Festival Literário Conexões Atlânticas de Lisboa irá homenagear Maurício de Sousa


Trajetória e contribuição social do desenhista serão lembradas no evento

O Festival Literário Conexões Atlânticas 2021 irá homenagear o desenhista, empresário e escritor brasileiro Maurício de Sousa, por seus 62 anos de trajetória profissional e sua contribuição social. O evento acontecerá em Lisboa, Portugal, entre os dias 26 e 27 de novembro (de forma virtual no canal de YouTube In-Finita), e 3 e 4 de dezembro (presencialmente na Livraria Barata e também com transmissão on-line nas páginas do festival). Na ocasião, outros nomes do cenário literário internacional também serão homenageados.

Devido à sua contribuição para a democratização da leitura, o desenhista é bastante admirado pelos leitores portugueses. Na cidade Amadora, em Portugal, foi homenageado com a criação do Parque da BD Turma da Mônica/Mauricio de Sousa.

Desde 2018, o projeto Conexões Atlânticas tem o intuito de dar continuidade ao trabalho realizado na divulgação da língua portuguesa entre os autores lusófonos, no Brasil e em Portugal, por meio de coletâneas e eventos (presenciais e virtuais), e já divulgou mais de 600 autores nestes três anos.

A In-Finita em parceria com a Livraria Barata – Lugar de Cultura e a Câmara Municipal de Lisboa promovem o evento com o apoio de entidades com relevância à literatura e cultura. Entre elas o Instituto Camões, o Movimento Internacional Lusófono (MIL), a União Brasileira de Escritores (UBE/PE), Focus Brasil Nova York e a Academia Internacional de Literatura Brasileira nos EUA (AILB).

Festival Conexões Atlânticas
Data: 26 e 27 de novembro
Transmissão: Canal de YouTube In-Finita
Data: 3 e 4 de dezembro
Local: Livraria Barata - Av. de Roma 11-A, 1049-047 Lisboa, Portugal
Transmissão: Páginas Festival Conexões Atlânticas

Maurício de Sousa
Iniciou sua carreira de ilustrador na região de Mogi das Cruzes, perto de Santa Isabel, onde nasceu. Aos 19 anos, mudou-se para São Paulo e, durante cinco anos, trabalhou no jornal Folha da Manhã (atual Folha de São Paulo), escrevendo reportagens policiais. Em 1959, criou seu primeiro personagem, o cãozinho Bidu. A partir daí, vieram Cebolinha, Cascão, Mônica e tantos outros. Em 1970, lançou a revista Mônica. Na edição de revistas em quadrinhos, depois de passar pela Editora Abril e pela Editora Globo, assinou contrato com a italiana Panini. Cerca de 150 empresas nacionais e internacionais são licenciadas para produzir mais de três mil itens com os personagens de Maurício de Sousa. Suas criações chegam a cerca de 30 países. 

Enviar um comentário

0 Comentários
* Só falta o seu comentário! O autor agradece.

buttons=(OK) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !