Centro Cultural de Belém - Programação de Verão

Será nos meses de julho e agosto que ficará concluída a Carta Branca a Jonathan Uliel Saldanha, compositor, artista visual e encenador, que este ano foi desafiado pelo CCB a realizar a curadoria de uma série de concertos que revelaram novos mundos-possíveis.


CCB PROGRAMAÇÃO VERÃO


Jonathan Uliel Saldanha, Festival de Almada, Christian Sands Trio,
10 Anos da Garagem Sul, entre muitas outras atividades


O verão está a chegar, mas as altas temperaturas não têm de ser sinónimo de uma atividade cultural mais branda e menos diversificada. A Temporada 2021-2022, que teve como mote a palavra «Mundos» — privilegiando a coexistência de vários mundos culturais, pessoais, mobilizadores de grandes coletivos ou, pelo contrário, expressões íntimas de relações quase segredadas — chega agora ao fim, abrindo-se também portas para o futuro que se avizinha.

Será nos meses de julho e agosto que ficará concluída a Carta Branca a Jonathan Uliel Saldanha, compositor, artista visual e encenador, que este ano foi desafiado pelo CCB a realizar a curadoria de uma série de concertos que revelaram novos mundos-possíveis. 

Nos dias 2 e 3 de julho, o palco do Grande Auditório irá transformar-se num Lago Libidinal, título da mais recente instalação/concerto de Jonathan Uliel Saldanha. O palco será ocupado pela superfície de um lago artificial onde os performers, o público e os músicos serão parte de um ecossistema viral.

Já no dia 6 de agosto, esta Carta Branca chega ao fim com concertos de grupos com quem o artista portuense tem mantido colaborações estreitas: os Arsenal (um ensemble de percussão de Kampala, Uganda) e os Chouk Bwa, banda haitiana que irá tocar com o duo belga The Ångströmers. DJ Lithium fecha a noite e a Carta Branca com uma seleção especial de música.

Antes, retomamos a parceria com o Festival de Almada. Nos dias 15 e 16 de julho, a companhia Baro d’evel, dirigida pela dupla franco-catalã Camille Decourtye e Blaï Mateu Trias, apresenta Falaise, um espetáculo visualmente deslumbrante que questiona o estado do mundo e da humanidade.

O jazz regressa ao Grande Auditório com o pianista norte-americano Christian Sands, força emergente do jazz e um dos principais pianistas da sua geração, que virá ao CCB acompanhado do seu trio apresentar o álbum Be Water.

Este verão celebramos também o 10.º aniversário da Garagem Sul. Há 10 anos que a Garagem Sul faz de Lisboa um epicentro do debate e pensamento da arquitetura contemporânea e, para assinalar esta data, nos dias 8, 9 e 10 de julho realizam-se oficinas especiais, visitas, inaugurações, incluindo uma rádio-performance do OSSO coletivo (com Ricardo Jacinto, Pedro Tropa, Teresa Santos e Nuno Mourão, dia 8 julho, às 21h30). Este será o ponto de partida da parceria entre a Garagem Sul e a Fundação Millennium bcp para a Temporada 2022-2024.

Continuam ainda patentes, até 4 de setembro, as exposições Sound It. Rádio Antecâmara, com curadoria de Alessia Allegri e Pedro Campos Costa e instalação sonora de João Galante, que apresenta a dimensão sonora do espaço; e Os Novos Novos, com curadoria de André Tavares, uma coletiva com uma nova geração de profissionais que mostram a vitalidade da arquitetura. Paralelamente, continua ativo o Serviço Educativo com oficinas para famílias e visitas guiadas.

A atenção à infância na Fábrica das Artes será dada com a atividade de Artes nas Férias do Verão, Baladas das vinte meninas: Instruções de voo (4 a 8 e 11 a 15 julho), na qual quatro jovens artistas das áreas do teatro, da performance e da música — Bernardo Souto, Bruna de Moura, Catarina Rabaça e Sofia Fialho — mergulham com Margarida Mestre no universo do espetáculo Balada das vinte meninas friorentas para, ao longo de uma semana, percorrerem novos voos criativos.

Com o calor do verão, privilegiamos também as atividades ao ar livre. Desde aulas de pilates todos os sábados de julho de manhã na Praça CCB, a DJ sets no Jardim das Oliveiras ao final da tarde dos sábados do mês de julho, passando pela exibição de obras de videoartistas portugueses e italianos no âmbito do projeto VEM – Videoarte Em Movimento (2 e 3 de julho, Caminho José Saramago).

Já aos fins de tarde de sábado do mês de setembro recuperamos a iniciativa Diga lá um poema, um sucesso no Dia Mundial da Poesia, desta vez com o ator Eurico Lopes como declamador residente.

O CCB mantém ainda parcerias com produtores externos: a Metropolitana celebra 30 anos no dia 10 de julho; a Academia de Música de Lisboa apresenta a sua Festa da Música ao longo do dia 16 de julho; o cantor e guitarrista John Pizzarelli presta tributo a Nat ‘King’ Cole com o concerto For Centennial Reasons (22 julho); a Jovem Orquestra Portuguesa sobe ao palco do Grande Auditório no dia 29 de julho no âmbito do Encontro de Verão JOP 2022; a Orquestra Geração ocupa o Jardim das Oliveiras com atuações de pequenos grupos de jovens músicos; e a Orquestra XXI apresenta-se com o maestro Dinis Sousa e violinista Valeriy Sokolov, no dia 31 de julho. 
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !