ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/11/2020

A comemorar 50 anos de carreira António Pinto Basto apresenta-nos o single "Primeiro Encontro"

António Pinto Basto: Primeiro encontro foi o tema que escolhi para apresentação do álbum que pretendo lançar em 2020, comemorando 50 anos de carreira

A comemorar 50 anos de carreira António Pinto Basto apresenta-nos o single "Primeiro Encontro", avanço do álbum "Eléctrico 28". Novidades em breve!

Primeiro encontro foi o tema que escolhi para apresentação do álbum que pretendo lançar em 2020, comemorando 50 anos de carreira!

Escolhi este tema por se ajustar bastante à comemoração do Dia dos Namorados que ora se celebra.
Trata-se de uma música de Silvestre Fonseca, com versos de Tiago Torres da Silva e, neste caso, com um arranjo e produção de José Cid.

Por estarmos no ano "vinte vinte", também o meu álbum terá 20 faixas que, à excepção desta, têm produção de Jorge Quintela e uma "roupagem", obviamente, muito mais colada ao Fado.
O meu álbum terá o nome Eléctrico 28
                                                             António Pinto Basto
Fev.2020

Ficha técnica do CD Single: Primeiro encontro
António Pinto Basto

Letra: Tiago Torres da Silva
Música: Silvestre Fonseca
Acordeão e teclas: José Cid
Guitarra portuguesa: Domingos Mira
Viola: Gustavo
Baixo: Ricky
Bateria: Xico Cardoso
Arranjo e produção: José Cid
Gravação analógica em Mogofores, Jan.2020

PRIMEIRO ENCONTRO

Letra de: Tiago Torres da Silva
Música de: Silvestre Fonseca

Ando a morrer de desejo,
só tenho olhos p´ra ela,
sempre que a vejo
peço-lhe um beijo,
não me dá trela!

Hoje senti-me benvindo
ao fazer-lhe companhia,
pedi-lhe um beijo, sorrindo,
ela aceitou!! Quem diria?...
(E) vi que o seu olhar também sorria!...

Que grande ideia ter tirado a sexta-feira,
três dias só p'ra namorar,
vou apanhar-te mesmo ali na Brasileira
e logo vemos onde havemos de ir jantar.
Qua grande ideia ter tirado a sexta-feira,
três dias só p'ra nós os dois,
no fim da noite levo-te à Ribeira,
o dia nasce, vamos p'ra casa depois...

Ando a contar cada hora
para chegar a noitinha,
a alma implora
por quem namora,
se está sozinha!

Jantamos às nove e meia,
faço mil planos secretos,
é noite de lua cheia,
sei onde a podemos ver
longe dos olhares indiscretos.

Que grande ideia ter tirado a sexta-feira,

       ... 

Reservo a mesa?
Ou reservas tu?
Comida indiana, vegana ou chinesa?
Sushi, marisco ou fondue?
Podem ser iscas à portuguesa?
Escolho eu? Ou... escolhes tu?...

Um cheirinho a António Pinto Basto

ANTÓNIO PINTO BASTO na web

Sem comentários:

Enviar um comentário