Roberto Carlos e Kátia – O Grande Encontro (12)

Nesta edição “... O Grande Encontro” traz a afilhada artística de Roberto Carlos, a cantora e compositora Kátia Garcia Oliveira


Kátia começou a compor aos 12 anos. Aos 15 anos mostrou as suas composições ao amigo de família, o rei Roberto Carlos



user-image

Nesta edição “... O Grande Encontro” traz a afilhada artística de Roberto Carlos, a cantora e compositora Kátia Garcia Oliveira, nascida em 26 de março de 1962, no Rio de Janeiro. 

Desde a tenra idade Kátia já demonstrava interesse pela música e já convivia com alguém que no futuro, seria uma das pessoas mais importantes de sua vida e que marcaria para sempre. Essa pessoa era o cantor Roberto Carlos, amigo de seu pai, Waldir Cunha, desde os tempos de juventude.  

Kátia começou a compor aos 12 anos. Aos 15 anos mostrou as suas composições ao amigo de família, o rei Roberto Carlos. A sua intenção era apenas ouvir a sua opinião, mas para sua surpresa ele a indicaria para fazer um teste na gravadora CBS. 

A cantora/ compositora mirim foi aprovada em seu teste e no ano de 1978, lançava sua primeira música “Tão só” num compacto simples. 

No ano seguinte, Roberto Carlos presenteia a afilhada musical com aquele que seria um de seus maiores sucessos “Lembranças”, canção feita em parceria com Erasmo Carlos. Outras canções assinadas pela dupla foram inseridas na discografia de Kátia como: “Cedo Pra Mim” (1980), “Qualquer Jeito” (It Should Have Been Easy) de Bob McDill, versão Roberto e Erasmo Carlos (1987), “Gato de Estimação” (1989). “Quando o Amor Acaba” (El Amor Acaba) de Manoel Alejandro e Ana Magdalena, adaptação Roberto e Erasmo Carlos. Do repertório do rei gravou ainda “Atitudes” de Getúlio Cortes, no seu álbum de 1980.

Roberto investiu não só em sua carreira, mas quis fazer também que a afilhada, deficiente visual desde o nascimento, pudesse enxergar. "Ele sempre foi um anjo na minha vida. Tentou fazer tudo pela minha saúde visual quando eu era criança, porém era algo que estava fora do alcance da medicina", disse a cantora em entrevista ao NaTelinha.

Além dos projetos musicais Kátia dedicou-se à causa dos deficientes visuais, através da distribuição de software Dosvox (sistema operacional que permite que pessoas com deficiência visual utilizem um microcomputador comum (PC) para desempenhar uma série de tarefas, adquirindo assim um nível alto de independência no estudo e no trabalho). Durante algum tempo, a cantora divulgou o projeto, tendo trabalhado também junto ao projeto Virtual Vision da empresa Micropower, tendo por isso sido premiada pela Fundação Bradesco em 2002, pelos relevantes serviços prestados aos Deficientes Visuais no Brasil.

Por duas vezes Kátia e Roberto Carlos estiveram juntos nos especiais de fim de ano do rei. A primeira vez aconteceu no ano de 1988, onde os dois fizeram um dueto na canção “Qualquer Jeito”. No ano de 1992, Kátia interpreta “Quando o Amor Acaba” com Roberto Carlos acompanhando na frase final. 
O grande encontro desses artistas de gerações diferentes, você assiste nos vídeos abaixo.

Roberto Carlos e Kátia - Trechos de Lembranças e Qualquer jeito

Roberto Carlos e Kátia - Quando o amor acaba

It Should Have Been Easy - Anne Murray (versão original)


*Carlos Marley, nasceu na cidade de Fortaleza, capital do estado do Ceará – Brasil, onde reside. Formado em Ciências Contábeis, pela Universidade Federal do Ceará, com especialização em Auditoria. Auditor Fiscal aposentado da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará. Leia Mais sobre o autor...

Enviar um comentário

4 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.
  1. Olá, Marley! Mais um excelente artigo robertocarlistico. Não conhecia a Kátia e gostei do que li e ouvi. A voz da Kátia é tão linda como ela e as melodias das músicas que ela canta com o RC. são muito fixes. Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nobre colega Armindo, que bom que gostou. Agradeço também pela bela imagem da fotomontagem que ilustrou o texto. As palavras do Roberto no especial sobre a Kátia define muito bem quem ela é.

      Eliminar
  2. Sabia que era filha dos amigos de Roberto, mas não conhecia todos os pormenores.
    Mostra a nobreza do Homem, Roberto Carlos. Adoro vê-los cantar juntos.

    ResponderEliminar

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !