ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/20/2020

Roberto Carlos deixa o seu fã triste e abandonado


Antes, o período natalino para os fãs de Roberto Carlos era de comemoração

 


Antes, o período natalino para os fãs de Roberto Carlos era de comemoração. O coração se enchia de alegria e podíamos celebrar um novo tempo.

Por: Carlos Marley*


Queria chegar ao mês de dezembro e poder ouvir um novo disco de Roberto Carlos e me surpreender positivamente com mais um Especial de Fim de Ano, mas neste novo tempo começamos a viver uma nova história.


Antes, o período natalino para os fãs de Roberto Carlos era de comemoração. O coração se enchia de alegria e podíamos celebrar um novo tempo. O sentimento que imperava nos momentos festivos era de um verso da canção “Um Novo Tempo” que diz: “Hoje a festa é sua/ Hoje a festa é nossa/ É de quem quiser/ Quem vier...”.


O cenário natalino que se desenha para os fãs de Roberto Carlos no ano de 2020, é o mesmo da canção “As flores do jardim da nossa casa”: “As coisas que eram nossas se acabaram/ Tristeza e solidão é o que restou/ As luzes das estrelas se apagaram/E o inverno da saudade começou”. 


Pelo andar da carruagem real, não teremos lançamento de disco e o tradicional especial de fim de ano, que antecipava a chegada do Natal vai se transformar num ex-pecial, sei que a palavra não existe, mas foi o neologismo que encontrei para definir o que veremos como especial neste final de ano.


Vamos continuar chutando lata à espera de novidades, pois mais uma vez o cruzeiro das emoções vai passar ao largo, deixando todos a ver navios e nem um bote salva vidas veio em socorro daqueles que estão se afundando em esperanças.


Nunca desejei tanto ser Benjamim Button para puder voltar no tempo e reviver o tempo que passou, pois “O que foi felicidade/ Me mata agora de saudade/ Velhos tempos/ Belos dias...”.

 

Ontem eu já ouvia. Hoje eu ouço e amanhã vou continuar ouvindo as canções que você fez pra mim. 


“É tão difícil olhar o mundo e ver/ O que ainda existe/ Pois sem você meu mundo é diferente/Minha alegria é triste” (As canções que você fez pra mim).


Para todos que contribuíram para tal situação, deixo uma frase dita pelos queridos Chaves, Chiquinha e Quico: “Ai que burro, dá zero pra ele!”.


*Carlos Marley, nasceu na cidade de Fortaleza, capital do estado do Ceará – Brasil, onde reside. Formado em Ciências Contábeis, pela Universidade Federal do Ceará, com especialização em Auditoria. Auditor Fiscal aposentado da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará. Leia mais sobre o autor... 


Roberto Carlos - As Canções que você fez pra mim

7 comentários:

  1. Triste, mais é o mundo em que vivemos! Esperemos que para 2021, será diferente!

    ResponderEliminar
  2. Eu o acompanho desde os tempos sacrificados de tentativas para cantar nos programas nos anos 61-62-63 e depois da fama nunca mais o perdi de vista, briguei, chorei, mudei meu modo de vida tudo por ele e esses especiais eram mais que especiais para mim, foram décadas cantando junto. Sei do desespero dele por causa da Pandemia, mas sempre tem um jeitinho de todo mundo sair feliz se houvesse um pouco de boa vontade, cheguei a dar sugestão de live, cada na sua casa, más!!!!

    ResponderEliminar
  3. Parabéns pelas postagens. Amo Roberto Carlos, meu único e grande ÍDOLO desde os meus 6 anos, hoje já estou com 60 anos de idade...queria muito vê-lo feliz, Lindo, sorridente como na década de 80 enquanto foi casado com a doce Myrian Rios ����

    ResponderEliminar
  4. Vou agradecer a todos os comentários postados de forma lúdica. Espero que ninguém se aborreça.

    Nobre colega Dina Ramos, dessa vez os ramos que serão acenados não serão para comemorar a chegada de Jesus Cristo em Jerusalém, mas para anunciar o especial de Jerusalém na TV Globo.

    Nobre colega Helena Milagres, sabemos que milagres acontecem, mas o especial que esperávamos vai ficar para o próximo ano mesmo.

    Nobre colega Tânia Mara, uma pena que os fãs de Roberto Carlos não vão poder dizer que o especial desse ano “É Mara!” - bordão do Seu Ladir, personagem no humorístico “Toma Lá dá Cá” da TV Globo.

    Nobre colega Sônia Martello, o cancelamento e a reprise do especial desse ano tiveram o martelo batido e a ponta virada através de nota de Roberto Carlos, publicada no seu facebook.

    Nobre colega Alda Jesus, nem os gritos de Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo eu estou aqui realizados pelos fãs foi atendido.

    Aos que não se manifestaram, mas gostaram do que leram o meu muito obrigado. Aos que não concordaram com o que foi dito o meu respeito.

    Um abração.

    ResponderEliminar
  5. Nobre colega Armindo, venho mais uma vê parabenizar ao rei das imagens visuais, por mais uma genial fotomontagem. Prestem atenção na frase da canção e na foto montagem, onde é mostrada a imagem de Roberto Carlos e ao fundo o mapa mundi. Para os olhos mais atentos, podemos ver claramente os versos da canção expressas na fotomontagem.
    Um forte abraço

    ResponderEliminar

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo