ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

1/21/2010

RC9 – Os músicos da banda de Roberto Carlos (Dironir de Souza - Sax Tenor – 1939-2008)




A banda do cantor e compositor Roberto Carlos, vulgarmente designada por RC9, é comparável à famosa trilogia de Alexandre Dumas, intitulada “Os três mosqueteiros”.

Os 3M, que na verdade eram 4, estavam ao serviço do rei de França, Luís XIII, e os RC9, que na verdade são 17, estão ao serviço do Rei Roberto Carlos.

Mas enquanto os 3M enfrentavam grandes inimigos como o Cardeal Richelieu e seus guardas, além dos huguenotes e dos ingleses, inimigos da Coroa francesa, os RC9 são o séquito real que aqui e além fronteiras apoiam Sua Majestade que no trono salpicado por uma miríade de luzes banhadas por nevoeiro sebastianista, é aclamado pelos seus súbditos ao som de instrumentos musicais regidos pelo seu cavaleiro-mor.

No âmbito das comemorações do cinquentenário da coroação do Rei, os RC9 foram recentemente trazidos à estampa através do site
http://www.rc50anos.com.br/com com fotos e breves palavras de apresentação. São essas fotos e essas breves palavras sobre cada um dos 17 elementos que compõem a banda RC9 que aqui reproduzimos com a devida vénia como reconhecimento por tudo quanto têm feito em prol de Roberto Carlos e dos seus fãs.

Alguns dos elementos já foram alvo de enredos fictícios produzidos pelo autor destas linhas, pelo que se aproveitará para também incluir alguns excertos de tais episódios.

A ideia era publicar este trabalho num só documento, porém, isso iria tornar o artigo demasiado extenso e como tal não muito prático para os estimados leitores. Por isso, decidimos dividi-lo por cada elemento do RC9, sendo que em todos manteremos o presente texto.




Primeiro, em 1964, foram chamados de RC Trio tendo o próprio RC na guitarra, Dedé Marquez na bateria e Bruno no contrabaixo. Roberto Carlos passou a ser só o cantor surgindo então o RC 4 com a entrada de Wanderley no piano e Gato na guitarra. Daí entraram os sopros... e o resto é história. Nos dias de hoje é chamada de RC 9. Com vocês: os músicos que acompanham Roberto Carlos!


----------------------


Quando nos propusemos levar por diante esta série dedicada aos elementos que compõe a banda RC9 do cantor e compositor Roberto Carlos, fizemo-lo com o objectivo de não só homenagear os elementos que a compõem, mas também aproveitar para dar a conhecer aos nossos estimados leitores algo mais sobre a carreira profissional de cada um. Para tal, baseamo-nos em resultados de pesquisas que na sua maioria se tornaram difíceis e como tal escassos mas que, apesar disso, pensamos que contribuíram, ainda que modestamente, para os fins a que nos propusemos, sendo certo que se a matéria publicada relativamente a este ou àquele elemento foi maior ou menor, isso deveu-se unicamente aos dados que sobre cada um conseguimos obter.

Com Ubaldo Versolato, terminou a série dedicada aos actuais 17 músicos da Banda RC9 que acompanham Roberto Carlos, a saber:

- Ana Lúcia Heringer - Vocal
- Antônio Wanderley - Piano
- Aristeu Reis - Guitarra
- Aurino Oliveira – Sax Barítono
- Clécio Fortuna – Sax Alto
- Dárcio Ract - Baixo
- Dedé Marquez - Percussão
- Eduardo Lages - Maestro
- João Lenhari - Trompete
- Jorge Berto - Trombone
- Jurema de Cândia - Vocal
- Luiz Carlos Ismail - Vocal
- Nahor Gomes - Trompete
- Norival D´Angelo - Bateria
- Paulinho Ferreira - Guitarra
- Tutuca Borba - Teclados
- Ubaldo Versolato – Sax Tenor

Por uma questão de princípio, seguimos a ordem alfabética para a publicação, excepção feita apenas para o caso concreto de Jurema de Cândia que, como oportunamente comunicamos, tem na Banda RC9 a função de Vocal juntamente com Luíz Carlos Ismail e Ana Lúcia Heringer a primeira desta série à qual decidimos juntar com a referida Jurema de Cândia pela simples razão de que pelo menos durante os “Bate-papo entre Roberto e eu” ambas terem a particularidade de falarem em uníssono como se estivessem actuando. Estamos convictos que caso tão sui generis apenas acontece durante os referidos bate-papos, caso contrário não é difícil imaginarmos que durante os ensaios, se por exemplo alguém pretender falar com a Jurema tenha primeiramente o cuidado de ver se a mesma está acompanhada da Ana Lúcia (ou vice-versa), caso contrário o diálogo não será fácil pois ambas sempre falarão em coro e isso é complicado para quem as ouve. Que o diga o Roberto!

Mas voltando à série dedicada aos elementos da Banda RC9, ela ficou completa com Ubaldo Versolato que alfabeticamente completou os 17 elementos que a compõem. Sabemos que muitos outros elementos passaram pela banda, porém, a série que levamos a cabo apenas se baseou nos actuais. Contudo, não podíamos deixar de fazer aqui uma referência a um músico que durante longos anos fez parte da Banda RC9 só a deixando porque a morte o levou em 10 de Novembro de 2008. No entanto, espiritualmente ele continua entre nós e por isso é com a devida vénia aos seus entes queridos que fizemos questão de terminar esta série com aquele que ora apresentamos ao jeito de Roberto Carlos:


"Dironir no sax solo!"



A matéria que a seguir publicamos, trata-se de bate-papos onde Norival interveio. Para melhor se entender o sentido das suas intervenções, incluímos, também, os diálogos imediatamente anteriores e/ou posteriores.


- XXV Bate-papo entre Roberto e eu - RC e sua equipa desvendando o mistério sobre a verdade da mentira

7 de Maio de 2008, quarta-feira, 11,07h
...............................

ARMINDO, berrando ao celular: - Ó Berto, não dizes nada, carago? Tou a ouvir vocês todos numa cavaqueira do carago e eu aqui feito camelo!

ROBERTO, mordaz: - Mindo, vá bebendo água e aguente mais um pouco, rapaz!

ROBERTO, para Dinorir: - Dironir, me dê aí as folhas, tá?

AURINO, para Roberto: - Roberto eu tenho uma…

ROBERTO, interrompendo Aurino: - Aurino, eu tô pedindo minhas folhas pro Dironir e você vem interrompendo, mora? Espere aí um pouco, bicho!

DIRONIR, espantado com o pedido das folhas: - Que folhas você tá falando, Roberto?

ROBERTO, tentando ser paciente: - As folhas do 24º. Bate-papo, né? Que folhas haviam de ser, Dironir?

DIRONIR, explicando: - Pensei que você táva falando das Folhas de Outono. Essas que você falou, eu não tenho, não! Você as deu a Paulinho.

ROBERTO, vendo que meteu água mas não querendo reconhecer: - Mas é claro que eu sei que dei as folhas pro Paulinho, mas eu só táva pedindo a você pra chamar ele. O cara sumiu daqui sem avisar. Onde se meteu ele, gente? GENIVAAAAAALLLLLL!!!
……………………….


-----------------------
.
A matéria a seguir é uma compilação integral de um post inserto no blog do Maestro Eduardo Lages, contendo uma sua mensagem sobre o falecimento do seu colega e amigo Dironir de Souza, incluindo ainda depoimentos de solidariedade de fãs de Dironir.


EDUARDO LAGES – Blog




- Perdemos o nosso amigo e saxofonista Dironir (de barbicha na foto), como costumávamos chamá-lo.... (Barbicha)

Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Quando fui contratado para ser maestro do Roberto Carlos, encontrei o aconchego e carinho de alguns músicos do então RC7 e Dironir foi um deles. Desde que passei a fazer shows solo com orquestra, Dironir (sax tenor) junto com Paulinho (guitarra), Gil (trompete), Jorge Berto (trombone) e Nahor (trompete) era figura certa nos meus shows, alem de fazer parte também da Orquestra do Roberto (que também comando). Ontem ele nos deixou... ficará além da saudade, a certeza de ter sido um músico competente, profissional correto e super bom caráter. Minha gratidão ao DIRONIR DE SOUZA.

Eduardo

DEPOIMENTOS:

LITUANA disse...
Maestro, realmente uma perda irreparável nós nossos corações a perda de Dironir, sinto muito pela família dele e a vc maestro por perder seu colega de trabalho, seu amigo que lhe acompanhou a anos tanto com o rei Roberto Carlos como com você na sua carreira solo. Foi um artista que marcou seu nome, seu talento na musica brasileira com toda sua integridade e honestidade de um profissional e ser humano.

CON disse...
Meu Deus Maestro... Não acredito! Que pena...Tadinho... Se bem que eu estava notando de uns tempos para cá que ele estava muito magrinho...Ele estava doente? Ele foi o primeiro músico da orquestra do RC que eu conheci, há muuuiiitos anos atrás...Muito educado e atencioso com os fãs! Que Deus o receba em sua glória. ele nos encantou muito com seu saxofone... Foram muitas emoções! Meus sentimentos à família, ao Roberto que com certeza deve estar muito triste, e a você Maestro pois perdeu um amigo. Beijos azuis... entristecidos...

VINÍCIUS FAUSTINI disse...
É... Vai ser uma pena daqui pra frente não poder mais ouvir RC gritando "Dironir no sax solo!". Resta deixar o aplauso para este músico que tanto ajudou a gente a se emocionar. Dironir, um dos mais experientes tripulantes desse "Boeing de prefixo RC-9", obrigado por tudo! E a todos, apresento no link abaixo minha postagem no blogue "Emoções de Roberto Carlos" sobre o nosso amigo Dironir: http://emocoesrc.blogspot.com/2008/11/dironir-de-souza.html Espero que gostem. E, Eduardo, se quiser encaminhar o endereço à família dele, esteja à vontade. Abraços.

CARMEN AUGUSTA disse...
Querido Maestro, que notícia triste! Gostava de vê-lo tocar. Parece que estou vendo e ouvindo Roberto anunciar: "Dironir no sax solo!". É uma pena! Maestro, meus sentimentos a você, ao nosso Roberto, á família dele e aos amigos da orquestra. Sei que devem estar muito tristes, e nós também. Um abraço.
.
CON disse...
Amigos, assim como nosso amigo Vinícius, também no blog Confissão, fiz uma pequena homenagem a este grande músico... Com um vídeo do RC numa apresentação solo do Dironir. Se quiserem ver o end. é:
http://conclubedorei.blogspot.com
Beijos azuisss

MARLOS CHAMBELA disse...
"O Calhambeque" sem o solo do Dironir, jamais será a mesma!Com certeza ele ficou na história da música brasileira, como uma figura que, desde muitos anos atrás, sempre apareceu com destaque na orquestra que acompanha o maior artista popular de todos os tempos no Brasil. O Roberto, provavelmente, devia gostar muito dele, pois sempre o anunciava com satisfação: "Dironir, no Sax solo" Isso fez sua marca ficar gravada com muito mais força, inclusive nos discos e DVDs Ao Vivo do Roberto, onde todos puderam ouvir o Roberto anunciando-o. Um grande abraço a todos os amigos e familiares que agora, certamente, sentem sua falta. Ao amigo Eduardo, um grande abraço também e, sei que além do sentimento da perda de um amigo, você tem pela frente a tarefa de encontrar alguém que consiga preencher essa lacuna (na orquestra, mas não no coração de vocês) pelo menos próximo ao talento dele. Sei que não é fácil. Ainda mais quando se trata não apenas de um músico, mas de um amigo de várias décadas. Um abração!

MARCIA TRISTÃO-BENNETT disse...
Eh Maestro, nos sentimos muito a noticia da passagem desta para outra do Dironir.Quando li esta noticia, em outras fontes, a primeira coisa que me veio a cabeça foi "Dironir, no sax solo" do RC. Até agora, quando escrevo estas linhas, ainda ecoa na minha cabeça o nome dele. Mas, agora, todos temos certeza de que brilha em um palco muito mais iluminado, em outra dimensão! Foi um músico brilhante. Vai fazer muita falta nos shows e permanecerá sempre nos nossos corações! A você, maestro, um abraço muito carinhoso, pela ausência do Dironir em seu trabalho, e pelo companheiro de papo e amigo que era. Tenho certeza de que o Roberto deve estar bem triste e sentido também. Agora, ele é uma estrelinha que brilha no céu!Abracoseduardolageanos

GRUPO UM MILHÃO DE AMIGOS disse...
Eduardo, grande amigo, esse momento da partida do nosso querido Dironir é um momento de tristeza, sim, mas com a Fé que temos vamos transformar essa tristeza numa saudade bonita dos tempos do "barbicha" no palco, dos seus solos, da sua musicalidade, do seu companheirismo. Acima de tudo, tenhamos certeza de que Dironir já habita a Vida Eterna e que Lá em Cima, junto a Deus, vai alegrar muitos amigos que irá reencontrar. Eduardo, receba o abraço solidário de Um Milhão de Amigos.
(Vera Marchisiello-coordenadora)

CYNTHIA COIMBRA disse...
Eduardo, fiquei profundamente triste pela partida do Dironir, na convivência no navio tive a oportunidade de conhecer os músicos do RC um pouco mais essa perda realmente me entristece.

DERBSON FROTA disse...
Poxa vida, que pena! Que tristeza! Tive a oportunidade de tirar uma foto com nosso Dironir, em agosto de 2007, em Fortaleza. Na época, ele estava andando pelo calçadão da beira-mar, ao lado de seu amigo Aurino. É a vida! Que Deus abençoe um dos grandes músicos da banda, e que ajudou nosso Roberto ter o título de rei. Obrigado, bicho! Muitos amores foram abençoados ao som de seu inesquecível e inconfundível sax! "Aceitar a vontade de Deus é o maior bem da vida..."

ARMINDO GUIMARÃES disse...
Triste é sempre a perda de alguém, mas se esse alguém de alguma forma nos está ligado, então a tristeza é redobrada. Talvez por algumas vezes pisar os palcos e bastidores é que quando assisto a qualquer espectáculo não me limito a apreciar o/s personagem/s da boca de cena, mas também todos aqueles que fazem parte do contexto e que normalmente são remetidos para segundo plano, para não dizer anonimato. Por isso é que quando o Eduardo Lages há tempos postou aqui no blog algumas fotos de elementos da equipa de RC, eu achei uma ideia brilhante. Pena que tal ideia não tenhasido continuada, seguramente porque entretanto muitos outros afazeres chamaram o maestro do Rei. Hoje, no meu blog
http://splishsplashblog.blogspot.com/2008/11/dironir-de-souza.html a título de homenagem faço uma referência ao nosso saudoso amigo Dironir de Souza, postando um excerto do “25.º Bate-papo entre Roberto e eu”, ocorrido em 7 de Maio de 2008 e que teve a particularidade de nele também ter entrado toda a equipa de RC, incluindo Dironir de Souza. Paz à sua alma!

LUCAS CARNEIRO disse...
Maestro, tive a oportunidade de conhecer e conversar com o Dironir durante mais de uma hora no cruzeiro em 2006. Desde pequeno lembro daquele cavanhaque "gigante" nos especiais do Roberto. Agora, ele vai tocar sax junto com Deus e Jesus. Tenho certeza que ele está em um lugar muito melhor do que a gente vive. Fique com Deus, Dironir. Vá em paz. Um grande abraço.
.
MAZÉ SILVA disse...
Meu querido Maestro! Lamento muito assim como vocês, a perda do grande músico Dironir, que pertencia a orquestra do nosso querido Rei e que para nós também era muito reconhecido pelo seu excelente trabalho feito juntamente com Roberto, como falou o Maestro desde a Banda RC7. Sei que vamos sentir muita falta quando estivermos assistido os shows do Roberto e os seus Maestro, que sem dúvida veremos que no palco faltará um membro muito importante desse grupo, pelo seu valor como músico, amigo, muito simpático e que já fazia parte da família Robertocarlística. Maestro, estou escrevendo para congratular-me com você, que perdeu um amigo, um grande profissional que além de acompanhar o Rei também, já fazia parte da sua equipe de shows orquestrado. Que Deus o tenha e esteja em um lugar bem merecido ao lado do Pai, em outras dimensões.Maestro, um beijo, mas não esquecendo que também estou triste por esse momento que não esperava. De sua fã de Fortaleza.

LILAN HAHN MARIANO DA ROCHA disse...
Tenho uma enorme dificuldade em entender perdas especialmente não consigo entender a morte. Fica aqui o meu profundo pesar e meu inconformismo expresso nos versos de Mário Quintana:"Esta vida é uma estranha hospedaria,De onde se parte quase sempre às tontas,Pois nunca as nossas malas estão prontas,E a nossa conta nunca está em dia."Com certeza fica a lembrança, o exemplo, a obra, a vida, a saudade e a esperança da/na eternidade da alma.

CRISTIANO BESSA disse...
Amigo Eduardo, lamentei profundamente desde que soube da morte de Dironir, sempre o achei uma figura marcante na banda, porque não dizer antológica, aliás Wanderley e Ele. Jamais esquecerei do Roberto o chamando para fazer o sax solo do Calhambeque, ficará com certeza na saudade. Que Deus o tenha em um bom lugar. Meus mais sinceros sentimentos.

EVERALDO FARIAS disse...
Faço minhas as palavras de todos os amigos: Dironir é sem sombra de dúvida uma figura inesquecível, marcante da orquestra RC! Que Deus o tenha em um ótimo lugar, tocando seu sax para os anjos do céu!Blog Música do Brasilwww.everaldofarias.blogspot.comUm forte abraço a todos!

SANDRO ROGÉRIO disse...
Amigos, neste momento, o meu abraço a todos que tiveram o privilégio de conviver com Dironir e em especial à sua família. Que Deus, na sua infinita bondade, acalente a todos neste momento de sofrimento. Um abraço a todos.

LUPÉRCIO disse...
Que Deus dê um bom descanso a este fantástico músico e conforto pra sua família. A banda de Roberto Carlos vai ficar uma lacuna mais vai se fazer o que infelizmente é o destino de todos nós. Abraços.

ROSANGELA AMORIM disse...
Nossa Maestro! Que notícia triste! Meus sentimentos à você, ao Rei Roberto Carlos e seus músicos, que devem estar todos tristes, com essa perda irreparável. Além da família, é claro! Que Deus possa dar a ele um ótimo lugar lá no céu. Que descanse em Paz. Um abraço a todos!

REGINA MÁRCIA disse... Maestro querido, que momento difícil! Muito triste perderum amigo! Meu abraço solidário, de conforto, de carinho aos familiares e a você.

----------------------

Roberto Carlos apresentando
os músicos da banda RC9


Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

5 comentários:

  1. Olá Armindo!

    Parabéns por essa série de homenagens que você prestou aos músicos da banda de Roberto Carlos.

    Sei que não foi fácil, deu um trabalhão, mas valeu a pena.
    Ficou um trabalho muito bonito, e instrutivo.Quem não conhecia, ficou conhecendo um por um.

    Esse término me emocionou muito.
    Nos shows, a gente estranha outro sentado no lugar dele.E já não se escuta Roberto dizer:
    "Dironir no sax solo"!

    Parabéns!

    Hoje mereces beijos,
    Carmen Augusta

    ResponderEliminar
  2. Oi, maninha!

    Obrigado pelas felicitações.

    Gostei dessa de "hoje merece beijos".

    Quer dizer que antes não tinha merecido.

    eheheheheh

    Abraços robertocarlisticos

    ResponderEliminar
  3. Nobre colega Armindo,

    Os acordes finais dessa justa homenagem a esses grandes músicos não desafinou em nenhum momento. Assistimos através das palavras do Armindo, uma apresentação solo de todos componentes da orquestra que dar o toque de classe nos shows do rei RC. Parabéns a todos esses competentes profissionais da orquestra e ao Armindo pelo trabalho de pesquisa e pelo humor dos seus bate-papos.

    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  4. Armindo de Deus!!!!!!!!!!!!!!


    Com uma banda como esta, aih eu vou pra galera, neh??/!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Lindissima homenagem ao nosso grande Dironir, no sax, solo!!!!!!!!!!!!!

    Quem vive sem musica!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Abracoseduardolageanos!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  5. Meu Prezado Armindo,

    Nunca é tarde para se fazer algum comentário,sobretudo quando se trata dos talentosos músicos da Orquestra RC9, que na verdade são 17. heheheh!

    Estes, iluminados por osmose, são dignos da posição em que se encontram.

    O nosso Rei está de parabéns pela maravilha de músicos que tem.

    Um grandioso abraço à todos eles.

    ResponderEliminar

MÚSICA LUSÓFONA

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil