ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

3 de abril de 2018

Especialista explica porque tremor do epicentro na Bolívia chegou ao Brasil


Abalos de magnitude 6,8 são equivalentes a 12 bombas nucleares

O professor de geologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Waldir Stefano, explica que São Paulo está na linha reta do epicentro, por conta disso o abalo repercutiu aqui e em outros locais do país. “A Terra é formada sobre grandes 12 placas tectônicas, e ao contrário do que se imaginava essas placas se movimentam uma em direção a outra, o que chamamos de convergência, outros se afastando em movimento de divergência e outras se deslizam de forma paralela”.

Stefano explica que os tremores que aconteceram a 13 km de uma localidade chamada Carandayti, seria equivalente a 12 bombas nucleares ou 237 mil explosões, algo significativo. Porém, o geólogo ressalta que não é motivo para pânico porque esse tipo de movimentação acontece com muita frequência, “ontem tivemos aproximadamente 28 abalos sísmicos, porém os de grandes magnitudes percorrem longas distancias. “Esse tipo de abalo muito provavelmente não afetou a estrutura dos prédios no Brasil, mas nos andares mais altos é comum sentir os efeitos desses tremores e provavelmente teremos mais abalos como esse. Desde de 1979 já tivemos registro de aproximadamente 5800 tremores ao redor desse epicentro que aconteceu hoje”.

Sobre o Mackenzie

A Universidade Presbiteriana Mackenzie está entre as 100 melhores instituições de ensino da América Latina, segundo a pesquisa QS Quacquarelli Symonds University Rankings, uma organização internacional de pesquisa educacional, que avalia o desempenho de instituições de ensino médio, superior e pós-graduação.
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis