ÀS QUARTAS – FEIRAS – Da “mágica do computador”



Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9
Sabia que o rock “Parei na Contra Mão “foi a primeira composição da dupla ROBERTO e Erasmo Carlos? Marco do início da histórica parceria.
ROBERTO CARLOS trabalhou no Ministério da Educação e Cultura arranjando uma vaga na Rádio MEC na função de programador musical, estava no lugar quase certo.
E m fevereiro de 1964 a revista do Rádio deu destaque a uma foto grande de ROBERTO CARLOS de boca aberta por causa da dançarina argentina Libertar Leblanc. Ela está dançando em frente dele com um maiô bem decotado.
Uma história interessante ocorrida em março de 1964. O trabalho de promoção de ROBERTO CARLOS concentra-se nos grandes magazines como Mesbla, Slopper, Tonelux, para as rádios passaram a escolher sua programação entre os discos mais vendidos nessas lojas. ROBERTO CARLOS logo fez amizade com as responsáveis pelo setor de discos. Sempre há uma vitrine do ROBERTO CARLOS seus discos tocando e as vendas subindo. As rádios não param de tocar suas músicas, em troca ele tem de enviar fotos autografadas para as vendedoras, além de passar uma vez ou outra nas lojas. Por manter esse tipo de postura ele galgou o mega estrelato que começou a vislumbrar.
Algumas do ROBERTO CARLOS. Em 1966 ROBERTO CARLOS abandonou um show no interior paulista porque várias mocinhas lhe atiravam bolinhas de papel. O problema é que elas foram imitadas pelo auditório todo, o “Brasa’ diz que aceita qualquer manifestação das fãs, mas ainda não está servindo de alvo para quem quer aparecer.
ROBERTO CARLOS recebeu de Chacrinha o título como Rei da Jovem Guarda. O cantor também recebeu o título de “O Brasa” do Corpo de Bombeiros da Guanabara e de Cidadão Carioca do deputado Nino Ribeiro. Poderoso este REI!
Num programa Noite de Gala (canal 13) às segundas feiras às 21 horas ROBERTO CARLOS, um cantor broto, entrou em contramão. Habitualmente ele atrasa a entrada no palco para retocar a maquiagem. Suas admiradoras não deixaram para depois, rasgaram suas roupas, arrancaram fios de seus cabelos. Que sufoco! Por isso o REI dizia que seus maiores problemas são as garotas!
Sucesso do cantor ROBERTO CARLOS em São Paulo em maio de 1964. Ele foi para essa capital fazer sua primeira apresentação no concorridíssimo programa “Os astros do Disco”, de Randall Juliano, na TV Excelsior, canal 9, onde somente os astros cantam. Ele interpretou Parei na Contra Mão. A reação das fãs foi excelente inclusive dos homens que, pediram autógrafos.
Sabia que com o sucesso do LP “É Proibido Fumar” os empresários que procuravam ROBERTO CARLOS não eram mais os de circo e sim os do show business?
Em setembro de 1964 surgiu um novo concurso, na rádio Mauá, “O Novo Ídolo da Juventude. ROBERTO CARLOS vence e na noite da coroação, ele e seus auxiliares usam uma estratégia conhecida por outros famosos, colocar o fã clube nas primeiras filas para gritar, desmaiar, subir no palco e beijar o ídolo, entre outras artimanhas.
Segundo a revista do Rádio (dezembro de 64) ROBERTO CARLOS fez tanto sucesso em Curitiba que depois da sua apresentação teve que se esconder numa casa de disco, mas as fãs quebraram os vidros e agarraram o cantor. Como ele dizia: “As garotas são o meu maior problema”.
Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário