Encontro musical encerra projeto de intercâmbio que traz o Movimento dos Artistas Huni Kuin (MAHKU) para a ESDI/UERJ


Evento reúne Ibã Sales Huni Kuin, Domenico Lancellotti, músicos convidados e coral de alunos na Audio Rebel

Uma semana inteira de trocas de conhecimentos marca o Projeto Correspondências, que em sua primeira edição recebe Ibã Sales, fundador do Movimento dos Artistas Huni Kuin (MAHKU). Entre 02 e 06/10 (segunda a sexta), o canto ancestral dos Kaxinawá, como ficou conhecido o povo Huni Kuin, dá o tom das oficinas que serão realizadas na Escola Superior de Desenho Industrial da UERJ, no Centro do Rio. E, coroando essa semana de imersão e pesquisa, acontece na Audio Rebel um encontro musical na sexta-feira (06/10), reunindo músicos de renome sob o comando de Domenico Lancellotti e o coro dos alunos que participarem da oficina. O evento tem início às 20h.

A iniciativa do Laboratório de Design e Antropologia (LaDA) da ESDI/UERJ promove oficinas, rodas de conversa e intercâmbio de saberes e conhecimentos entre mestres e artistas indígenas de todo o Brasil e estudantes, pesquisadores e profissionais de design, artes, arquitetura e urbanismo do Rio de Janeiro. As oficinas visam a mesclar conhecimentos tradicionais e acadêmicos em torno da construção de imagens, artefatos e ambientes, compartilhando linguagens, técnicas, ferramentas e pesquisas. Dessa forma, o Projeto Correspondências coloca em prática a ideia da composição coletiva.

A primeira edição do projeto convida o Movimento dos Artistas Huni Kuin, do Acre. Por meio do Centro Mahku Independente, uma série de oficinas e laboratórios de arte e percepção vem sendo realizada, combinando linguagens como canto, música, desenho, pintura, bordado e vídeo. Ibã Sales Huni Kuin é o idealizador dessa iniciativa de perpetuação da cultura de sua tribo, ao lado do professor e pesquisador da Universidade Federal do Acre, Amilton Mattos, seu parceiro no Centro Mahku Independente.


Ibã é um txana, mestre dos cantos na tradição do povo huni kuin. Ao tornar-se professor, ainda na década de 80, aliou os saberes de seu pai Tuin Huni Kuin aos conhecimentos ocidentais, passando a pesquisar na escrita a sua tradição junto com seus alunos. Em 2008, ingressou na Universidade Federal do Acre e criou o Projeto Espírito da floresta visando, com seu filho Bane, pesquisar processos tradutórios multimídia para esses cantos, compondo o coletivo MAHKU – Movimento dos Artistas Huni Kuin.

Ibã Sales compartilha os conhecimentos desenvolvidos ao longo dos anos com os alunos cariocas pela primeira vez. De segunda a sexta, serão realizadas duas oficinas: uma de canto e música e outra focada em desenho e experimentação visual. A oficina de canto e música tem carga horária de 15 horas, distribuídas ao longo de cinco períodos de três horas, entre 19h e 22h. Nos três primeiros dias, acontece na Esdi, e nos dois últimos períodos os oficineiros se reúnem a Ibã e a um grupo de músicos organizado por Domenico Lancellotti, culminando num encontro musical aberto ao público.

Para este evento único, Domenico (percussão) convida nomes já conhecidos da cena musical carioca para acompanhar no palco as vozes de Ibã Sales e seus alunos. Bem Gil (pedais), Thiago Queiroz (flauta, sax), Bruno di Lullo (synth), Karina (flauta) e Rafael Rocha (percussão) formam esse acompanhamento de luxo para os cânticos huni kuin. O encontro é aberto ao público em geral e acontece na casa da música plural carioca: a Audio Rebel. A classificação é livre e as entradas custam R$20.

Já a oficina de desenho e experimentação visual será ministrada por Ibã Sales Huni Kuin, com apoio de Zoy Anastassakis, coordenadora do Projeto Correspondências e do Laboratório de Design e Antropologia da ESDI/UERJ. Ao longo de quatro períodos que totalizam 16 horas-aula, partindo do canto e da música apresentada por Ibã, os oficineiros serão estimulados a desenhar e explorar outras linguagens visuais para em seguida produzir experimentos visuais em torno dos desenhos e da música.

Estudantes da Escola de Desenho Industrial (ESDI) e da UERJ têm participação gratuita nas oficinas, mediante o pagamento da taxa de inscrição. Já os demais participantes podem contribuir de acordo com as categorias solidário (R$270), ideal (R$300) e abundante (R$330). Os valores reunidos por meio de pagamento das contribuições dos oficineiros serão revertidos para a viabilização da estadia de Ibã Sales no Rio de Janeiro, durante os dias de oficina. As matrículas já estão abertas:

Oficina de canto: https://goo.gl/5tyu7K
Oficina de desenho e experimentação visual: https://goo.gl/i397rt

SERVIÇO:

Encontro musical com Ibã Sales Huni Kuin, coral de alunos e os músicos Domenico Lancellotti, Bem Gil, Thiago Queiroz, Bruno di Lullo, Karina e Rafael Rocha
Data: 06/10/2017 (sexta-feira)
Horário: 20h
Local: Audio Rebel
Endereço: Rua Visconde de Silva, 55 - Botafogo - Rio de Janeiro/RJ
Ingresso: R$20
Classificação etária: Livre
Capacidade da casa: 90 pessoas (lotação máxima)
Forma de pagamento: para o ingresso, apenas dinheiro; no bar, todos os cartões de
crédito (nesta noite, não haverá venda de bebidas alcoólicas). Casa equipada com ar condicionado e wi-fi gratuito
Horário de funcionamento da bilheteria: todos os dias, de 13h às 21h

Realização: Laboratório de Design e Antropologia (LaDA/Esdi/UERJ) em parceria com: Centro Mahku Independente; Laboratório de Imagem e Som da Universidade Federal do Acre (Campus Floresta); Domenico Lancellotti.
Apoio: Associação de Professores, Ex-Alunos e Amigos da Esdi (AexDI), Universidade Federal do Acre (Campus Floresta), Colaboratório.
Organização: Zoy Anastassakis, Julia Sá Earp, Marina Sirito.

Oficina de canto e música
Ministrada por Ibã Sales Huni Kuin.
Carga horária: 15 horas.
De segunda, 02/10 a sexta, 06/10.
Segunda, terça e quarta, 19-22h, na Esdi.
Quinta, ensaio com Ibã e grupo de músicos, em estúdio, horário a confirmar.
Sexta, participação em encontro musical na Audio Rebel
Valores de contribuição: abundante, 330,00; ideal, 300,00; solidário, 270,00.
Número de vagas: 25, considerando a reserva de dez vagas para alunos da Esdi e da UERJ.
A oficina só será viabilizada com o mínimo de dez vagas pagantes preenchidas.

Oficina de desenho e experimentação visual
Ministrada por Ibã Sales Huni Kuin com apoio de Zoy Anastassakis.
Carga horária: 16 horas.
Terça, 03/10; quarta, 04/10; quinta, 05/10; sexta 06/10, na Esdi.
Horário: 14-18h.
Valores de contribuição: abundante, 330,00; ideal, 300,00; solidário, 270,00.
Número de vagas: 25, considerando a reserva de dez vagas para alunos da Esdi e da UERJ.
A oficina só será viabilizada com o mínimo de dez vagas pagantes preenchidas.

Para mais informações, acesse: https://aexdi.eventbrite.com.br/ e https://www.facebook.com/events/119238052028563

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário