ÀS QUINTAS – FEIRAS – Roberto Carlos na berlinda





Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9
Nos primeiros anos da parceria de ROBERTO CARLOS e Erasmo ainda não estava estabelecido qual nome apareceria primeiro na grafia da dupla. Algumas canções eram registradas como de ROBERTO e Erasmo, outras como de Erasmo e ROBERTO. Foi quando decidiram uniformizar o nome da dupla para firmar uma sonoridade e uma marca própria. A questão era definir qual nome aparecia primeiro nessa marca: o de ROBERTO ou de Erasmo? No dia que se encontraram para resolver a questão, Erasmo foi logo dizendo que queria o nome dele depois do de ROBERTO. Este concordou e até interpretou o pedido do parceiro como um gesto de desprendimento e humildade. Engano dele “Aquilo foi uma esperteza minha” confessa Erasmo. Eu quis o meu nome em segundo porque, como nós tínhamos o segundo nome igual, sempre que os locutores de rádio anunciassem uma canção nossa, diziam: Vocês acabaram de ouvir de ROBERTO e Erasmo Carlos. Ou seja, o meu nome seria citado completo. E assim ficou para sempre.
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário