ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

1/14/2010

RC9 - Os músicos da banda de Roberto Carlos (Luiz Carlos Ismail)



A banda do cantor e compositor Roberto Carlos, vulgarmente designada por RC9, é comparável à famosa trilogia de Alexandre Dumas, intitulada “Os três mosqueteiros”.

Os 3M, que na verdade eram 4, estavam ao serviço do rei de França, Luís XIII, e os RC9, que na verdade são 17, estão ao serviço do Rei Roberto Carlos.

Mas enquanto os 3M enfrentavam grandes inimigos como o Cardeal Richelieu e seus guardas, além dos huguenotes e dos ingleses, inimigos da Coroa francesa, os RC9 são o séquito real que aqui e além fronteiras apoiam Sua Majestade que no trono salpicado por uma miríade de luzes banhadas por nevoeiro sebastianista, é aclamado pelos seus súbditos ao som de instrumentos musicais regidos pelo seu cavaleiro-mor.

No âmbito das comemorações do cinquentenário da coroação do Rei, os RC9 foram recentemente trazidos à estampa através do site
http://www.rc50anos.com.br/com com fotos e breves palavras de apresentação. São essas fotos e essas breves palavras sobre cada um dos 17 elementos que compõem a banda RC9 que aqui reproduzimos com a devida vénia como reconhecimento por tudo quanto têm feito em prol de Roberto Carlos e dos seus fãs.

Alguns dos elementos já foram alvo de enredos fictícios produzidos pelo autor destas linhas, pelo que se aproveitará para também incluir alguns excertos de tais episódios.

A ideia era publicar este trabalho num só documento, porém, isso iria tornar o artigo demasiado extenso e como tal não muito prático para os estimados leitores. Por isso, decidimos dividi-lo por cada elemento do RC9, sendo que em todos manteremos o presente texto.




Primeiro, em 1964, foram chamados de RC Trio tendo o próprio RC na guitarra, Dedé Marquez na bateria e Bruno no contrabaixo. Roberto Carlos passou a ser só o cantor surgindo então o RC 4 com a entrada de Wanderley no piano e Gato na guitarra. Daí entraram os sopros... e o resto é história. Nos dias de hoje é chamada de RC 9. Com vocês: os músicos que acompanham Roberto Carlos!


----------------------


LUIZ CARLOS ISMAIL - Vocal


O 1º encontro se deu em 1961, época que eram vizinhos de prédio. Ismail começou sua carreira solo em 1965, paralelo a isso corria a amizade com RC que dura até hoje. Em 1977, quando se preparava para estrear no Canecão, RC montou seu primeiro coral formado de 2 rapazes e 2 moças. Da formação inicial só Luiz Carlos Ismail permanece. Chegou para ficar!



------------------------


NOTA PRÉVIA:

A matéria que a seguir publicamos, trata-se de bate-papos onde Ismail interveio. Para melhor se entender o sentido das suas intervenções, incluímos, também, os diálogos imediatamente anteriores e/ou posteriores.
Como o objectivo que está subjacente a esta série de artigos sobre os elementos da banda RC9 é, ainda que modestamente, não só homenagear os mesmos pela importante contribuição que emprestam à carreira de Roberto Carlos, mas também, sempre que possível, contribuir para a divulgação de algumas particularidades biográficas quiçá pouco ou nada conhecidas.


----------------------


- XXV Bate-papo entre Roberto e eu - RC e sua equipa desvendando o mistério sobre a verdade da mentira

7 de Maio de 2008, quarta-feira, 11,07h
.....................................................

DEDÉ, para Ismail: - Ismail, tenho uma surpresa pra você, cara! Cê sabe quem tá no celular?

ISMAIL, para Dedé: - Pôxa! Cê não diga que agora celular também tem gente dentro! Eheheheheh

DEDÉ, rindo: - Se deixe de gozação e fale com o tal portuga que revolucionou nosso Roberto.

ISMAIL, admirado: - É ele mesmo? Que bacana! Faz tempo que eu táva esperando bater papo com esse cara! Dedé, enquanto eu falo com o Mindo, avise aí todo o pessoal que tamos batendo papo com o portuga amigo do Roberto, tá?

ISMAIL, para Armindo: - Oi, Armindo! Tudo bem, com você? Eu sou seu fã de carteirinha, sabe? Sempre leio seus bate-papos e me rio demais. Eheheheheh

ARMINDO, emocionado com tanta coisa de uma vez só: - Obrigado Ismail. Eu, sendo fã do Roberto, obviamente que também sou fã de todos vocês que com ele colaboram. Por isso, apesar de neste momento estar triste por causa dumas coisas que o Roberto há pouco me disse, não posso deixar de estar feliz por esta oportunidade que eu julguei impossível, que é o facto de estar a conversar com essa equipa maravilhosa que com arte e encanto, fazem dos shows de RC uma emoção contagiante.

ISMAIL, emocionado: - Brigado, Armindo! Essas palavras ditas por você, são como música pra nossos ouvidos. Todo mundo está aqui me pedindo pra mandar pra você um grande abraço.

ARMINDO, agora emocionado ao quadrado: - Obrigado a todos! A emoção é tanta que nem sei que dizer. Um abração luso-brasileiro pra toda a malta!


------------------------


LUIZ CARLOS ISMAIL (1943) Compositor, cantor. Primo do cantor e compositor Roberto Carlos, tornou-se seu amigo e um dos mais fiéis companheiros musicais quando ele se mudou de Cachoeiro do Itapemirim, ES, para o Rio de Janeiro, RJ, onde Luiz Carlos residia (e reside até hoje). Como intérprete, Luiz (normalmente creditado apenas como Luiz Carlos) gravou um LP (Samba Jovem, CBS, 1965), fusão pioneira de bossa nova com o pop-rock que logo seria rotulado jovem guarda (neste LP Erasmo Carlos participa como compositor e violonista, e o acompanhamento inclui o grupo Renato e Seus Blue Caps, não creditado) e alguns compactos com músicas exclusivas de Roberto, porém sem sucesso (uma destas composições, "Tenho Um Amor Melhor Que O Seu", tornou-se êxito ao ser regravada por Antonio Marcos), além de, nos anos 1970 e 1980, gravações ocasionais de MPB como o samba "Na Pavuna" e a canção carnavalesca "Medo do Metrô". Luiz Carlos tem feito muito mais sucesso em participações de discos de outros artistas, como Jorge Ben Jor, Fafá de Belém e, claro, Roberto Carlos; além de participar dos vocais em vários de seus LPs/CDs desde os anos 1960 até hoje, é Luiz quem toca o apito de guarda de trânsito em "Parei Na Contramão" (1963) e diz "Eu sou Frankenstein!" em "Noite de Terror" (1964). Luiz também participa do coral em quase todos os shows de Roberto. Luiz Carlos é também compositor bissexto porém bem sucedido; obras suas incluem "Sou Feliz Com Mamãe" (parceria com Roberto e lançada por Erasmo em 1966), "se Eu Pudesse Voltar No Tempo" (com Pedro Paulo, lançada por Roberto em 1970) e "Só Para Mulheres" (com Robert Livi, gravada por este em 1969). Curiosidade adicional: o casaco azul usado por Roberto na capa do LP Canta Para a Juventude foi emprestado por Luiz Carlos.

In Arquivo do Rock Brasileiro


--------------------------


LP Luiz Carlos Ismail
Samba Jovem -1965
Bossa Jazz





------------------------


“Se eu pudesse voltar no tempo” – 1989
Pedro Paulo e Luiz Carlos Ismail






A SEGUIR:
NAHOR GOMES - Trompete
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

7 comentários:

  1. Olà Mindo!com todas estas homenagens de tua parte e hoje dedicada a Ismail, aprendi outra coisa que desconhecia é o facto de ele ser compositro e cantor em solo no seu passado. Aqui està a prova que o R.C. até no seu coro tem gente de qualidade e sabedoria a mais.E aqui tambem està a prova que estes postes sobre os musicos nao servem so para falar deles mas tambem para informar os outros.Abraços

    ResponderEliminar
  2. Olá, Manel!

    É mesmo como dizes, pá! Também serve para informar os outros e eu incluo-me nesses outros pois por causa das pesquisas que faço sobre cada um tenho ficado a saber umas coisas do carago que antes não sabia.

    É assim, pá! A malta está sempre a aprender.

    Bem, é tudo por agora. Vou mas é ver se trato do Nahor Gomes pois não há tempo a perder.

    Gudvai que eu gudfico! eheheheh

    Grande abraço, pá!

    Ah! Tu sempre na onda splishsplashciana. És um gajo do carago!

    ResponderEliminar
  3. Olá Armindo!

    Também não sabia de todas as qualidades do Ismael.
    Nessas suas homenagens estamos aprendendo muito sobre os membros que trabalham com o meu/nosso Rei.

    Parabéns!

    Abraços,
    Carmen Augusta

    ResponderEliminar
  4. Oi, maninha!

    Precisamente pelo facto de serem importantes na carreira do Roberto e de eu nada saber sobre eles, é que me lembrei de publicar esta série. No entanto, devo dizer-te que não estáa ser tarefa fácil, pois para além do pouquissimo que foi publicado no site do Roberto, pouco ou mesmo nada mais existe de informação sobre o RC9 e no que a fotos se refere então o caso é pior. É como procurar agulha em palheiro! eheheheheh

    Abração

    ResponderEliminar
  5. Tambem Gravou um Compacto Duplo antes da Jovem Guarda na CBS como tambem o Classico Ouça Obs. tenho estes 2 compactos + um Com Ogunhe Todos da CBS.
    Miguel Sampaio Monte Mór -Face - Pesquizador Musical e Pagina Dicionario da Musica Popular Brasileira no face.

    ResponderEliminar
  6. Amigo Miguel Sampaio, obrigado pela informação.

    ResponderEliminar

MÚSICA LUSÓFONA

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil