LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/04/2020

Pisa da Uva na Quinta do Olivardo termina no próximo final de semana

Evento tradicional da cultura portuguesa acontece em São Roque


Evento tradicional da cultura portuguesa acontece em São Roque


Um dia diferente, cheio de tradição é o que oferece a 9ª Pisa da Uva da Quinta do Olivardo em São Roque. O evento tem sua última data desta edição no dia 8 de fevereiro, das 10h30 às 16h, e traz uma experiência incrível aos visitantes. O valor é de 259 reais por pessoa, criança de 8 a 12 anos paga meia, menor não paga.

A tradição portuguesa já encanta os visitantes logo na entrada, quando todos recebem um chapéu de palha, uma cesta de vime e uma tesoura e, assim como os antigos colonos, são convidados a percorrer os caminhos entre as videiras para colher e provar os frutos.

Depois da colheita, começa a Pisa. “Esse processo manual separa as uvas da casca do sumo e da semente. Nas prensas esse processo demora minutos, mas com os pés é um trabalho de horas, que vale cada minuto, pois a qualidade e o sabor do vinho são densos em cores e sabores”, afirma Olivardo Saqui, proprietário da Quinta do Olivardo.

A festa é animada pelo Grupo Folclórico da Casa da Ilha da Madeira Infanto Juvenil, que encanta a todos com suas músicas tradicionais portuguesas. Logo após a Pisa os convidados seguem para o almoço que tem no cardápio Bacalhau à Moda e Espetada Madeirense (ambos à vontade), 2 bolinhos de bacalhau por pessoa e 1 pastel de Belém. Todos ganham uma caneca personalizada do evento. Vinho e suco à vontade o dia todo.

SERVIÇO:
9ª Pisa da Uva na Quinta do Olivardo
Onde: Estrada do Vinho, km 4, com acesso pelo km 58,5 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270)
Quando: 8 de fevereiro
Horário: das 10h30 às 16h
Quanto: Pisa da Família - R$ 259 por pessoa. Criança de 8 a 12 anos paga meia, menor não paga.

Repórter em ação participa da tradição milenar de amassar uvas com os pés em Portugal

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo