Delícias de fim de ano! Comi demais e agora?

Do Texto: Com uma dieta equilibrada e de acordo com a necessidade do paciente, aliada a exercícios físicos, a perda de peso pós-festas é totalmente possível.
Cocktail

Mesmo durante a comilança, podemos manter alguns cuidados, para não chutarmos o balde de uma vez


user-image

Uma das coisas que nos assombram, em todo começo de ano, é como nos livrarmos daquelas gordurinhas ingeridas durante as ceias de Natal e de Reveillon. Com tantas coisas gostosas, é bem difícil abrir mão das guloseimas expostas nas mesas, extremamente apetitosas. Mas, quando chega o mês de janeiro, bate aquele arrependimento e corremos contra o tempo, para eliminar os quilinhos a mais. Mas, não se desespere! Isso é possível e nem é tão complicado.

Segundo o Dr. Victor Lamônica*, especialista em obesidade, metabologia, medicina integrativa, medicina ortomolecular, longevidade e nutrição, com uma dieta equilibrada e de acordo com a necessidade do paciente, aliada a exercícios físicos, a perda de peso pós-festas é totalmente possível. Esta retomada de exercícios físicos deve ser gradativa e sem exageros, para não ocasionar outros problemas de saúde.

Mesmo durante a comilança, podemos manter alguns cuidados, para não chutarmos o balde de uma vez. Podemos optar em continuar com os exercícios físicos, por 30 minutos diários, amenizando este ganho de peso.

Para isso, é necessário traçar objetivos, manter o foco e não desistir. O ideal é procurar um profissional que acompanhe todo o processo. Um especialista em emagrecimento e um educador físico. “Para quem viajou para a praia, corridas na areia, uma caminhada à beira mar, uma partida de vôlei de praia ou futebol, já ajudam a movimentar o corpo e perder algumas calorias dos excessos das ceias”, explica Dr Victor.

Já quem ficou em casa mesmo, caminhar pelo quarteirão ou em um parque, é uma opção a se considerar. Aproveitar a cidade vazia, para descobrir suas belezas, com um passeio de bicicleta, é uma escolha agradável e de ótimo resultado para o organismo. Tudo isso, aliado a uma dieta detox, já fará com seu corpo dê uma desinchada. Depois disso, seu especialista já poderá indicar uma nova dieta, mais adequada ao objetivo que você quer alcançar.

“O importante mesmo é saber aonde quer chegar e focar no caminho para concretizar seus planos, sempre bem orientado pelos profissionais corretos”, finaliza Dr Victor Lamônica.

❇❇❇

*Mais sobre Dr Victor Lamônica
Residência em otorrinolaringologia, no Hospital Cema SP, Fellow em otologia na USP Bauru, pós graduação em medicina integrativa Dr Ítalo Rachid, pós graduação em medicina ortomolecular Dr Carlos Jaldin, pós graduação em medicina esportiva Instituto Pacileo. Cursos complementares em ozonioterapia, hipnose, protocolos injetáveis, implantes hormonais, obesidade e metabolismo, nutrição esportiva. Palestrante no Congresso da Fundação Otorrinolaringologia, nos temas Medicina Integrativa e contribuições a otorrinolaringologia.
@dr.victorlamonica

*Samantha di Khali, Psicóloga, radialista e empresária, é gaúcha, mas reside em São Paulo. Mais de 18 anos de experiência em grandes rádios e TV brasileiras. Atualmente é colunista do portal Band.com. Leia Mais sobre a autora... 
Também pode ler:

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !