A EUSÉBIO CUP - Dignificante gesto do Benfica ao convidar a Chapecoense



 

Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9

Não entro em questiúnculas com laivos de rivalidade exagerada, chegando-se a entrar em despiques pessoais, invenções na vida de cada um, enfim, o que o futebol dispensaria. Mas isto vai continuar por muito tempo. De vermelhos, de verdes, de azuis (sem ser do Restelo), continuarão no trilho facebook as picardias. os insultos, cenas que também são protagonizadas por pessoas formadas, algumas delas que bem conhecemos. E de todos os lados surgem os facciosos.

Ora, a EUSÉBIO CUP é uma competição organizada pelo Benfica para homenagear aquele que foi um dos "monstros sagrados" do futebol português, Eusébio da Silva Ferreira, vulgarmente conhecido pelo "pantera negra" e que tive o prazer de, em 1973, 23 de setembro, estar presente na sua festa de homenagem com a colaboração de uma Seleção do Mundo que defrontou o Benfica (2-2).
                                                               

Esta EUSÉBIO CUP entra na décima edição e com data marcada para 22 de julho. Normalmente, o Benfica convida um adversário do TOP, mas, este ano, decidiu a direção do clube optar pelo clube brasileiro de Santa Catarina a Chapecoense, coletividade que foi abalada por um terrível desastre de aviação quando ia disputar um jogo na Colômbia, tendo perecido quase toda a caravana. O maior desaste de avião para os brasileiros. Este convite demonstrou toda a solidariedade do Benfica para com um clube que ainda vive enorme trauma. E aqui passa para o secundário a competição. Sabe-se que o Benfica tem maior poderio. De resto, este gesto do Benfica em convidar a Chapecoense é que demonstrou quão é importante a essência do verdadeiro ato de solidariedade. Parabéns, Benfica. 

E ainda temos esta atração:


A presença da Chapecoense no Estádio da Luz pode também promover um regresso. Artur Moraes, guarda-redes que militou no Benfica entre 2011 e 2015, é o guardião da equipa brasileira e pode voltar ao estádio de um clube onde foi feliz, onde foi campeão por duas vezes e conquistou uma Taça de Portugal e Uma Supertaça Cândido de Oliveira.
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário