AkzoNobel apoia navio médico da Vine Trust que atenderá comunidades amazônicas


 
Alba Bittencourt
Portal Splish Splash


São Paulo, agosto de 2017 – As remotas e isoladas comunidades amazônicas passarão a receber serviços médicos primários, graças ao navio médico operado pela Vine Trust, que foi restaurado com revestimentos da AkzoNobel.
A nova embarcação da Vine Trust, chamada MV Forth Hope, deverá realizar mais de dois milhões de consultas médicas nos próximos 20 anos nas comunidades isoladas da Amazônia peruana. Equipado com instalações odontológicas, um centro cirúrgico, salas de consulta e uma farmácia, o navio fará com que médicos e dentistas voluntários provenientes de vários países, juntamente com uma equipe de clínicos locais, transformem a vida de pessoas que vivem em situações extremamente vulneráveis.

Várias organizações médicas e marítimas contribuíram para transformar o Forth Hope em um navio médico, incluindo AkzoNobel. Montado na Escócia, ele iniciou há pouco uma viagem transatlântica de 6600 milhas náuticas com destino à América do Sul. Graças aos revestimentos de alto desempenho da AkzoNobel, o navio consumirá menos combustível e emitirá menos poluentes durante o trajeto. Foram utilizados produtos das linhas Intergard, Interthane e Interline, fabricados e também comercializados no Brasil.

O Forth Hope fará parte do programa sustentável que a Vine Trust implementou no Peru. A instituição assistencial internacional baseada em Edimburgo viabiliza serviços voluntários nas áreas de medicina, construção de casas e cuidados a comunidades que vivem em extrema pobreza na Tanzânia e no Peru. Ela oferece serviços de saúde na Amazônia desde 2001.

O presidente-executivo da Vine Trust, Willie McPherson, afirma que o impacto do Forth Hope não pode ser superestimado. "A Vine Trust sempre buscou causar um impacto significativo e duradouro nas pessoas que ajudamos. A chegada do MV Forth Hope na Amazônia duplicará a capacidade atual do nosso Programa Médico no Peru, possibilitando a realização de 200 mil consultas por ano e a execução de serviços médicos inestimáveis nas comunidades ribeirinhas que, se não fosse esse programa, não seriam atendidas".

O envolvimento da AkzoNobel no projeto destaca o trabalho que a empresa vem fazendo através de sua iniciativa global Cidades Humanas. Com foco em melhorar, energizar e regenerar comunidades em todo o mundo, o programa é uma das muitas maneiras de tornar a vida das pessoas mais agradável e inspiradora.

"Nos orgulhamos dessa parceria com a Vine Trust para expandir os esforços e transformar as vidas dos mais necessitados", acrescentou Oscar Wezenbeek, diretor geral do negócio de Marine Coatings da AkzoNobel. "Essa iniciativa é um excelente exemplo de como empresas, ONGs e voluntários podem causar um impacto ainda maior quando trabalham juntas".
 
Sobre a AkzoNobel
A AkzoNobel cria todos os dias produtos essenciais para tornar a vida das pessoas mais agradável e inspiradora. Como uma companhia global líder em tintas e revestimentos e uma das principais produtoras de especialidades químicas, fornecemos ingredientes essenciais, proteção essencial e cor essencial para indústrias e consumidores em todo o mundo. Respaldados por um legado de pioneirismo, nossos produtos inovadores e tecnologias sustentáveis são concebidos para atender às crescentes demandas do nosso planeta em rápida transformação, tornando a vida mais fácil. Com sede em Amsterdã, na Holanda, empregamos aproximadamente 46.000 pessoas em cerca de 80 países e nosso portfólio inclui marcas conhecidas como Coral, Sikkens, International, Interpon e Eka. Consistentemente classificada como uma das empresas líderes em sustentabilidade, estamos comprometidos em energizar cidades e comunidades, criando um mundo protegido e colorido onde podemos melhorar a vida das pessoas por meio do que fazemos.
 

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário