Porque hoje é domingo




Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9
A saudade para esquecer o que hoje se passa no quotidiano
Já escrevi várias matérias sobre as olimpíadas 2016, inclusive sobre a sessão de abertura, que foi do melhor que vi até hoje. E não vou exagerar se afirmar que o encerramento foi tão bom ou melhor do que a abertura, o que significa que foram uns Jogos Olímpicos sempre em crescendo, para gáudio de todos os brasileiros, com o Rio de Janeiro na vanguarda, por ter sido a cidade-sede. Que grande lição de organização, de empenho de todos, enaltecendo-se aqui o voluntariado. Foi de mais. E é mesmo para se aplicar o adjetivo SAUDADE, velha máxima do cancioneiro português. Afinal, a língua portuguesa esteve presente. O Rio e o Brasil em si poderão ufanar-se de terem realizado uma das melhores olimpíadas de todos os tempos, a primeira que teve lugar na América do Sul. Acresce que, no encerramento, nada faltou em termos da cultura brasileira. Que grande apoteose!
Valeu, Rio, valeu Brasil!
Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário