Mordida cruzada: conheça as causas, sintomas e formas de tratamento



 Distúrbio pode ser causado por razões genéticas ou fatores externos

Problema bucal relativamente comum, a mordida cruzada consiste no desencontro entre os dentes da arcada superior e os da arcada inferior. Em boa parte dos casos, ela é bem perceptível, principalmente quando os dentes de baixo se sobrepõem sobre os de cima, deixando o queixo com uma proeminência para frente. No entanto, existe a possibilidade de o problema passar despercebido, pois pode ser mascarado por dentes aparentemente alinhados, mas que se deslocam de maneira incorreta durante a mastigação.

“Geralmente, a mordida cruzada tem razões genéticas, mas também pode ser ocasionada por fatores externos, como o hábito de chupar o dedo ou chupeta, uso prolongado de mamadeiras, perda precoce de dentes, entre outros. Essas condições levam a alterações musculares e funcionais do organismo, o que causa esse desalinhamento”, explica Rosane Menezes Faria, dentista da Odonto Empresas, do grupo Caixa Seguradora.

Consequências da mordida cruzada

Segundo a profissional, na infância, a mordida cruzada atrapalha o correto crescimento dos ossos da face. “Isso reflete no desenvolvimento fonoaudiólogo, mastigação e respiração da criança. Posteriormente, na vida adulta, o desalinhamento pode trazer problemas como o bruxismo, fratura e perda de dentes, retração gengival e comprometimento das articulações da boca”, alerta.

Tratamento

Sobre o tratamento, a especialista conta que quando a enfermidade tem causas genéticas, a solução é utilizar aparelhos específicos, que estimulam o crescimento da maxila para que ela se ajuste corretamente à arcada inferior. “Esses aparelhos não causam dor e trabalham com o objetivo de estimular o sistema nervoso central a remodelar as estruturas ósseas, musculares e articulares da boca. E mesmo que esses aparelhos possam ser usados em qualquer idade, quanto mais cedo forem utilizados, melhor”, discorre.

Também é possível tratar a mordida cruzada com Pistas Diretas Planas. “Neste tratamento, o formato dos dentes de leite é alterado com o uso de resina para que os dentes superiores toquem corretamente os inferiores”.

Vale destacar que quando a diferença entre os arcos das duas arcadas for muito grande, o tratamento é cirúrgico, no entanto, ela só pode acontecer na fase adulta. “A cirurgia corrige o posicionamento incorreto dos ossos dos terços médio e inferior da face. A necessidade de realização do procedimento será sempre determinada com base na avaliação do dentista”.

Por fim, a dentista ressalta que o ideal é que a mordida cruzada seja diagnosticada ainda na infância. “Assim, fica mais simples de corrigir o desalinhamento e evitar problemas futuros. Portanto, como ela pode passar despercebida em alguns casos, é fundamental que os pais levem a criança ao dentista regularmente, mesmo que o pequeno não esteja com nenhum problema aparente”, finaliza.

 Sobre a Odonto Empresas

A Odonto Empresas, do grupo Caixa Seguradora, é uma das maiores operadoras de planos odontológicos do Brasil. Com mais de 20 anos de experiência no segmento, a empresa oferece diversas opções de planos individuais e corporativos. Atualmente conta com 550 mil beneficiários, 7.500 pontos de atendimento e mais de 25 mil opções de atendimento em todo o Brasil. A empresa faz parte da Caixa Seguradora, uma união bem-sucedida entre duas instituições: a CNP Assurances, líder do mercado francês em seguros de pessoas, e a Caixa Econômica Federal. www.odontoempresas.com.br
Alda Jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário