Prêmio Zayed de Sustentabilidade 2022 expande alcance global com inscrição recorde de 151 países - Portal Splish Splash

segunda-feira, junho 07, 2021

Prêmio Zayed de Sustentabilidade 2022 expande alcance global com inscrição recorde de 151 países

Após um período de seis meses para as inscrições, em meio às restrições mundiais impostas pela pandemia da COVID-19, o Prêmio Zayed de Sustentabilidade, dos Emirados Árabes Unidos, prêmio global pioneiro em sustentabilidade, encerrou oficialmente as inscrições dos candidatos para a edição 2022.
Vencedora do Prêmio Zayed de Sustentabilidade de 2020


Brasil, Índia, Quênia, EUA e China estão entre os principais países inscritos


Após um período de seis meses para as inscrições, em meio às restrições mundiais impostas pela pandemia da COVID-19, o Prêmio Zayed de Sustentabilidade, dos Emirados Árabes Unidos, prêmio global pioneiro em sustentabilidade, encerrou oficialmente as inscrições dos candidatos para a edição 2022. Com um notável número total de 4.000 inscrições, o Prêmio registra um aumento expressivo de 68,5% nas aplicações em comparação com o ciclo anterior.


Atraindo inscrições de um recorde de 151 países, o equivalente a mais de três quartos dos países do mundo, o Prêmio se mostra verdadeiramente global em termos de alcance e impacto. Isto representa uma quantidade robusta de iniciativas de economia sustentável baseadas em conhecimento e inovação, todas elas almejando o reconhecimento de suas soluções propostas para transformar o mundo, modeladas em meio a um cenário global dinâmico. 


Ao passo que o Prêmio adiou a cerimônia de 2021 devido às circunstâncias do momento, as candidaturas para 2021 foram incluídas automaticamente no ciclo 2022, somando-se a novos pretendentes. O apetite maior por inscrições é um indicativo da prioridade que é dada à ação climática por parte de pequenas e médias empresas, organizações não-governamentais e escolas secundárias, que veem no prêmio um catalisador da inovação humana e de seu impacto subsequente. 


As iniciativas inscritas para esta próxima edição, que será realizada em janeiro de 2022, refletem as expectativas para a COP 26 e seguem na esteira da recuperação pós-pandemia, sendo as categorias com maior número de registros Comida (1.201) e Saúde (879), seguidas por Energia (759) e Água (627). E com 534 inscrições, o resultado talvez mais inspirador foi o de escolas secundárias globais, que completaram as inscrições mesmo enfrentando suspensões e encerramento das atividades, evidenciando o compromisso da juventude em todas as partes do mundo com um futuro sustentável.  


Sua Excelência Dr. Sultan bin Ahmed Al Jaber, o Ministro da Indústria e Tecnologia Avançada dos Emirados Árabes Unidos e Diretor Geral do Prêmio Zayed de Sustentabilidade, disse:  “Inspirado no legado do pai-fundador dos Emirados Árabes Unidos, o Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan, o Prêmio continua a demonstrar o comprometimento dos Emirados Árabes Unidos com a sustentabilidade e o humanitarismo. Estamos orgulhosos e motivados por ter recebido tantas inscrições apesar das condições difíceis que o mundo está enfrentando, e seguiremos em frente com dedicação, pois o Prêmio continua a cumprir o seu papel de apoiar agentes inovadores e organizações com visão de futuro, que buscam mudar nosso mundo para o melhor."


“À medida que a comunidade internacional continua a se unir em torno de ações climáticas ambiciosas à espera da COP 26, o alto número de participantes registrado este ano demonstrou que soluções criativas sustentáveis podem surgir em todas as partes do mundo e, o mais importante, têm condições de oferecer benefícios econômicos tangíveis com o progresso social”, acrescentou.


O destaque vai para as inscrições do Brasil, Índia, Quênia, EUA e China que reforçam a importância do Prêmio como o principal reconhecimento global à inovação, impacto e inspiração no campo da sustentabilidade, em importantes mercados globais emergentes. Essa alta notável evidencia a natureza multifacetada dos desafios e oportunidades no caminho para um futuro sustentável. 


O número expressivo de candidatos e a diversidade no alcance geográfico, compreendendo países desenvolvidos e emergentes, incluindo áreas remotas como Fiji e Kiribati, reflete a busca do Prêmio pela excelência em atrair agentes pioneiros operantes em uma estrutura de visão globalmente compartilhada, que estimula a abordagem da integração para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS, da ONU) e transformar a vida de milhões de pessoas. 


Além disso, o Prêmio testemunhou um aumento notável das inscrições oriundas de países claramente focados em inovação sustentável, ao passo que mantém os esforços na capacitação de PMEs e organizações sem fins lucrativos, bem como incentiva e qualifica a juventude a assumir papel ativo no apoio a suas comunidades como futuros líderes de sustentabilidade. Os principais exemplos disso seriam as candidaturas substanciais da África do Sul, Ruanda, Japão, Indonésia, Dinamarca, México e Colômbia, entre outros.


A forte representatividade de projetos na categoria Saúde está alinhada aos desafios mundiais em curso apresentados pela pandemia. Dentre as soluções apresentadas, um grande número é voltado para as doenças transmissíveis, incluindo ações de resposta e mitigação de efeitos da COVID-19, seja por meio da telemedicina, clínicas móveis ou plataformas de TI. Além disso, muitas soluções enfocaram a saúde do recém-nascido, infantil e materna, promovendo um cruzamento entre saúde e o empoderamento das mulheres, que também foi atrelado a outros aspectos centrais da agenda de sustentabilidade. Na categoria Comida, que teve o maior número de inscrições, há uma presença marcante de soluções inovadoras de apoio à cadeia de valor agrícola, enquanto iniciativas relacionadas à agricultura e ao processamento de alimentos destacam a contínua transformação dos sistemas alimentares mundialmente.


Na categoria Energia, um foco preponderante em promover o acesso à energia e aplicação da energia solar está alinhado com a queda consistente de custo da tecnologia solar no mundo. Soluções para gerar eficiência energética e armazenamento de energia são temas comuns, com destaque para uma tendência para a transição energética. Por fim, na categoria Água, um grande número de soluções é orientado para a tecnologia de extração, filtração e purificação de águas residuais, especialmente em meio a pandemias e desastres naturais. Uma grande quantidade de propostas relacionadas à transmissão e distribuição de água pode guardar relação com respostas à escassez de água e à crise hídrica que cada vez mais o mundo enfrenta.


Outra tendência animadora para o futuro da sustentabilidade é a quantidade robusta de inscrições de escolas secundárias, refletindo a voz cada vez mais amplificada dos jovens para acelerar a ação climática e o desenvolvimento sustentável. Um grande número de inscrições propôs projetos de horta escolar para ajudar a abastecer a escola e as famílias mais necessitadas em suas comunidades, atestando ainda mais a compreensão dos jovens sobre as complexidades e a natureza intersetorial da sustentabilidade.


Além disso, o número recorde de países representados nas inscrições em 2021 reflete a natureza dinâmica do Prêmio, que, como a maioria das premiações globais teve que se ajustar a um cenário em transformação, atestando um alinhamento com a Década de Ação para compromissos globais acelerados, visando alcançar os ODS da ONU. Em consonância com esse mandato intersetorial, a maioria das soluções focou na resiliência dos ecossistemas e no  acesso a soluções, tornando um caso claro de benefícios econômicos da inovação sustentável e ação climática, enquanto muitas dessas soluções alavancam tecnologias das próximas gerações, focadas em Inteligência  Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT) para dar propulsão ao impacto.


Após o encerramento das inscrições, o Prêmio entra agora na fase de avaliação. Todas as inscrições serão verificadas por uma consultoria independente de pesquisa e análise. Um Comitê de Seleção composto por especialistas do setor renomados mundialmente avaliará as inscrições selecionadas e escolherá os finalistas. A terceira e última fase do processo de avaliação é o Júri, que se conectará em outubro, para selecionar os vencedores em cada categoria.


Desde o seu lançamento em 2008, o prêmio anual de US$ 3 milhões tem, direta e indiretamente, transformado a vida de mais de 352 milhões de pessoas em 150 países. Seu impacto global continua a crescer, à medida que catalisa ainda mais o alcance humanitário e o desenvolvimento sustentável. O vencedor de cada categoria recebe um prêmio de US$ 600.000. Os ganhadores da categoria Escolas Secundárias Globais dividem o mesmo valor entre seis instituições de seis regiões do mundo, cada uma recebendo até US$ 100.000.


Os vencedores dos prêmios de 2022 serão anunciados na cerimônia de premiação anual do Prêmio, que ocorrerá durante a Semana de Sustentabilidade de Abu Dhabi, em janeiro de 2022. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário