ÀS QUARTAS – FEIRAS – Da “mágica do computador”





Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9
Em julho de 1967 Roberto Carlos volta à sua terra natal, Cachoeiro do Itapemirim, onde é super  aplaudido e recebe o título de Cachoeirense Primocentão. Todas as escolas primárias desfilaram em sua homenagem como no dia do aniversário da cidade, ainda incluíram bandas de música ao vivo e um desfile de calhambeque.
O produtor Roberto Farias declara: “Quando estávamos filmando Roberto Carlos em Ritmo de Aventura em São Paulo estava ventando muito no terraço do edifício Itália e o cabelo de Roberto Carlos despenteou. Tivemos nossa primeira pega, pois eu dizia que o cabelo estava ótimo e ele danado da vida achava que não. Tivemos que parar a filmagem até decidirmos alguma coisa. Conclusão: Filmamos com o cabelo dele despenteado e essa foi à melhor cena do filme.”
Você sabia que em fevereiro de 1 968 Roberto Carlos entra no Teatro Record e pega quatro troféus Chico Viola, pelos discos: A Namorada de Um Amigo Meu/. Só vou Gostar de Quem Gosta de Mim./ Maria, Carnaval e Cinzas e o LP Roberto Carlos. Ele leva também o troféu de Personalidade Artística.
Roberto Carlos estreou após o Jovem Guarda um novo programa, que revela uma face do seu talento que ninguém conhecia ainda. Ele comanda com muita segurança e conhecimento o OPUS 7, um programa experimental que pretende levar ao grande público a música clássica, seus instrumentos e personagens. Roberto Carlos na estréia estava vestido com uma calça de veludo vermelha, camisa branca de punhos e gola rendados e um sobrecasaco preto. Antes de entrar no palco, estava preocupado em enfrentar um auditório parcialmente cheio. Assim que o programa começou ele reencontrou a sua calma de sempre e começou a seguir o script com muita “bossa”.
A estreia do filme Roberto Carlos em Ritmo de Aventura estava marcada para as 21h30m. No Cine Ipiranga em São Paulo, mas Roberto Carlos só chegou às 23 horas. Desceu de um cadillac preto enfeitado de bolas amarelas. Havia no cinema três mil pessoas e os holofotes caíram em jorro no cantor enquanto a banda de músicos e os funcionários da Força Pública lhes faziam as honras. Roberto Carlos vestia um paletó esporte azul marinho, uma gravata vermelha berrante, camisa branca de punhos rendados e uma calça listrada preta e branca do mesmo tecido do colete. Antes de entrar no cinema o cantor falou nos microfones: ”Hoje para mim significa um novo marco. Estou contentíssimo com esta manifestação de carinho do público.
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário