ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

12/03/2020

ENGIE anuncia as vencedoras do edital do projeto Mulheres do Nosso Bairro

A ENGIE anunciou as 25 mulheres vencedoras do edital do projeto Mulheres do Nosso Bairro


Foram selecionadas 28 iniciativas de mulheres empreendedoras para a geração de renda em 23 municípios de atuação da empresa, em 10 estados do País


A ENGIE anunciou as 25 mulheres vencedoras do edital do projeto Mulheres do Nosso Bairro, que consiste em uma rede de iniciativas para impulsionar ações de geração de renda e empregos nos municípios de atuação direta da Companhia. Além das 25 iniciativas previstas inicialmente, a comissão avaliadora decidiu conceder outros três prêmios especiais, totalizando em 28 o número de projetos que serão apoiados pela Companhia. 


Criado para selecionar e apoiar empreendimentos e iniciativas de lideranças femininas com recursos financeiros, o edital foi lançado em mais de 100 municípios do Brasil, incluindo Florianópolis (sede da empresa) e região metropolitana. Foram recebidas 275 propostas de 43 municípios espalhados por 13 estados do País, das quais 206 elegíveis a concorrer aos prêmios. As 28 iniciativas vencedoras, vindas de 23 cidades de 10 estados, irão receber os valores de R$ 5 mil, R$ 10 mil ou R$ 20 mil, de acordo com o escopo do projeto. Ao todo, o valor investido pela ENGIE para auxiliar as vencedoras do edital vai atingir R$ 500 mil.


“A ENGIE entende que é preciso dar suporte às mulheres com projetos de médio e longo prazo. Tanto é que as iniciativas do projeto estão previstas para prosseguir após o término da pandemia. É mais uma ação que reforça o engajamento social da Companhia e demostra que estamos unidos com nossos colaboradores, as comunidades vizinhas e toda a sociedade para enfrentar esse momento difícil que o país está vivendo”, comenta a coordenadora de Responsabilidade Social Corporativa da ENGIE Brasil Energia, Luciane Pedro.


Para a escolha das vencedoras do edital, foram levados em conta aspectos como o impacto do empreendimento na renda familiar e na comunidade e a geração de novos postos de trabalho. A avaliação das propostas finalistas, após a análise criteriosa das comissões regionais, foi realizada pelos membros do Fórum de Sustentabilidade da ENGIE Brasil Energia, composto por 11 profissionais da empresa de diversas áreas, além da gerência da área de Meio Ambiente e Responsabilidade Social.


A análise contou também com a ajuda de quatro convidados externos, especialistas em empreendedorismo social, empoderamento feminino e igualdade de gêneros: Fernanda Bornhausen, cofundadora e presidente voluntária do Social Good Brasil, Marina Barbieri, Coordenadora Estadual do Programa Sebrae Delas, Evandro Badin, diretor executivo da Junior Achievement de Santa Catarina, e Gabriela Coral, líder estadual (Santa Catarina) no movimento nacional Justiça de Saia, criado para coibir a violência doméstica no âmbito da Lei Maria da Penha.   


No 10 de dezembro será realizada uma Live com a presença das 28 mulheres vencedoras, além de convidados externos. O endereço do evento online será informado na próxima semana na página do YouTube e no site do projeto Mulheres do Nosso Bairro.


Conheça os 28 projetos vencedores:


Meu Baldinho – Tubarão (SC)

Macra Meu – Capivari de Baixo (SC)  

Abayomi: Quilomba em Ação – Guarapuava (PR)

Ray Laços – Paraupebas (PA)  

Ampliação e Estruturação de uma Oficina Coletiva de Artesanato em Lã – Hulha Negra (RS) 

Padaria Perseverança – Candiota (RS)

Cozinha em Ação – Sacramento (RS)

Mulheres em Ação – Assú (RN)

Cozinha Solidária – Umburanas (BA) 

Grupo Mulheres do Semiárido – Umburanas (BA) 

Costurando Esperança – Trairi (CE)

Tecnologia na Terapia Capilar – Quedas do Iguaçu (PR)

Nutriávida – Inovação com Sucesso no Ramo da Alimentação – Saudade do Iguaçu (PR)

Viveiro Agroflorestal Sustentável – Palmeirópolis (TO)

Coopraçu – Minaçu (GO)

Adoçando a Vida – Mariano Moro (RS)

Mel Bergamaschi – Itá (RS)

Morangos da Fofa – Mariano Moro (RS)

Reduzir X Reaproveitar X Renda – Mariano Moro (RS)

Dom Rosário’s Pizza – Barracão (RS)

Projeto Mão na Massa – Zortéa (RS)

Minha Fábrica, Minha Vida – Entre Rios do Sul (RS)

Artes da Ana - Lages (SC)

Impulso! Digital – Florianópolis (SC)  

Saúde Mental, Feminilidades e Economia Solidária – Florianópolis (SC)  

Prêmios Especiais

Projeto Casulo – Sacramento (MG)

Projeto Justas – Estreito (MA)

Helo Lanches – Alto Bela Vista (SC)

Para detalhes sobre os projetos vencedores e mais informações sobre o Mulheres do Nosso Bairro, acesse https://mulheresdonossobairro.com.br/


Empoderamento das mulheres


O Mulheres do Nosso Bairro representa um reforço à adesão da ENGIE aos Princípios de Empoderamento das Mulheres” (WEPs, sigla em inglês de Women’s Empowerment Principles), uma iniciativa da ONU Mulheres, ocorrida em setembro de 2019. Com investimento em torno de R$ 1,5 milhão entre 2020 e 2021, o projeto prevê impactar 20 mil mulheres de forma direta e 60 mil pessoas indiretamente, contribuindo para o Objetivo 5 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs), da ONU, que consiste em alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. 


“A ENGIE assumiu o compromisso de incentivar a promoção da igualdade de gênero, a começar pelo aumento do número de mulheres em cargos de liderança. Apoiar o projeto Mulheres do Nosso Bairro enfatiza também o nosso compromisso externo de empoderamento das mulheres. As iniciativas selecionadas favorecem o desenvolvimento de pessoas e contribuem ainda mais para o relacionamento próximo que mantemos nas comunidades vizinhas aos nossos empreendimentos”, destaca Eduardo Sattamini, diretor-presidente e de Relacionamento com Investidores da ENGIE Brasil Energia.  


Sobre a ENGIE

A ENGIE Brasil é a maior produtora privada de energia elétrica do Brasil, com capacidade instalada própria de 10.211MW em 61 usinas, o que representa cerca de 6% da capacidade do país. A empresa possui quase 90% de sua capacidade instalada no país proveniente de fontes renováveis e com baixas emissões de GEE, como usinas hidrelétricas, eólicas, solares e biomassa.

Com a aquisição da TAG, a ENGIE é agora também detentora da mais extensa malha de transporte de gás natural do país, com 4.500 km, que atravessam 10 estados e 191 municípios.

Além disso, o Grupo atua no Brasil na comercialização de energia no mercado livre e está entre as maiores empresas em geração fotovoltaica distribuída. A empresa possui ainda um portfólio completo em soluções integradas responsáveis em reduzir custos e melhorar infraestruturas para empresas e cidades, como eficiência energética, monitoramento e gerenciamento de energia, gestão de contratos de fornecimento de eletricidade, iluminação pública, sistemas de HVAC, telecomunicação, segurança e mobilidade Urbana. Contando com 2.750 colaboradores, a ENGIE teve no país em 2019 um faturamento de R$ 10,5 bilhões.

O Grupo é uma referência mundial em energia e serviços de baixo carbono. Para fazer frente às mudanças climáticas, para fazer frente às mudanças climáticas, a ambição da ENGIE é se tornar líder global da transição para uma economia de carbono zero para os clientes, em particular empresas e autoridades locais.  A ENGIE se apoia nas suas atividades chave (energia renovável, gás, serviços) para oferecer soluções competitivas turnkey “as a service”. Com seus 160.000 colaboradores, clientes, parceiros e stakeholders, o Grupo é uma comunidade de Construtores Imaginativos, comprometidos a cada dia com um progresso harmonioso.

Receita em 2019: 64,1 bilhões de euros. O Grupo está cotado nas bolsas de Paris e Bruxelas (ENGI) e é representado nos principais índices financeiros (CAC 40, DJ Euro Stoxx 50, Euronext 100, FTSE Eurotop 100, MSCI Europe) e índices não-financeiros (DJSI World, DJSI Europe e Euronext Vigeo Eiris - World 120, Eurozone 120, Europe 120, France 20, CAC 40 Governance). 

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo