Brasil desenvolve primeiro advergame para shopping do mundo


Brasileiros lançam advergame baseado em CandyCrush

                                                                                                                                   
Alda Jesus
Portal Splish Splash

Jogo que reúne entretenimento, prêmios e relacionamento com o cliente é o primeiro game para shopping do mundo

Se tem gente que já é fascinada em jogar só por jogar, imagine quando souber que vai ganhar prêmios para fazer isso? O game Shop Shopping tem por objetivo dar prêmios para o usuário brincar e divertir os clientes de um shopping center ao mesmo tempo que trabalha a fidelização dessas pessoas. Os pontos acumulados se transformam em prêmios e descontos oferecidos pelas lojas e pelo próprio shopping. A idealização é da agência Turbo Ideias Potentes, desenvolvido pela Arena Game Studio e lançado no Cataratas JL Shopping, em Foz do Iguaçu, Paraná, que abraçou e apostou na ideia do aplicativo inédito. O game pode ser conferido também em http://www.shopshopping.com.br .

O jogador não precisa comprar para ganhar, basta fazer o download do game e jogar. É totalmente gratuito. “As pessoas adoram receber mimos. Todo mundo gosta de ser desafiado e todo mundo tem um pouco de consumista. O Shop Shopping integra, de forma harmônica, essas possibilidades”, explica Walter Korneiczuk, diretor da Turbo Ideias. Toda premiação concedida, que pode ser desde bônus a produtos, deve ser retirada na central de relacionamento do shopping pelo ganhador ou responsável com mais de 18 anos.

O game roda em Android e iOS, levou três anos para ser desenvolvido, tem 50 fases e deve chegar até 100 no fim do ano. Cada fase é representada por uma marca/loja do shopping. O jogo também funciona offline, mas a pontuação conquistada só entrará quando o gamer estiver conectado. O Shop Shopping foi desenvolvido em plataforma Match 3 (tipo Candy Crush), que funciona como base para games que são jogados mais de 600 milhões de vezes por dia, por cerca de 50 milhões de usuários. No primeiro fim de semana, aproximadamente 1000 pessoas baixaram o app. “Participar de um projeto como este é uma grande oportunidade para nós. A missão de desenvolver uma solução inovadora e criativa para um cenário tão tradicional como a distribuição de prêmios para clientes, foi ao mesmo tempo desafiadora e recompensadora”, comentou Alvir Santana, diretor da Arena Game Studio.

Empreendedorismo - Além de entretenimento que oferece prêmios de verdade, o aplicativo é um canal de relacionamento com o cliente, praticamente uma ferramenta de CRM (customer relationship management - gerenciamento do relacionamento com o cliente). Uma das suas principais características é a capacidade de “prender” o cliente, mesmo fora do shopping. “Num mundo cada vez mais conectado, uma marca ter a oportunidade de participar a qualquer momento do dia do seu consumidor, onde quer que ele esteja, é um privilégio”, explica Walter Korneiczuk.

O administrador do game poderá sempre criar fases novas, gerar pontos para trocar por prêmios e descontos exclusivos. Entre os brindes oferecidos estão: vale estacionamento, casquinhas de sorvete, milk-shake e vale compras de até R$ 1.000 nas lojas do shopping center. A premiação é auditada pela Caixa Econômica Federal. A expectativa é que daqui a um ano, o game seja um grande canal de comunicação com o cliente, na verdade uma plataforma de mídia, com atuação dentro e fora do país. Ele aproxima o consumidor da marca; fideliza, gerando empatia, fixação, satisfação e retenção de clientes; identifica o perfil do cliente; aumenta a visibilidade das marcas envolvidas; conecta-se diretamente às redes sociais; antecipa e cria desejos e tendências.

A ideia é que o Shop Shopping seja rapidamente adotado nos principais shoppings e grandes redes. O investimento inicial para ter a licença do jogo, gira em torno de R$ 25.000,00 com uma mensalidade de R$ 1.500,00.

Investimento para o lojista
Para cada lojista figurar no game será cobrada uma mensalidade de R$ 29,90. Assim, a marca terá direito a uma fase e o dono da loja terá acesso ao relatório, com o número de participantes no game e número de vezes que a marca foi visualizada. Ele também poderá adquirir uma fase bônus, com duração de 15 dias, pelo valor de R$ 329,90. Outras funcionalidades como inclusão de pequenos vídeos, redirecionar o jogador do game para a rede social da loja e mais opções serão disponibilizadas em breve.

O mercado de games no Brasil e no mundo
O Brasil é o 4º maior mercado consumidor de game do mundo. Segundo a Abragames, o faturamento do setor em 2016 foi de US$ 1,6 bilhão, 25% a mais que em 2014. Em nível mundial, a previsão é que chegue a arrecadar US$ 60 bilhões até 2017;

 Confira mais em  http://www.shopshopping.com.br .

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário