O Fazer Do Dizer > Conceito e coreografia Bernardo Chatillon | CCB 25 e 26/3

Como se comunica o que não se diz? O Fazer Do Dizer inspira-se fortemente na fisicalidade criada pela tentativa de falar uma língua que não dominamos.


O Fazer Do Dizer
Conceito e coreografia Bernardo Chatillon

CCB . 25 e 26 março . Sexta: 21h00 e Sábado: 19h00 . Pequeno Auditório

Performers Alexandra Bernardo (canto lírico) e Bernardo Chatillon (dança/teatro)
Acompanhamento conceptual Fernanda Eugénio
Consultoria Sandra Noeth
Música Vítor Rua
Cenografia Daniel Fernandes
Assistente de cenografia Filipe Cardinal
Figurinos Susana Santos
Acompanhamento e assistência à criação Ana Rocha

Como se comunica o que não se diz? O Fazer Do Dizer inspira-se fortemente na fisicalidade criada pela tentativa de falar uma língua que não dominamos. Bernardo Chatillon pretende imaginar novos mundos, colocando a hipótese de nos relacionarmos com os espaços que estão obstruídos, camuflados, ilegíveis, ignorados, invisíveis. Conviver com os corpos, as paisagens e os movimentos que estão presentes, mas não têm visibilidade, em articulação com o conceito de Pensamento Mágico aplicado à dimensão teatral.
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !