ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/13/2020

SKIPP is DEAD lança live session holográfica

A apresentação “holográfica” chamada “H3 Concert Simulator” traz duas faixas do EP “Blast Off!” (2020), do SKIPP is DEAD, em uma live session gravada à distância


As pistas estão em todos os lugares, mas é principalmente pelo Instagram que a maligna Corporação H3 se manifesta. Como maior fornecedora de energia da galáxia, a H3 tornou-se alvo do pirata espacial SKIPP, que agora invade o sinal de transmissão da empresa. A apresentação “holográfica” chamada “H3 Concert Simulator” traz duas faixas do EP “Blast Off!” (2020), do SKIPP is DEAD, em uma live session gravada à distância.


“Essa live é uma transmissão pirata, resultado da sabotagem de uma tecnologia holográfica de última geração da maligna Corporação H3. A proposta é mostrar ao público como poderia ser se a gangue de piratas espaciais se juntasse para fazer uma apresentação, já que foi impossibilitado por conta da pandemia no Planeta Terra. O vídeo tem como inspiração as lives que foram feitas por artistas nas redes sociais, porém adaptada para um formato que cabe melhor na estética futurista/espacial.”, explica SKIPP.


As músicas que fazem parte da H3 Concert Simulator são Kessler Syndrome e Alternate Start e contribuem para a expansão do conceito apresentado no EP Blast Off! Em uma ligação quase mágica, as canções alimentam o material visual disponibilizado no Instagram do artista, e as imagens se tornam base para o conteúdo audiovisual que é lançado por SKIPP is DEAD.


O EP Blast Off! foi lançado em outubro por SKIPP is DEAD e é o trabalho de estreia do artista amapaense, radicado em São Paulo. As cinco faixas contam a história de um pirata espacial refugiado de uma guerra intergaláctica. A sonoridade é fortemente influenciada do indie rock dos anos 2000 e a linguagem chiptune. As raízes amapaenses também estão presentes com a utilização do batuque e do marabaixo.


Fizeram parte do H3 Concert Simulator, a live session “holográfica” de SKIPP is DEAD os músicos Skipp (voz e guitarra), Colinz (guitarra), Leon Sanchez (sintetizadores), M4rlbo (baixo) e Marco Trintinalha (bateria). O modelo de nave 3D é de autoria de Augusto Ribeiro, da @jahvacorp. A direção, edição, mixagem e masterização são de Skipp.


SKIPP is DEAD - Kessler Syndrome (H3 Concert Simulator)

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo