ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

12/23/2020

Amigos do Bem mobiliza 100 voluntários no Natal para beneficiar 150 mil pessoas do sertão nordestino

Ao todo, 100 voluntários embarcaram de São Paulo e vão se juntar com voluntários locais para a entrega e distribuição de 500 toneladas de alimentos e 100 mil brinquedos para as crianças. Ao todo, o grupo vai percorrer em torno de 5.000km pelos três estados.  Para garantir a segurança e saúde dos envolvidos, toda a ação está sendo realizada seguindo os protocolos de segurança recomendados pela Organização Mundial de Saúde.


São 500 toneladas de alimentos e 100 mil brinquedos para distribuição para 300 povoados do Pernambuco, Alagoas e Ceará


A ONG Amigos do Bem, eleita a melhor organização não governamental do país em 2020 pelo Instituto Doar, realiza ação de Natal nos sertões de Pernambuco, Alagoas e Ceará para mais de 150 mil pessoas em 300 povoados carentes.


Ao todo, 100 voluntários embarcaram de São Paulo e vão se juntar com voluntários locais para a entrega e distribuição de 500 toneladas de alimentos e 100 mil brinquedos para as crianças. Ao todo, o grupo vai percorrer em torno de 5.000km pelos três estados.  Para garantir a segurança e saúde dos envolvidos, toda a ação está sendo realizada seguindo os protocolos de segurança recomendados pela Organização Mundial de Saúde.


Há 27 anos atuando no sertão nordestino, uma das regiões mais carentes do Brasil. O projeto que começou com 20 amigos no natal de 1993, hoje tem como objetivo a transformação na vida de milhares de pessoas. Todos os meses, os Amigos do Bem atendem hoje 75 mil pessoas do sertão com projetos contínuos de educação, trabalho e renda, água, moradia e saúde.


Segundo pesquisa do IGBE, atualmente mais de 25 milhões vivem em estado de extrema pobreza no Nordeste, por conta das condições climáticas (altas temperaturas e seca), e com um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano do Brasil.


Concentrados na cidade de São Paulo, 10.300 voluntários representam um dos maiores grupos sociais ativos do país. Eles participam de 150 equipes de trabalho com diferentes atividades, como arrecadações e distribuições mensais de alimento, triagem de doações, restauração de brinquedos e acompanhamento dos diversos projetos no sertão.


Com o lema “Se não posso fazer tudo que devo, devo, ao menos, fazer tudo o que posso”, os Amigos do Bem atuam para um futuro em que a fome e a miséria sejam apenas lembradas como um fato histórico do nosso país. 

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo