Taboo transforma sertão mineiro em protagonista de novo clipe

A banda Taboo segue trazendo suas origens no norte de Minas Gerais para seu som inspirado pelo indie rock brasileiro moderno. Essa união resulta no novo single “Sol do Sertão”, onde os elementos regionais ganham a intensidade dos riffs em uma canção sobre a aridez da vida. A faixa chega às principais plataformas junto de um clipe.


Banda mescla ritmos regionais com riffs modernos em “Sol do Sertão”

A banda Taboo segue trazendo suas origens no norte de Minas Gerais para seu som inspirado pelo indie rock brasileiro moderno. Essa união resulta no novo single “Sol do Sertão”, onde os elementos regionais ganham a intensidade dos riffs em uma canção sobre a aridez da vida. A faixa chega às principais plataformas junto de um clipe.

Assista ao clipe “Sol do Sertão” 

:

Ouça “Sol do Sertão”: https://tratore.ffm.to/soldosertao

A letra da canção retrata a dureza do calor e suor sertanejo com otimismo e esperança, ao mesmo tempo que mistura rock psicodélico, baião e ijexá. No vídeo dirigido por Tomás Gomes, o dia-a-dia de um homem é retratado ao se ver forçado a sair da modernidade da cidade para encarar a beleza e simplicidade do sertão nortemineiro. O lançamento dá vida a um conceito que surgiu há cerca de 2 anos para o diretor, mostrando um morador de uma casa de pau a pique diante do personagem principal: o próprio sertão.

“Adentramos no coração do Sertão da nossa região para procurar a locação ideal para o projeto. As imagens foram filmadas em uma casa gentilmente emprestada por dois moradores da zona rural do Norte de Minas”, revela o baterista Matheus Leite. Além dele, a banda é formada por Lucas Nobre (vocal e guitarra); Michelle Marques (guitarra) e Max Dias (baixo). 

“Sol do Sertão” também terá uma versão acessível a pessoas com deficiência através da utilização de Libras (Língua Brasileira de Sinais) para a comunidade surda, assim como outros lançamentos recentes da banda. 

Taboo faz um rock alternativo com influências de diversas vertentes da música brasileira. O quarteto traz na discografia o single “A sua cor”, com o qual foi finalista do Troféu Imprensa do Norte de Minas, e além do EP “Valência”, produzido por Leonardo Marques (Maglore, Moons, Young Lights). 

Atualmente, os músicos se preparam para iniciar a jornada de seu primeiro álbum, viabilizado por uma bem-sucedida campanha de financiamento coletivo. Já foram revelados os clipes e singles “Descalço”, “Casa”, “Agosto” e “Meia Vida”. Agora, “Sol do Sertão” também está disponível nas principais plataformas.

Assista ao clipe “Descalço”: https://youtu.be/N5Dz9KncziM 
Assista ao clipe “Agosto”: https://youtu.be/0CaCbBNMYhw
Assista ao clipe “Manhã”: https://youtu.be/4BAgK-M2gkM
Assista ao clipe “Meia-vida”: https://youtu.be/pjkKj9Df5Dw

Ficha técnica
Direção, filmagem e edição: Tomás Gomes
Direção de arte e figurino: Mariana Ati
Produção: Matheus Leite e Max Dias
Atuação: Chico Mineiro
Agradecimentos: Alcides, Hermínio, Ivan, Junior Cordeiro, Fabiano Oliveira e Veronícia Leite

Capa: Igor José 
Composição: Lucas Nobre 
Gravação, mixagem e masterização: Leonardo Marques | Ilha do Corvo 
Voz principal: Lucas Nobre 
Backing vocal: Matheus Leite 
Guitarras: Lucas Nobre e Michelle Marques
Violão: Lucas Nobre 
Baixo: John Longuinhos 
Bateria: Matheus Leite 
Percussões: Max Dias e Daniel Martins 
Sintetizadores: Max Dias 
Intérprete de LIBRAS: Veronícia Leite

Letra

De onde vem a minha paciência
Já foi derrotada outra vez
A minha sagrada resistência
Tá me recompondo outra vez

O sol do meu sertão tá quase morno
Ventania seca de morrer
O suor que rasga o meu rosto
Deixa rastro e cai sem carecer

Olha o céu e vê
O dia já tá pra nascer
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !