3 mil amizades no Facebook para quê se na prática se resumem a umas poucas, mas boas?

Todos nós nos queixamos do Facebook por isto e por aquilo e eu sou um deles, mas enquanto não existir outra rede equivalente que com ele possa competir, o que acontece é que o pessoal vai lamentando e ficando, vai saindo e voltando.

À ESPECIAL ATENÇÃO DAS MINHAS AMIZADES NO FACEBOOK

Por: Armindo Guimarães

Todos se queixam do Facebook por isto e por aquilo e eu não sou exceção, mas enquanto não existir outra rede equivalente que com ele possa competir, o que acontece é que o pessoal vai lamentando e ficando, vai saindo e voltando.

A mim já me aconteceu ter que criar novo perfil porque, segundo o Facebook, houve alguém que criou uma conta com o meu nome e a minha foto. Em vez de eliminarem tal conta, deram-me como solução manter o mesmo perfil, mas a Armindo Guimarães teria que acrescentar outro nome, o que fiz como Armindo Gonçalves Guimarães. Vi, depois, que afinal, ninguém se fez passar por mim. Foi um erro do próprio Facebook que meteu os pés pelas mãos pois o dito perfil ainda existe, porém, inativo, sendo que de vez em quando o Facebook se lembra de me enviar um e-mail a perguntar se eu quero reativar o perfil, enviando documento com nome, foto e data de nascimento para provar que eu sou eu.

Acontece que deviam ter descoberto que eu ainda tenho outro nome antes do Gonçalves, pois desde segunda-feira têm-me dado cabo da cabeça a dizerem que alguém anda a tentar entrar no meu perfil e que por isso eu teria que fazer isto e aquilo para lhes provar que eu era eu e que enquanto isso não acontecesse eu não poderia entrar no meu perfil do Facebook. Fiz o que me pediram e finalmente ontem consegui voltar a entrar no meu perfil aproveitando para colocar nova foto de perfil armado em Pai Natal e uma nova foto de capa a dizer com a quadra que vivemos.

Hoje, quando me preparava para entrar no meu perfil, fui novamente barrado pelos meninos do Facebook com base no argumento anterior.

Resultado: Não pensem que me vão obrigar a colocar o único nome que me resta ao nome que uso no Facebook. Estou a pensar eliminar o meu atual perfil e criar um novo, mas antes disso, vou tratar de arrumar a casa. Como vou arrumar a casa se não posso entrar no meu perfil? Boa pergunta. Na verdade, não posso, nem sequer eliminar a minha conta atual já que para isso teria que entrar no meu perfil. Mas como estamos às portas do Natal, acredito que o meu amigo Nicolau, lá de Rovaniemi, na Finlândia, me vai ajudar com uma mágica que faria inveja ao mágico David Cooperfield.

Conclusão: A seu tempo irei eliminar o atual perfil e criar um novo. Ficarei sem as mais de 3 mil amizades, é certo, mas aqui para nós, 3 mil amizades para quê se na prática todas elas se resumem a umas poucas, mas boas?

Um Santo e Feliz Natal e um Ano Novo cheio de propriedades, digo, de prosperidades, para todos os amigos e família.

Há coisas do carago!

Enviar um comentário

0 Comentários
* Só falta o seu comentário! O autor agradece.

buttons=(OK) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !