União Europeia participa da XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios com foco nas cidades inteligentes


Alba Bittencourt
Portal Splish Splash


Representantes da União Europeia (UE), prefeitos, gestores municipais e agentes municipalistas de todo o Brasil, participam, de 16 a 18 de maio, da XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que ocorre no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília. Em pauta:  reformas previdenciária e trabalhista, crise hídrica, previdência social, resíduos sólidos, saneamento básico, mobilidade urbana, dentre outros. Promovida pela Confederação Nacional dos Municípios, seu objetivo é lutar em prol dos interesses dos serviços prestados ao cidadão brasileiro no local onde ele reside.

“Os municípios devem sempre se preocupar para melhorar a qualidade dos serviços prestados ao cidadão. O diálogo da União Europeia com as cidades brasileiras é uma troca de experiências e faz com que os municípios desenvolvam uma visão de futuro e tornem-se lugares mais eficientes, sutentáveis, apoiando e facilitando a vida das pessoas. Participar da marcha é uma oportunidade de levar o exemplo das cidades inteligentes europeias para os municípios brasileiros com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população”, disse Michel Mouchiroud da Delegação da União Europeia no Brasil.

A programação conta com vários espaços para debater temas de interesse das administrações municipais e da UE. O embaixador da União Europeia no Brasil, João Gomes Cravinho, participa, no dia 16, às 13h30, da abertura do Congresso Municipal Internacional e também lança o Projeto de Cooperação Urbana Internacional para a América Latina. Trata-se de uma iniciativa da UE para fortalecer o intercâmbio entre cidades latino-americanas e europeias, bem como obter o apoio de prefeitos ao pacto contra as mudanças climáticas. Na ocasião, além de Cravinho, estarão presentes os presidentes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, da FLACMA, Rafael Hidalgo, Manuel Acosta, da Federação Nacional de Municípios do México (FENAMM).

No Pavilhão da UE, a programação diária está bem diversificada, com painéis, mesas-redondas, debates, apresentações de modelos de cidades inteligentes europeias, a exemplo de Almada (Portugal), Milão (Itália), Seraing (Bélgica), Sanderborg (Dinamarca), Tartu (Estônia). Ainda no dia 16, no período da manhã, ocorrerá a assinatura do Pacto Global pelo Clima e Energia com os prefeitos. O acordo permite maior colaboração entre cidades em todo o mundo, preenchendo lacunas e construindo conexões, além de aumentar a oferta de financiamento para apoiar e capacitar a administração pública na ação local pelo clima e energia renovável.

Duas mesas-redondas acontecerão, no dia 17, no Pavilhão da UE. A primeira: "Como o desenvolvimento de cidades inteligentes ajuda a melhorar a qualidade de vida e economizar fundos públicos?", que abordará os benefícios de se investir no desenvolvimento urbano para economizar fundos públicos. A segunda: "Como financiar projetos e inovações de cidades inteligentes? Modelos de Financiamento e Mecanismos de Financiamento " tem o objetivo de identificar as barreiras para o financiamento de soluções inovadoras de cidades inteligentes e discutir os mecanismos e modelos potenciais que podem ser aplicados para superar esses desafios.

Municípios e Associações na Localização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”. A ideia é debater a importância do governo local e das ações das associações municipais e o seu papel para avançar nesse processo.

Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios – Em sua 20ª edição, a marcha é o maior evento municipalista da América Latina. Realizada desde 1998, é uma mobilização democrática que discute questões que influenciam no dia a dia dos entes federados, como saúde, finanças, educação. Na ocasião, também são apresentadas às autoridades as reivindicações do movimento municipalista. A marcha é um espaço de lutas para definir e alertar autoridades do Executivo, do Congresso Nacional e do Judiciário.
 

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário