ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/03/2020

Exposição Pintura e Instalação ARCO ÍRIS de GUILHERME MAMPUYA | CCP Luanda 13/02

Exposição individual de Pintura e Instalação “ARCO-ÍRIS” do artista plástico GUILHERME MAMPUYA, que ficará patente ao público até dia 13/03-CCP Luanda.

CAMÕES/CENTRO CULTURAL PORTUGUÊS  
Exposição individual de Pintura e Instalação 

“ARCO-ÍRIS”
de 
GUILHERME MAMPUYA

No dia 13 de Fevereiro (5ª feira), pelas 18H30 no CAMÕES/CENTRO CULTURAL PORTUGUÊS (Av. de Portugal nº 50) será inaugurada a exposição individual de Pintura e Instalação “ARCO-ÍRIS” do artista plástico GUILHERME MAMPUYA, que ficará patente ao público até dia 13 de Março de 2020.   

SOBRE A EXPOSIÇÃO 

Na exposição “ARCO-ÍRIS”, GUILHERME MAMPUYA apresentará 15 obras, em acrílico sobre tela, todas inéditas, e 12 esculturas em gesso e pintura sobre acrílico, também inéditas. 

SOBRE O AUTOR 

Nasceu a 04 de Novembro de 1974 na Província do Uíge – Angola.  

Concluiu, em 2000, a licenciatura em Direito na Universidade de Kinshasa – República Democrática do Congo. Em 2002, ingressou no Curso de Pintura Básica, no Atelier de Avelino Kenga.

Mais tarde aperfeiçou a técnica do retrato no Curso de Pintura de Retratos, no Atelier de pintura Honesto Nkunu – Luanda. Em 2005, tornou-se membro da UNAP (União dos Artistas Plásticos Angolanos), iniciando a apresentação de exposições com uma frequência anual, dentre as quais se destacam duas exposições para a EnsArte; participação na Trienal de Artes de Luanda; exposições individuais em Luanda e em Bruxelas (Bélgica) na Galeria “Lumieres d’Afrique”.

Em 2008, venceu o Grande Prémio de Pintura EnsArte; tem exposto em diversos locais de Luanda como a Galeria Humbiumbi, Camões/Centro Cultural Português, Hotel Trópico, Hotel Alvalade e Belas Shopping, bem como no estrangeiro (Lisboa, São Paulo, Bruxelas, Milão e Seul).

Em 2018, representou Angola na 10ª Edição da Expo Macau 2018.

Conta no seu percurso com mais de 30 exposições, individuais e colectivas, tanto em Angola como no estrangeiro. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo