ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/23/2020

O livro de receitas do Festival Gastronomia de Bordo de Peniche

O Festival Gastronomia de Bordo termina este fim de semana em Peniche.


O Festival Gastronomia de Bordo termina este fim de semana em Peniche. Aproveite para experimentar os pratos servidos a bordo das embarcações nos restaurantes Xakra Beach Bar,  Entre Peniche Tapas, Bar Ambassador, Restaurante O Pedro - Peniche, Restaurante Sardinha, Tables, Prainha Restaurant, O Minhoto e Wine Bar que assumem o compromisso de garantir que as receitas e pratos correspondem à sua origem, amarrada às épocas e às técnicas de confeção tradicional.


Para memória futura, a chef Patrícia Borges compilou as principais receitas de bordo e de mar no  livro Gastronomia de Bordo - Peniche que será apresentado oficialmente no dia 24 de outubro, às 12 horas, no Museu da Renda de Bilros de Peniche, com transmissão online via facebook do Município de Peniche.


Com texto de Patrícia Borges, fotografia de  Nicolas Lemonnier, design de Pedro Dias e tratamento de imagem de Nuno Marques, esta obra está inserida no projeto Intermunicipal: Territórios com História: o mar, a pesca e as comunidades. 


Nesta publicação do Município de Peniche, podemos encontrar as principais receitas de bordo e de mar divididas pelas diferentes artes de pesca, em função da espécie predominante em cada receita.

 

Ao longo deste livro aborda-se a alimentação dos pescadores a bordo das embarcações. O porquê de consumirem determinados pratos e como é que estes passaram a integrar o património cultural da cidade de Peniche.


A Chef Patrícia Borges sublinha “Quando pensamos em Gastronomia de Bordo associamos à alimentação feita pelos nossos pescadores, a bordo das embarcações, durante as jornadas de trabalho. Referimo-nos aos pratos que efetivamente possam ter nascido no mar pela pesca longínqua, a designada pesca das viagens, e pela pesca costeira.

Assim, no caso concreto de Peniche, a gastronomia a bordo nasceu da necessidade de os pescadores se alimentarem, aproveitando os recursos disponíveis. Estes pratos tradicionais eram feitos no mar mas também em terra, nas casas dos pescadores e nas tabernas.”


1º Festival Gastronomia de Bordo

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo