Árvore organiza 24 horas de Arte para ajudar a União dos Artistas de Teatro da Ucrânia

A “Árvore da Paz” é um evento solidário da Cooperativa Árvore que vai acontecer de 29 para 30 de Abril, com o objetivo de prestar ajuda aos artistas ucranianos.



A “Árvore da Paz” é um evento solidário da Cooperativa Árvore que vai acontecer de 29 para 30 de Abril, com o objetivo de prestar ajuda aos artistas ucranianos.

Esta iniciativa, promovida em conjunto com a CTB – Companhia de Teatro de Braga e muitas outras instituições ligadas às artes, irá decorrer na sede da Cooperativa Árvore e terá uma duração de 24 horas, ininterruptas, estando o seu início programado para as 21h00 do dia 29 de abril e o encerramento para as 21h00 do dia 30 do mesmo mês ao que seguirá um leilão solidário. As receitas vão reverter para a União dos Artistas de Teatro da Ucrânia.

A “Árvore da Paz” vai contar com vários artistas, escritores, intelectuais e é aberta a todos os cidadãos, cientes dos tempos dramáticos que vivemos, e que se pretendam associar a este gesto pela paz, pela solidariedade num movimento que pretende esbater fronteiras, encurtar distâncias e de entreajuda.

A iniciativa vai incluir intervenções musicais, poesia, apontamentos de teatro, tertúlias, performance sempre acompanhados por artistas plásticos que irão estar a trabalhar na Cooperativa Árvore na criação de obras que, no final do evento, serão leiloadas.

SOBRE A COOPERATIVA ÁRVORE

A Árvore – Cooperativa de Atividades Artísticas CRL, é uma cooperativa cultural sediada no Porto e reconhecida pelo Estado português como um organismo privado de utilidade pública. Foi fundada em 1963 por artistas, escritores, arquitetos e intelectuais interessados em criar novas condições para a produção e difusão cultural.
A Árvore tem como objeto a produção, divulgação e comercialização de obras artísticas e editoriais e a formação e informação dos sócios e do público em geral na área das artes visuais, dos estudos de arte e em outras áreas da criação e do saber.
A Cooperativa Artística cresceu com uma atividade cultural plural e diversa: conferências, palestras e conversas, exposições em Portugal e no estrangeiro, simpósios, oficinas e cursos livres, concursos, prémios, livros, obra gráfica e edições de múltiplos, produção e instalação de obras de arte. Tem na sua história momentos marcantes preenchidos pela revelação de artistas e obras, pela divulgação da arquitetura, pelo debate sobre os pensadores portugueses, pela análise crítica à literatura, pelas homenagens realizadas, na colaboração com institutos nacionais e estrangeiros, com embaixadas, companhias de teatro, câmaras municipais e outros agentes.
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !