ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/30/2019

A Intuição Companhia de Ballet apresenta 'EPIFANIA' - Teatro Gazeta

Foto: Wilson Otacílio

A INTUIÇÃO COMPANHIA DE BALLET faz única apresentação do espetáculo EPIFANIA, no dia 31 de outubro, ás 21h, no teatro Gazeta.  Em cena 10 bailarinos e trilha ao vivo com a pianista Rosely Chamma. A coreografia é assinada por Vinícius Anselmo, também diretor da Companhia.

Epifania do grego "epiphanéia", podendo ser traduzido literalmente como “manifestação” ou “aparição”, é uma súbita sensação de entendimento ou compreensão da essência de algo, também pode ser um termo usado para a concretização de um sonho com difícil realização. O termo é usado nos sentidos, filosófico e literal, para indicar que alguém "encontrou finalmente a última peça do quebra-cabeça e agora consegue ver a imagem”.

O propósito de movimento é resgatar a beleza e virtuose de saltos, giros e linhas do ballet clássico em um corpo do século XXI, com uma nova roupagem de vivência e bagagem da dança contemporânea, nesse contexto a pesquisa corporal inclui sincronismo aplicado em movimentos com desarticulação, quebra de linha de rigidez e técnica de chão, dentro de um padrão de continuidade anatômica. Assim, as sapatilhas de ponta se tornam ferramenta para a dança contemporânea.

Foto: Wilson Otacílio

O cenário é composto por 27 portas brancas com suas respectivas fechaduras, que conforme se encaixam, criam um desenho abstrato com formas e intenções diversas que representam as portas para captação de estímulos externos e acesso interno individual de cada pessoa.

A obra carrega consigo a proposta de investigar os processos pelos quais a epifania, no sentido filosófico, é alcançada, não apenas para compreender a súbita sensação de entendimento em si, mas, especificamente, quando ela se dá com o foco na origem e nos porquês da vida humana.

O coreógrafo reúne o material da pesquisa teórica sobre epifania, juntamente com a técnica clássica, resgatando o virtuosismo e estética, a dança contemporânea e textura, fazendo com que todos esses elementos direcionem a   ambientação cenográfica, a movimentação, o formato e a atmosfera da obra.

O desejo é de se comunicar com o público, criar um canal onde as experiências de palco sejam uma troca entre bailarinos e platéia. O intuito é que toda a pesquisa da obra seja experienciada junto aos expectadores.

Epifania é o momento efêmero de súbita compreensão da existência no mundo através de instantes no qual o indivíduo consegue ancorar sua consciência no momento presente, aprimorar os sentidos, e se sentir maisvivo.

SERVIÇO:
INTUIÇÃO COMPANHIA DE BALLET apresenta
EPIFANIA
Única apresentação: dia 31 de outubro, quinta-feira, às 21h.
Duração: 50 minutos
Classificação etária: Livre
Ingressos: R$ 60,00 inteira e R$ 30,00 meia.
Meia: estudantes; aposentados; idosos; professores; artistas com DRT; IDjovem.
TEATRO GAZETA  700 lugares
Avenida Paulista, 900 – Térreo – Metrô Trianon Masp
Bilheteria: (11) 3253.4102
Vendas Online: https://bileto.sympla.com.br/event/62713 ou na Bilheteria do Teatro.

FICHA TÉCNICA
Diretor e Coreógrafo: Vinícius Anselmo
Assistente de Direção: Ana Beatriz Farias
Produtora e Auxiliar Administrativo: Thalita Falk
Produtora: Marli Santos e Letícia Docampo
Diretora de Marketing: Nathalia Urizzi
Pianista: Rosely Chamma
Professores: José Ricardo Tomaselli, Lars Cauwenberg e Felipe Guedes
Criação de luz: Raquel Balekian e Vinícius Anselmo
Figurinistas: Vinícius Anselmo e Felipe Guedes
Costureira: Cleuza Torres
Cenógrafo: Armando Santos e Onias Viana
Operação e montagem de Luz: Raquel Balekian, Val Santana e Isaias Neri
Técnico de Som e Apoio: Aharon Gidali e Radson de Almeida
Coordenador de palco e Cenotécnico: Igor Lopes, Betto Lopes e Luiz Silva
Bailarinos: Alessandro Mesquita, Bruno Lobo, Diana Rosa, Felipe Guedes, Jeison Lopes, Márcio Vittorino, Mariana Massoneto, Nathália Massa, Tayanne Zandonato e Thalita Falk.

 Vinícius Anselmo -Foto: Nathália Urizzi Bertin

Sobre Vinícius Anselmo - Diretor e Coreógrafo
Membro do Conselho Internacional de Dança, sede em Paris na França;
Diretor da Escola Ballet Educart em São Paulo;
Contemplado pelo Programa da Prefeitura Municipal de São Paulo, Fomento à Dança em 2017 e 2018;
Contratado como primeiro bailarino na companhia Albany Berkshire nos Estados Unidos;
Integrou as companhias: Ballet Stagium e StacattoSP em São Paulo;
Convidado para compor a banca de jurados do Festival Urizzi Dance;
Convidado para compor a Comissão de Especialistas de seleção de trabalhos no Festival de Dança do Triângulo em Uberlândia;
Realizou Cursos de aperfeiçoamento em Broadway Center, Steps on Broadway, Central Arts e Peridance em Nova York;
Coreógrafo premiado em importantes festivais nacionais e internacionais como Tanzolymp (Alemanha), YAGP (Nova York) e Festival de Dança de Joinville (Brasil);
Convidado a compor a banca de exames Escola de Dança do Theatro Municipal de São Paulo;
Teve seu trabalho ‘Eu Digital’ premiado e escolhido para se apresentar na noite de Gala em Berlim na Alemanha, Theater des Westens, dividindo o palco com grandes companhias como Staatsballett Berlin e Teatro Mariinsky;
Estudou em Paris na França o repertório e construção coreográfica de grandes nomes como Jiri Kilyan, Ohah Naharin, Cristal Pite e Sharon Eyal;
Homenageado na Câmara dos vereadores da cidade de São Paulo com voto de Júbilo no dia Internacional da Dança pela vereadora Edir Sales.

Sem comentários:

Enviar um comentário