Negro Leo lança Action Lekking, novo disco gravado no Red Bull Studio

Negro Leo no Red Bull Studio. Créditos: Felipe Gabriel/Red Bull Content Pool

Gravado em três dias em São Paulo, o sétimo álbum do cantor, compositor e violonista conta com influências que vão do tropicalismo à "cultura lek"

São Paulo, setembro de 2017 - Durante menos de uma semana no final de julho, Negro Leo se isolou no Red Bull Studio São Paulo para gravar, numa tacada só, seu sétimo álbum, que sucede "Água Batizada", de 2016 e foi batizado de “Action Lekking”. "Tropicalista, elétrico e setentista", como o próprio músico descreve, o registro tomou forma com Sérgio Machado na bateria, Fabio Sameshima no baixo e Bruno Schiavo no violão, em algumas faixas.

"Esse disco é o brilho do Sérgio Machado e a elegância e velocidade de Fabio Sameshima", define Leo. "Esse sim podem dizer que é tropicalista", completa. O cantor e compositor maranhense (atualmente baseado no Rio de Janeiro) também debruça boa parte das referências do registro na cultura "lek", "que é toda essa juventude empobrecida e sofrida que dribla cada situação com muita alegria e suingue", explica.

O disco foi lançado pela internet nesta segunda-feira, 11/9 (pode ser ouvido via Bandcamp e YouTube), e estará disponível em plataformas digitais a partir de 24/9. Em outubro, “Action Lekking” chega às lojas físicas.

Sobre o Red Bull Studio São Paulo
Desde 2013, o Red Bull Studio São Paulo funciona como um espaço de experimentação e produção musical para artistas dentro do Red Bull Station, onde funcionou a antiga subestação de energia Riachuelo. Com altíssimo padrão técnico, o estúdio é reservado para talentos de estilos diversos, independente de sua abrangência ou tempo de carreira. Por ali, já passaram nomes como Elza Soares, Metá Metá, Nação Zumbi, Emicida e Arto Lindsay.

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário