Por que Roberto Carlos é tão amado?

 
Léo Uliana
É bem verdade que quando ganhou o título de Rei, com o qual até hoje é reverenciado por milhares e milhares de fãs no Brasil (e fora dele), Roberto Carlos era ainda um jovem rapaz que mal sabia os contornos pelos quais sua carreira passaria. Mas hoje, com exatos 57 anos de carreira, ele não só continua fazendo jus ao título, como contribui bastante para merecê-lo. Enquanto muitos críticos musicais se repetem ano a ano na tentativa de desmerecer seu trabalho, com a justificativa de que seu trabalho ficou datado, ele vem na contramão mostrando aquilo que seu público mais aprecia, que é exatamente a mesma força cênica com a qual apresenta suas canções há cinco décadas.

Roberto é o mesmo? Pode até ser. Mas talvez seja exatamente por essa razão que ele permaneça em larga vantagem como o artista mais popular do Brasil. Roberto não se furta de ser o “amante à moda antiga” que suas fãs tanto admiram.

E foi assim que ele subiu ao palco do Vivo Rio para mais uma temporada carioca de shows. Com a casa cheia (ingressos esgotados com um mês de antecedência), o Rei começou a apresentação com a clássica “Emoções” e seguiu o roteiro com outras consagradas canções que estão no imaginário popular há tempos. “Desabafo”, “Detalhes”, “Se Você Pensa”, “Olha”, “Outra Vez” e a emocionante “Lady Laura”, que ele compôs em homenagem à sua mãe, foram alguns dos sucessos que fizeram a alegria do público.

Após duas horas de show, Roberto chegou ao ápice da sedução quando fez a tradicional distribuição de rosas. E isso foi apenas a consagração de uma noite que começou brilhantemente e terminou com o eterno gostinho de quero mais. E para o fiel público do Rei, que seja mais do mesmo. Porque é assim, sendo o mesmo, que ele é amado há tantos e tantos anos.
Derbson Frota

Sobre o autor

Derbson Frota - Professor, blogueiro, jornalista, radialista, cordelista e wikipedista, é graduado em História e especialista em Mídias na Educação e em Informática e Comunicação na Educação. Redator do Portal Splish Splash desde 2014. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Comentários

2 comentários :

  1. Creuza Maria Machado Antônio20/12/2016, 13:28:00

    Roberto não tem que dar bola para os que o críticam, já provou que estão errados, ele é muito respeitado e amado por milhares de pessoas pelas músicas maravilhosas e pela pessoa ímpar que é pessoalmente e isso eles terão que engolir

    ResponderEliminar
  2. Ele é e será nosso eterno de geração a geração, dando um banho em todos aqueles que se dizem capaz de supera-lo. Sabe porque não conseguem?, porque nós estamos aqui, vivas com bengala ou sem ela mas estamos aqui, cheias de vigor aplaudindo, amando, esse cantor e compositor que Deus nos deu de presente. Estamos aqui com ele porque acreditamos nele!

    ResponderEliminar