Sangre Ibérico interpretam com engenho e arte “Cavalgada” de Roberto Carlos

 
Fotocomposição Portal Splish Splash



Por: Armindo Guimarães
Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins
Facebook

Depois do sucesso no Got Talent Portugal, os Sangre Ibérico, constituídos por André Amaro, voz e guitarra, Alexandre Pereira, cajon, e Paulo Maia, guitarra clássica, apostam no flamenco, e no fado, unindo Portugal e Espanha na transformação de fados, e de musica tradicional portuguesa, em rumbas flamencas, para além de escolherem, e arranjarem temas originais, não só em português como também em castelhano.

O seu mais recente trabalho é, quanto a nós, uma das mais bem conseguidas versões daquela que é uma das maiores obras da dupla Roberto Carlos/Erasmo Carlos, de 1977, ou seja, "Cavalgada".

A brilhante interpretação de André Amaro, aliada à excelente qualidade de execução instrumental do grupo, é prova disso.

Mas melhor do que se possa dizer, sobre o que consideramos uma autêntica revelação, o vídeo que juntamos fala por si.

Sangre Ibérico - Cavalgada

SANGRE IBÉRICO no Facebook
https://www.facebook.com/SangreIbericoppa/
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Comentários

2 comentários :

  1. A canção Cavalgada já é um delírio e agora apresentada nessa fantástica versão, com a belíssima interpretação de André Amaro, só vem a nos encantar e emocionar ainda mais.
    Obrigada querido Armindo Guimarães por nos trazer essa maravilha!
    Tu és o Cara!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar