Dia Internacional do Sapateado


O Dia Internacional do Sapateado é comemorado no dia 25 de Maio .

Essa comemoração se oficializou no dia 7 de novembro de 1989 quando o governo americano, regido por George Bush, assinou a Lei para essa data comemorativa. A criação desta Lei foi um árduo trabalho de Nicola Daval, Carol Vaughn e Linda Christensen do "Tap America Project" (TAP).

25 de maio virou então Dia Nacional do Sapateado nos Estados Unidos e imediatamente a comunidade sapateadora espalhada por todo o mundo assumiu esta data, fazendo com que esta data se transformasse no Dia Internacional do Sapateado.

O dia para esta comemoração foi escolhido justamente por ser a data de nascimento de Bill Robinson Bojangles, ícone precursor do sapateado americano, pois foi ele quem levou o sapateado para a meia ponta, trazendo leveza, clareza e presença cênica antes desconhecida nos palcos. A genialidade desse grande artista, tanto a seus passos quanto a de seu esforço para alcançar o sucesso na sociedade americana de início do século, deve ser lembrada nesse dia.

Vamos celebrar este dia, com uma homenagem a excelente sapateadora e coreógrafa há 40 anos, criadora do próprio método de ensino do sapateado, Marchina.

Conheça também os sapateadores que se destacam no cenário mundial!

Christiane Matallo


A atriz, bailarina, sapateadora, coreógrafa, musicista e cantora Christiane Matallo iniciou seus estudos em dança com apenas dois anos e meio e teatro com seis anos de idade no Jardim Encantado das Artes de Letícia Urban e Maestro Urban no interior de São Paulo. A única artista que sapateia e toca sax tenor e piano simultaneamente.

Desde 2000, organiza o Festival Internacional de Sapateado. Em 2006 desenvolveu o sambateado (fusão de sapateado com samba) dentro do carnaval brasileiro na Escola de Samba Mocidade Alegre- SP, que continua até hoje.

No ano de 2007  Christiane Matallo  aprovou a lei municipal 14.347-07 no município de São Paulo, que reconhece do "Dia Internacional do Sapateado" e que inclui a data no calendário oficial da cidade.

Steven Harper


Sapateador, coreógrafo, professor e produtor, é um dos principais incentivadores da arte do sapateado no Brasil. Residente no Rio de Janeiro desde 1991, é uma figura requisitada nos palcos e nas salas de aulas do Brasil e do mundo.

Abriu caminho para o sapateado em eventos de grande repercussão, como o Festival de Jazz de Montreux, na Suíça (2000), o Festival Back 2 Black (2009), o festival Rock in Rio (2011 e 2012, palco Rock Street) e o desfile de carnaval do Rio de Janeiro.

Apresenta o show Saguibatu.

Dirige a Companhia Steven Harper.

Organiza o festival Tap in Rio, juntamente com Adriana Salomão. Integra também a Comissão Artística/sapateado  do Sindicato da Dança do Rio de Janeiro (SPDRJ).

Cíntia Martin


Cíntia Martin iniciou seus estudos na dança em 1978, no Centro Profissional da Dança Ballet Dalal Achcar, onde cursou Ballet, Jazz, Sapateado e Dança Caráter até 1988. Concentrou seus estudo no sapateado a partir de1987.

Integrou a Cia. Dá No Pé, no Rio de Janeiro, em 1988, iniciando sua carreira profissional e atuando em seu primeiro musical de teatro, a peça infantil “A Pipa”. Em 1996, em New York, foi presenteada, juntamente com Cintia Chamecki, por Brenda Bufalino, com um duo improviso no “Gertrude’s Nose – A Tap Opera”. Em 1997, lançou sua primeira publicação, “A Arte do Sapateado em Pequenas Dicas”, em formato de apostila, uma das primeiras fontes de referëncia em português sobre sapateado. Em 1998, inaugurou a “TapWeb Cintia Martin”, site dedicado ao sapateado que conta um pouco de sua experiência, com fotos, links, entrevistas, cadastros, debates e dicas.

Em 2000, criou a “Companhia Claquettes”, desenvolvendo trabalhos coreográficos baseados nos mais diversos ritmos e estilos musicais. De 2000 a 2002, a companhia se apresentou em eventos de dança pelo Brasil, incluindo os espetáculos “Afinando” e “Tributo ao Sapateado”, em 2002 no Rio de Janeiro, com coreografias e direção dela. Participou do 1° New York City Tap Festival”, em 2001, apresentando coreografia baseada em ritmos brasileiros nas duas apresentações da noite “Tap Internationals”. Neste mesmo ano entrou no  “Who’s Who in Tap”, lista dos grandes performers do sapateado da Tap Dance Homepage.

Durante todos estes anos, vem ministrando cursos, palestras e performances em diversas cidades brasileiras, como Rio de Janeiro, Curitiba, Campinas, Goiânia, Brasília, Uberlândia, Araguari, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Joinville, Santos e outras, participando também, como mestra, coreógrafa e/ou jurada, de importantes festivais pelo Brasil, como o “Dança Ribeirão”, a edição de 20 anos do “Festival de Dança de Joinville”, onde foi mestra e jurada, o festival “Passo de Arte” em 2003 e 2004 em Santos, entre outros.

Kika Sampaio
Kika Sampaio é professora, coreógrafa e diretora do Kika Tap Center, escola pioneira no Brasil, especializada em sapateado americano e representante oficial no Método de Ensino Kahnotation, há mais de 30 anos em São paulo.

Fez parte do Conselho Consultivo do Festival de Dança de Joinville.

Atualmente, dirige  a Cia de Sapateado Americano  KatadoSporaí . Homenageada por seu trabalho pela Câmera Municipal de Vereadores de São Paulo, nos Festivais “Encontro dos Ritmos” e “Tap in Rio”. Agraciada com o Premio Bibi Ferreira de melhor coreografia no musical New York New York.

Coreografou Um Americano em Paris, no XIII Festival de Opera Do Theatro Da Paz em Belém do Pará, com direção Artistica de Mauro Wrona.

Atualmente faz parte da comissão julgadora do Premio Referencia para Musicais.

Luizz Baldijão


Professor, dançarino e sapateador premiado. Possui vasta experiência internacional e ganhou inúmeros prêmios.  Com mais de 30 anos de carreira, desenvolveu uma metodologia própria para o ensino do sapateado.

Em 1984, iniciou seus estudos de sapateado em São Paulo, onde estudou com Marchina e Kika Sampaio. Atuou fortemente na área cultural na cidade de Campinas tendo promovido diversos eventos, dentre eles duas Sapateatas.

Em 1989 recebeu bolsa de estudos na Broadway e fica em Nova York por um ano. Em 1990 recebeu premiação da Associação Paulista dos Profissionais de Dança (APPD) de melhor coreógrafo de sapateado em trabalho apresentado pela LUIZZ TAP COMPANY, sua companhia profissional. Em 1991 fundou o TAP STUDIO – ESCOLA DE SAPATEADO na cidade de Campinas, local onde já formou mais de 30 profissionais que atuam no mercado de sapateado.

Entre 1991 e 2001 produziu, coreógrafou e dirigiu 6 espetáculos totalmente dedicados ao sapateado, sendo eles: Fragmentap’s, Tap Mania 1, Tap Mania 2, Tap made in Brazil Sapateando e Retalhos, realizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte dentre outras cidades brasileiras.

Desde 2001 atua no terceiro setor junto a Associação Beneficente Campineira que atua no Jardim São Marcos, região de muita pobreza na cidade de
Campinas, e la formou o grupo MENINOS SAPATEADORES DE CAMPINAS que já tem notoriedade nacional.

Eduardo Martinz


Bailarino, Sapateador, Coreógrafo e Professor. Professor Autorizado do Método Marchina de Sapateado Americano.

É professor e coreógrafo de Sapateado Americano da Escola de Atores Wolf Maya, Kleine Szene Studio de Dança entre outras escolas.

Atua também como sapateador profissional em musicais, espetáculos e eventos de dança e é coreógrafo e sapateador do Grupo Tapz.

Felipe Galganni


O bailarino paulistano Felipe Galganni conquistou o mais cobiçado mercado da dança no mundo. Atualmente, ele é um dos grandes nomes do sapateado em Nova York. O brasileiro vive por lá há seis anos e é respeitado tanto pela classe artística quanto pela crítica especializada, com direito a elogio do The New York Times, que disse que seu sapateado tem “uma musicalidade contagiosa”.


-----------------------------------------------------------------

Como evoluiu o sapateado no Brasil
SAPATEADO TOP
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário