ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/16/2020

Últimos dias de inscrições para editais de artes visuais, fotografia e música

Funarte reforça compromisso de incentivo à economia das artes
Teresa Viana - Encáustica e Óleo Sobre Tela. Mostra Pensamentos Pictóricos.
Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça – 9ª Edição (Funarte). 
Doada ao Museu de Arte de Ribeirão Preto. 2014

Com os concursos para exposições, conservação fotográfica e projetos para festivais de música, a Funarte reforça compromisso de incentivo à economia das artes

A Fundação Nacional de Artes – Funarte anuncia os últimos dias de inscrições para concursos públicos ligados às áreas de artes visuais; preservação e conservação fotográfica; e de música. São eles: o Prêmio Funarte Artes Visuais 2020/2021 e a Bolsa Funarte de Estímulo à Conservação Fotográfica Solange Zúñiga, ambos com inscrições prorrogadas até o dia 19 de outubro; e o Prêmio Funarte Festivais de Música 2020, com prazo até o dia 9 de novembro. As inscrições são gratuitas e válidas em todo o país. Os editais fazem parte do programa Funarte de Toda Gente iniciado em 2020, em que a Funarte reforça seu compromisso com o incentivo a artistas e produtores e com o reforço à economia das artes.

Conheça os editais:

Mostras de artes visuais inspiradas no patrimônio histórico

O Prêmio Funarte Artes Visuais 2020/2021 – O Diálogo Entre o Patrimônio Histórico da Cidade do Rio de Janeiro e o Brasileiro Presente nas Artes Visuais e nos Espaços Urbanos contemplará com um total de R$ 650 mil cinco propostas de exposições com acesso gratuito ao público. Cada projeto ganhará R$ 130 mil e deve ter como suporte o vídeo e/ou a fotografia. Os trabalhos devem considerar a herança histórica do país, presente nas artes plásticas e visuais, na arquitetura e nos espaços das cidades brasileiras; e ter como referência o legado histórico da cidade do Rio de Janeiro, a partir de seu patrimônio arquitetônico e/ou urbano. O concurso teve prazo de inscrições prorrogado até dia 19 de outubro.


Acesse o "vídeo-teaser" promocional:


Projetos nas áreas de conservação e preservação da fotografia

Também com inscrições prorrogadas até dia 19 de outubro, o Edital Bolsa Funarte de Estímulo à Conservação Fotográfica Solange Zúñiga, em sua segunda edição, concede bolsas de estímulo à conservação e preservação fotográficas. O concurso contempla textos de pesquisas sobre esse campo de atividades, com cinco bolsas de R$ 40 mil cada uma. Podem candidatar-se pessoas físicas, que atuem nas áreas técnicas relacionadas ao tema. A iniciativa tem como objetivo promover a produção de bibliografia para profissionais e estudantes da área, bem como a difusão de conhecimento e de experiências ligadas ao tema. O total investido é de R$ 260 mil.


Acesse o "vídeo-teaser" promocional:


Projetos relacionados a festivais e mostras de música

O Prêmio Funarte Festivais de Música 2020 é uma seleção pública de 24 propostas para realização de espetáculos musicais, debates, palestras e oficinas, entre outras atividades (virtuais ou presenciais) que estejam relacionadas a festivais de música considerados relevantes no país. Cada projeto contemplado receberá R$ 40 mil. O total destinado à iniciativa é de R$ 1 milhão. O objetivo do concurso é apoiar um setor, que, devido à natureza de suas atividades, foi fortemente impactado pela pandemia de covid-19. Além disso, o concurso beneficiará mostras que, ao longo dos anos, vêm contribuindo para o fortalecimento da música brasileira. As inscrições estão abertas até 9 de novembro.


Acesse o "vídeo-teaser" promocional:


Funarte de Toda Gente: incentivo à produção das artes e à formação de público

Iniciado em 2020 e planejado para durar por mais um ano, o Funarte de Toda Gente reúne todos os projetos da Fundação. O programa tem como foco unir cada vez mais artistas, produtores, técnicos e instrutores de arte ao público e à instituição, para que ela cumpra seu propósito essencial: incentivar a cadeia produtiva econômica das artes brasileiras, estimulando, em todo o país, o trabalho e a renda para esses profissionais, a formação de público, e o consumo cultural, para que a sociedade possa usufruir da arte cada vez mais – um trabalho por meio do qual se possa contemplar todos os cidadãos.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo