Atrações da TV Brasil de sábado (dia 9)


Nova temporada do Programa Especial estreia amanhã 

Há 13 anos no ar, o Programa Especial estreia uma nova temporada amanhã, dia 9, ao meio-dia, na TV Brasil. Apresentado pela cadeirante e publicitária Juliana Oliveira, a atração conta com a participação de Fernanda Honorato, que é a primeira repórter de tevê com síndrome de Down no Brasil. O Programa Especial trata da inclusão social de pessoas com deficiência, e mostra a diversidade de personagens, dá dicas, e traz entrevistas e reportagens. 

 
Na nova temporada, um dos destaques são os esportes paralímpicos que farão sua estreia na Paralimpíada de Tóquio, em 2020: o parabadminton e o taekwondo. Em um dos episódios dedicados ao tema, o bicampeão olímpico Giovane Gávio vira repórter do Programa Especial e entrevista Mauro Vilarinho, campeão Parapan- Americano de Vôlei Sentado.

Em um dos quadros, Fernanda Honorato faz uma série de reportagens pelo Brasil. A repórter entrevista pessoas com síndrome de Down, que trabalham em diversos setores, como no turismo, e nas áreas de designer e administrativa.  

A cada semana, o Programa Especial é dedicado a um tema. Neste primeiro episódio da nova temporada, o assunto é acessibilidade,  questão muito importante para pessoas com qualquer tipo de deficiências. O Programa Especial deste sábado entrevistou a arquiteta Leila Rodrigues, que teve  pés e mãos amputados por conta de uma bactéria.

Cada um dos episódios da nova temporada vai abordar  um assunto relevante às questões das pessoas com deficiência, visando esclarecer, tirar dúvidas, transpor barreiras e informar o público em geral sobre o assunto. Entre os temas desta temporada estão mercado de trabalho, vôlei sentado, internet, moda inclusiva, independência, autismo, deficiência  auditiva e inclusão escolar.

O Programa Especial tem os seguintes recursos de acessibilidade: LIBRAS, legendas em português e audiodescrição.


Programa Especial
1º episódio - Acessibilidade
 
 
No sábado, dia 9, o assunto do Programa Especial é acessibilidade. Esse tema é muito importante para as pessoas que têm qualquer tipo de deficiência. A equipe do Programa conversou  com Leila Scaf Rodrigues,  que é arquiteta e teve seus pés e mãos amputados por conta de uma bactéria. Ela contou sobre as adaptações que precisou fazer depois da amputação, sobre seu trabalho como arquiteta, e também sobre o projeto de arquitetura adaptada, chamado de Unlimited. Leila falou ainda sobre sua surpreendente aceitação após ter tido as mãos e os pés amputados. Segundo ela, o fato de se aceitar bem como está, e até brincar com a situação, é o que faz com que consiga lidar com o assunto com leveza.
 

 A repórter Fernanda Honorato entrevistou Fernanda Machado, que escritora e designer e tem síndrome de Down. A escritora falou sobre seu projeto de conclusão da faculdade, o “Guia de Diagramação para um Livro Acessível”, e mostrou  os recursos que tornam um livro acessível para pessoas com diferentes tipos de deficiência.
       
SERVIÇO:
Programa Especial _ sábado, dia 9, ao meio-dia, na TV Brasil
 
 
TV Brasil exibe especial sobre a Bienal do Livro 
 

A TV Brasil exibe amanhã, às 22h30, um especial sobre a 18ª Bienal do Livro, que acontece no Riocentro, no Rio de Janeiro. Um dos destaques do programa é uma entrevista exclusiva com o escritor cubano Leonardo Padura, autor do romance histórico "O Homem que Amava os Cachorros", que já vendeu mais de 75 mil exemplares no Brasil. 
 

Na entrevista à jornalista Katy Navarro, o escritor cubano fala sobre a existência de uma “direita malévola” e também sobre erros da esquerda durante o século XX. “Fidel Castro disse que muitas vezes acusamos a direita, as oligarquias dos males e dos erros que nós revolucionários cometemos. E não analisamos os erros que nós, revolucionários, cometemos e também tivemos culpa de muitos dos fracassos do movimento progressista pelo mundo”, disse Padura, durante a entrevista.

No programa sobre a Bienal do Livro de 2017, Katy Navarro também conversou com os escritores Mauricio de Sousa, Mário Sérgio Cortella, Paula Hawkins, Daniel Azulay e Silviano Santiago. A 18ª Bienal do Livro termina neste domingo e pelo gigantesco pavilhão de exposições do Riocentro já passaram dezenas de milhares de visitantes. São estudantes, famílias, grupos de jovens, gente de todas as idades que foi Bienal não só pelos livros, mas também atrás de games, cosplay e  youtubers.

SERVIÇO:
Especial sobre a 18ª Bienal do Livro _ sábado, dia 9, às 22h30, na TV Brasil

 
Todas as Bossas exibe show de Arthur Maia
 

O Todas as Bossas deste sábado, dia 9, exibe show do baixista Arthur Maia. Com um trabalho que mescla influências do jazz, funk, samba, swing e reggae, Arthur Maia já tocou com diversas personalidades do mundo musical. O show do baixista vai ao ar às 21h30, na TV Brasil. 


O instrumentista já acompanhou grandes nomes da música brasileira e internacional como Ivan Lins, Luis Melodia, Gal Costa, Jorge Benjor, George Benson, Marisa Monte, Mart´nália, Roberto Carlos, Seu Jorge, Plácido Domingos, entre outros. 


No show, Maia interpreta músicas próprias e canções de outros compositores. O baixista já participou dos principais festivais internacionais tais como o New York Jazz Festival, o Festival de Jazz de Paris, o Montreux Jazz Festival, o Lugano Jazz, o Free Jazz Festival e o Heineken Concerts(Brasil). 


SERVIÇO:
Todas as Bossas - show de Arthur Maia, sábado (dia 9), às 21h30, na TV Brasil

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário