Filmes TV Brasil: 16 a 24 de setembro


“A Banda das Velhas Virgens”

Sábado, 16 de setembro, às 16h, na TV Brasil.


Em “A Banda das Velhas Virgens”, o humorista Amácio Mazzaropi vive um caipira chamado “Gostoso”, maestro de uma banda formada por senhoras idosas e beatas.

Expulso de suas terras, Gostoso vai morar em um ferro-velho nos arredores da cidade, onde encontra um saco de joias e acaba acusado de roubo. Agora, tem que fazer de tudo para provar sua inocência.



Reprise. 100 min. Ano: 1979. Direção: Pio Zamuner (codiretor: Berilo Faccio) Produção: Amácio Mazzaropi. Roteiro: Rajá de Aragão e Amácio Mazzaropi. Elenco: Mazzaropi, Geny Prado, André Luiz Toledo, Gilda Valença, José Velloni. Gênero: Comédia. Classificação Indicativa: livre.


“O Puritano da Rua Augusta”

Sábado, 16 de setembro, às 23h30, na TV Brasil.
 

Punduroso (Amácio Mazzaropi) é um pai de família extremamente conservador. Ele deixa os filhos loucos com sua mania de manter a moral e os bons costumes sempre em primeiro lugar.


Após sofrer um ataque do coração, tudo muda. Punduroso passa a se comportar como um jovem outra vez: muda o cabelo, as roupas e até o gosto pela música.


Reprise. 102 min. Ano: 1965. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi, com Amácio Mazzaropi, Marly Marley, Marina Freire, Elizabeth Hartmann, Edgard Franco. Classificação Indicativa: Livre.


Segunda-feira, 18 de setembro, às 23h

“7 Cajas”


É sexta-feira à noite no Mercado 4 de Assunção, Paraguai. Víctor, um moço de recados de 17 anos, consegue um serviço. Com a remuneração, pretende adquirir um celular. Entregam-lhe sete caixas para que o jovem as transporte em troca de cem dólares.

Víctor desconhece o quanto esse dinheiro vale em guaranis, a moeda do Paraguai, mas tem a impressão de que é um valor alto.


O que parece um trabalho fácil não demora a dar problemas: as caixas contém algo que todos querem. De repente, Víctor se vê enredado em um crime com o qual não contava.


Inédito. 100 min. Gênero: policial, suspense. País: Paraguai. Direção: Juan Carlos Maneglia e Tana Schémbori, com Celso Franco, Víctor Sosa, Lali Gonzalez. Classificação: 14 anos.


Quarta-feira, 20 de setembro, às 23h

“Centro de Gravidade”


Um casal desafia os limites da privacidade e do poder de influência ao começarem um jogo destrutivo em seu relacionamento.

Baseado no conto “Pity for the World”, do escritor americano David Plante, e ambientado no Brasil, o longa “Centro de Gravidade” aborda questões universais sobre o amor e as expectativas em relação ao amado.

Com roteiro e direção de Steven Richter, a produção tem trilha sonora original de Erik Blood e é protagonizado por Julio Machado e Ana Carolina Lima. O filme, de baixo orçamento, foi rodado ao longo de seis dias em São Paulo, com duas câmeras e equipe mínima, seguido por um minucioso trabalho de pós-produção.


O longa-metragem chamou a atenção da crítica no Raindance Film Festival, em Londres, onde foi exibido em 2012 e indicado como “uma obra de arte em atuação e em direção de atores”.
 

Reprise. 70 min. Ano: 2011. Gênero: romance. Direção: Steven Richter, com Ana Carolina Lima, Julio Machado, Carolina Fauquemont, Erick Krominski, Thaís Coury, Thadeu Peronne e Andrés Pérez. Classificação Indicativa: 16 anos


Quinta-feira, 21 de setembro, 23h30

“Aceito Folia”
 

"Aceito Folia" é um documentário sobre a Folia de Reis na Serra da Canastra, Minas Gerais. E é, principalmente, um documentário sobre a fé e a devoção de importantes personagens dessa região mineira que, com muito esforço e inspiração, mantém viva a tradição secular da festa.


Inédito. Gênero: Documentário. Direção: Bruna Carvalho. Produção: Igor Amin e Vinicius Cabral. Roteiro: Vinicius Cabral e Vitor Drumond. Classificação: Livre.


Sexta-feira, 22 de setembro, à 0h30

“Días Contados”


Antonio é um terrorista da ETA que, disfarçado de fotógrafo da imprensa, planeja um atentado em Madrid. Embora já não acredite na causa, continua preso à dinâmica de destruição e morte do grupo terrorista, até conhecer Charo, uma jovem prostituta por quem se apaixona. “Días Contados” é uma história de amor entre duas pessoas que vivem no limite.


Inédito. 93 min. Gênero: policial, drama. País: Espanha. 1994. Direção: Imanol Uribe, com Carmelo Gómez, Ruth Gabriel, Javier Bardem. Classificação: 16 anos.


Sábado, 23 de setembro, às 16h30

“Chofer de Praça”


Em “Chofer de Praça”, o ator e humorista Amácio Mazzaropi interpreta o humilde Zacarias, que se muda com a mulher para São Paulo a fim de arrumar emprego e ajudar o filho Raul a pagar a faculdade de Medicina.

Na comédia, o personagem começa a dirigir um modelo antigo de carro, muito barulhento e fumacento, que rapidamente vira motivo de piadas.


Primeira produção de Amácio Mazzaropi para o cinema, “Chofer de Praça” foi também o primeiro filme do comediante ao lado da atriz Geny Prado, que viria a ser seu par constante. Os números musicais são com Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol.


Reprise. 97 min. Ano: 1958. Direção: Milton Amaral, com Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Ana Maria Nabuco, Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol. Classificação: livre.


Sábado, 23 de setembro, às 23h30
“O Corintiano”



Em “O Corintiano”, Mazzaropi é '‘seu’' Manuel, um barbeiro fanático pelo Corinthians. Ele é capaz das maiores loucuras para torcer pelo seu time do coração, como andar com um burro preto e branco, bater boca com torcedores de times rivais, fazer promessas malucas, orações, sofrer e xingar na arquibancada.



Reprise. 98 min. Ano: 1967. Gênero: comédia. Direção: Milton Amaral, com Amácio Mazzaropi, Elizabeth Marinho, Lucia Lambertini, Nicolau Guzzardi, Carlos Garcia, Roberto Pirillo, Leonor Pacheco, Roberto Orosco, Augusto Machado de Campos, Xandó Batista. Classificação Indicativa: Livre.

Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário