O fotógrafo que sentiu pena de Roberto Carlos no início dos anos 60

Roberto Carlos: banquinho e violão no Irajá

Ele fotografou aquele estranho que cantava no palco. Mais tarde descobriu que era... 

Elcio Braga

Uma história que dá um filme. O fotógrafo Gemerson Dias narra para o documentarista e jornalista Elcio Braga algo inusitado. Anos 60, ele vai a um clube no subúrbio do Rio. Lá vê um cantor desconhecido, que cantava só com seu violão diante de uma plateia que não lhe dava a mínima. Fez uma única fotografia por compaixão. Afinal, o sujeito cantava para ninguém. Eis que, anos depois, ao olhar seus arquivos, descobre que o tal cantor era ninguém menos do que Roberto Carlos - um dos maiores vendedores de discos do mundo.


O trabalho, de Elcio Braga, é mais um para a coleção de golaços que o craque dos vídeos acumula na sua carreira. 


 
 

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário