORA da
VI EDIÇÃO DO PRÊMIO APLAUSO BRASIL
na categoria ATRIZ COADJUVANTE, pelo voto popular.
Ainda no elenco,  ELOISA VITZ foi INDICADA AO PRÊMIO
DE MELHOR ATRIZ e DANIEL GONZALES
INDICADO AO PRÊMIO DE MELHOR ATOR.
A peça está em cartaz até o dia 26 de agosto,
no Teatro Municipal Arthur Azevedo,
com espetáculos gratuitos.

 A Falecida
Texto: Nelson Rodrigues | Direção Eloísa Vitz
reestreia 4 de Agosto, no Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo – Sala Multiuso
Espetáculos Gratuitos

 Foto Claudinei Nakasone

* * * * * “Com eficiente talento, esta representação honra o teatro brasileiro” – Folha Opinião

“Trabalho competente com excelente utilização espaço cênico. Elenco afiado” – José Cetra Filho (crítico da APCA)

* * *  “Atuações afiadas numa caprichada produção” – Revista Veja

Eloísa Vitz, que já dirigiu 5 peças de Nelson Rodrigues, volta ao dramaturgo com a história de Zulmira, uma mulher obcecada pela ideia da própria morte e que planeja  um enterro de luxo para compensar sua vida suburbana.

A montagem do espetáculo “A FALECIDA” rendeu ao Grupo Gattu as indicações ao VI Prêmio Aplauso Brasil de Melhor Atriz, Melhor Ator, Melhor Atriz Coadjuvante. Além disso, o grupo foi indicado ao 30º Prêmio Shell na categoria Inovação; Destaque na Categoria Melhor Projeto do Blog do Arcanjo e o Prêmio ZesCar de Melhor Acolhimento.

Comemorando 18 anos, o Grupo Gattu volta à bem sucedida pesquisa das obras de Nelson Rodrigues e estreou, em junho de 2017 o espetáculo “A FALECIDA”.   O pedido do público por conta do enorme sucesso no ano anterior traz novamente a peça aos palcos do Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo – Sala Multiuso, com espetáculos gratuitos aos sábados e domingos, até o final de agosto.

As outras incursões do Grupo Gattu ao universo rodrigueano lhes renderam o convite para os festivais Ibero Americano de Teatro (com “Viúva, porém honesta”, em 2009, e “Boca de Ouro”, em 2011), de Curitiba (“Dorotéia”, em 2010) e São José dos Campos (“A Serpente”, em 2012), a participação no Festival Agosto 100 Nelson (com “Boca de Ouro” e “A Serpente”, em 2012) da Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo, além de figurarem entre os melhores espetáculos em cartaz na cidade de São Paulo pela Revista Bravo e Revista Veja.

 Foto Claudinei Nakasone

“A FALECIDA” é uma obra ousada, emocionante e cheia de humor mordaz. Assombrada pela moral e fascinada por uma ideia fixa de morte purificadora, Zulmira percorre funerárias planejando seu próprio enterro com pompas e cerimônias. A fim de se igualar a castidade de sua prima, desafia sua família e contraria seu marido, um homem desempregado e igualmente fanático, mas por futebol.

Esta montagem foi contemplada com a “IV Edição do Prêmio Zé Renato de Teatro para a cidade de São Paulo”. O Grupo Gattu  sentiu-se honrado com este prêmio da Secretaria Municipal de Cultura que contempla trabalhos cujas pesquisas são referências para a cultura do país. “Seguimos com orgulho o trabalho de elevar a memória do nosso maior dramaturgo trazendo aos palcos sua obra repleta de humor cáustico, provocação e sensualidade” comemora Eloísa Vitz, que também é a mulher que mais dirigiu espetáculos de Nelson Rodrigues no Brasil. 

Foto Claudinei Nakasone

SERVIÇO:
A Falecida
Texto: Nelson Rodrigues
Direção: Eloísa Vitz
Assistente de Direção: Miriam Jardim
Elenco: Eloisa Vitz, Miriam Jardim, Daniel Gonzales, Laura Vidotto, Mariana Fidelis, Lilian Peres, Rodrigo Vicenzo e Jailton Nunes.
Ator convidado: Darson Ribeiro
Estreou: dia 25 de abril de 2017
Nova Temporada: de 04 de agosto a 26 de agosto.
Sessões aos sábados às 21h e domingos às 19h.
Crédito das fotos: Claudinei Nakasone
Recomendação: 16 anos
Duração: 80 minutos
Cenário e Figurino - Heron Medeiros            
Iluminação - Newton Saiki
Capacidade: 50 lugares
Temporada gratuita
Retirada de Ingressos 1 hora antes do espetáculo.
Local: Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo – Sala Multiuso
Avenida Paes de Barros 955, Mooca
Telefone para informações: 11. 3791.2023

Sobre o Grupo

O Grupo Gattu atua há 18 anos na cidade de São Paulo trazendo ao público a excelência artística pautada na pesquisa cênica. Ao longo deste tempo, dezenas de espetáculos foram montados. O humor, a presença do essencial, os efeitos surpresa, o dinamismo, a inovação criativa e o rigor estético, estão sempre presentes em suas encenações. O Grupo Gattu tem como meta a formação de plateia, acessibilidade, e a democratização da cultura e da arte, através de espetáculos que dialogam diretamente com seu público.

Em 2017 o Grupo Gattu foi indicado ao 30º Prêmio Shell na categoria Inovação pela intensa atividade artística em diálogo direto com a plateia da Zona Norte; Destaque na Categoria Melhor Projeto do Blog do Arcanjo pela constante formação de público na Zona Norte de São Paulo; Prêmio ZesCar de Melhor Acolhimento; Indicação ao Prêmio Aplauso Brasil de Melhor Atriz, Melhor Ator e Melhor Atriz Coadjuvante. Ganhou a 4ª Edição do Prêmio Zé Renato de Teatro para Cidade de São Paulo.

Leia mais: http://www.gattu.com.br/

Sobre Eloisa Vitz
Eloisa Vitz é diretora e atriz do Grupo Gattu há 18 anos. Cursou a EAD – Escola de Artes Dramáticas da USP. É Bacharel em Direito e Letras e Pós- Graduada em História da Arte. Também é a mulher que mais dirigiu espetáculos de Nelson Rodrigues no Brasil.

Como atriz, destacou-se no grupo TAPA com os seguintes espetáculos: “As Viúvas”, de Artur Azevedo, sob direção de Sandra Corvelone; “Contos de Sedução”, de Guy de Maupassant; “A Importância de Ser Fiel”, de Oscar Wilde, e “Camaradagem”, de August Strindberg (premiado como melhor espetáculo pela APCA 2007, pela Associação Paulista dos Críticos de Arte), todas sob direção de Eduardo Tolentino.

À frente do Grupo Gattu realizou entre outros, os espetáculos: “Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente (2008), “Viúva porém Honesta” de Nelson Rodrigues (2008/ 2009/2011), “Dorotéia” de Nelson Rodrigues (2008/2009/2010/2011),“Boca de Ouro” de Nelson Rodrigues (2010/2011/2012); “Serpente” de Nelson Rodrigues (2011/2012), e “A Falecida” de Nelson Rodrigues (2017). São de sua autoria os textos das peças  “Rapunzel” (2012/2013/2014) – indicado ao Prêmio Femsa de melhor texto adaptado para teatro infantil, “Frisante” (2013),  “Reino” (2014) - vencedor do prêmio de melhor texto do Portal R7,  “Reino 2” (2015), “Amor” (2015) , “Cinderela” (2016),  “Fortuna”(2016) e “Graça” (2017).
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário