LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/16/2019

Banda Apocalypse traz ao Rio seu "classic rock progressivo"


Apocalypse traz ao Rio seu "classic rock progressivo", nesta sexta e sábado, 18 e 19/10, no Solar de Botafogo 

Com experiência de abrir shows para YES e URIAH HEEP, banda de 1983, formada em Caxias do Sul, se apresenta no III Carioca Prog Festival, lançando o álbum ao vivo “The 35th Anniversary Concert”

O III CaRIOca ProgFestival continua a todo vapor até o dia 25 de outubro, trazendo nesta semana uma especiaria do Sul do país. Do Rio Grande do Sul, a banda APOCALYPSE fará dois shows no Centro Cultural Solar de Botafogo, dias 18, sexta-feira, e 19 de outubro, sábado. O grupo iniciou as atividades em 1983 em Caxias do Sul (RS), influenciado por expoentes da década de setenta como Queen, Led Zeppelin, Pink Floyd, Rush, Yes, Kansas, Deep Purple e Journey. Após vencer os festivais Circuito de Rock e Festpop na serra gaúcha, lançou o primeiro LP homônimo em 1991 e assinou contrato com a gravadora francesa Musea. Foi o primeiro grupo brasileiro de classic rock a gravar e lançar CDs no exterior, e já abriu shows de grandes nomes do classic rock mundial como Yes (Araújo Vianna-Porto Alegre), Uriah Heep (Canecão – RJ) e Pendragon (Teatro João Caetano – RJ). Os gaúchos farão o lançamento do álbum ao vivo “The 35th Anniversary Concert”.

Fleesh e Bacamarte também em Outubro

O festival continua causando frisson no cenário progressivo nas próximas semanas. Com cinco discos já lançados, o FLEESH – formado por Celo Oliveira e Gabby Vessoni em 2014 - lança seu álbum “Across the Sea” na terça-feira, dia 22 de outubro, no Centro Cultural Justiça Federal, na Cinelândia, na íntegra junto com outras faixas de seus CDs.

Encerrando com chave de ouro, a lendária BACAMARTE celebra seus 45 anos de formação com um show imperdível, dia 25 de outubro, no Theatro Municipal de Niterói. Fundada em 1974 por Mario Neto e Sergio Vilarim, a banda veio a gravar de forma independente o álbum “Depois do Fim”, em 1979, porém só lançado em 1983, quando, após ter suas músicas entre as mais tocadas pela Fluminense FM, foi aclamado por público e crítica como uma verdadeira obra-prima do rock progressivo. O álbum vendeu milhares de cópias em países como Alemanha, Itália, Rússia e, principalmente, Japão. Em 1999, foi lançado o álbum Sete Cidades, que também teve sua tiragem esgotada rapidamente. Em 2009, após vários anos desaparecido das prateleiras e tendo se tornado item de colecionador disputado por amantes do gênero no Brasil e no exterior, “Depois do Fim” foi relançado pela Som Livre, em versão remasterizada diretamente da fita master original. No Teatro Municipal de Niterói, a banda será formada por Mario Neto (guitarra e violão), Marcus Moura (flauta e acordeon), William Murray (contrabaixo), Robério Molinari (piano e teclados) e Alex Curi (bateria), com a participação especial da cantora Jane Duboc.

CaRIOca ProgFestival 2019

18/10 (sexta-feira) – APOCALYPSE (Rio Grande do Sul)
“The 35th Anniversary Concert”
Local: Centro Cultural Solar de Botafogo
Horário: 21h
Ingressos: R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia entrada legal)
Rua General Polidoro, 80 – Botafogo
Rio de Janeiro - RJ (21) 2543-5411

19/10 (sábado) – APOCALYPSE (Rio Grande do Sul)
“The 35th Anniversary Concert”
Local: Centro Cultural Solar de Botafogo
Horário: 21h
Ingressos: R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia entrada legal)
Rua General Polidoro, 80 – Botafogo
Rio de Janeiro - RJ (21) 2543-5411

22/10 (terça-feira) – FLEESH (Rio de Janeiro)
“Lançamento do álbum Across the Sea”
Local: Centro Cultural Justiça Federal (CCJF)
Horário: 19 horas
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia entrada legal)
Av. Rio Branco, 241 – Centro
Tel. (21) 3261-2550

25/10 (sexta-feira) – BACAMARTE (Rio de Janeiro)
“45 Anos”
Local: Teatro Municipal de Niterói
Horário: 20h
Ingressos: R$ 160,00 (inteira) / R$ 80,00 (meia-entrada legal)
Av. XV de Novembro, 35 – Centro
Niterói – RJ
Tel. (21) 2620-1624

Som no Salão - Banda Apocalypse [parte I]

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo