Pandemia faz pausa para propaganda eleitoral

A pandemia do Covid-19 que graça pelo mundo, tem obrigado a medidas restritivas no modo de vida das populações, nunca antes implementadas pelos Governos



Por: Armindo Guimarães


A pandemia do Covid-19 que graça pelo mundo, tem obrigado a medidas restritivas no modo de vida das populações, nunca antes implementadas pelos Governos e, se por um lado é compreensível que assim aconteça como forma de evitar uma maior escalada da propagação do vírus, por outro lado, é de lamentar que tais medidas não sejam decretadas no momento devido só porque a altura não é a melhor, como se o vírus, em vista disso, fizesse uma pausa para depois prosseguir.


Hoje mesmo, chegou um caso à nossa Redação, que acontece no Brasil, mais exatamente no Estado de Rio Grande do Sul, como podia acontecer em Portugal ou noutro qualquer país do mundo. Um caso que em nada abona a favor da classe política que, salvo raríssimas excepções, que confirmam a regra, está pelas ruas da amargura, como se pode constatar pela mensagem que nos foi enviada por uma leitora e que a seguir transcrevemos:


"Estou muito indignada com os acontecimentos da minha cidade, os leitos de UTI estão lotados com pacientes com Covid, mas as autoridades não estão divulgando por causa da campanha eleitoral. 


Se for divulgado o aumento real de casos, os candidatos não poderão fazer passeatas e nem bandeiraços nas ruas.


As eleições serão no dia 15, próximo domingo. Até lá o vírus estará se propagando."

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !